sábado, 20 de maio de 2017

Maior computador do mundo

Ciência & Tecnologia  💻

O protótipo do maior computador de memória única do mundo,com 160TB (TB= trilhão de byte) de memória.Não bastasse esse número astronômico, a HPE disse que seu projeto Memory Driven Computing de pesquisa poderia eventualmente levar a um conjunto de memória "quase ilimitado". Essa capacidade gigantesca na analise de dados vai criar um marco na tecnologia e na construção de uma nova sociedade.

Portogente

Imagine um computador que poderia analisar o equivalente a 160 milhões de livros ao mesmo tempo. Para ter ideia do que isso representa, a maior biblioteca do mundo, a do Congresso, nos Estados Unidos, tem um acervo de mais de 155 milhões de itens, entre livros, manuscritos, jornais, revistas, mapas, vídeos, gravações de áudios. Pois bem, isso é possível com o protótipo do maior computador de memória única do mundo, 160TB (TB= trilhão de byte) de memória, como revelou a Hewlett Packard Enterprises, nesta semana.
Não bastasse esse número astronômico, a HPE disse que seu projeto Memory Driven Computing de pesquisa poderia eventualmente levar a um conjunto de memória "quase ilimitado". Essa capacidade gigantesca na analise de dados vai criar um marco na tecnologia e na construção de uma nova sociedade.
Seu desempenho fantástico não para por aí. Se você pensar competitivamente nessa escala de coisas, desfavorece os supercomputadores convencionais, que têm seus limites de memória e têm níveis de consumo de energia 10 a 20 vezes maior que o computador da HPE. Com tudo dentro de único rack (servidor), economiza-se energia ao não mover esses dados fora do armazenamento em dezenas ou centenas de máquinas enormes. O que oferece uma tremenda aceleração no processamento de dados.
A corrida das indústrias concorrentes mostra que no futuro breve será grande a capacidade instalada desses supercomputadores. Já algum tempo big date virou um termo do cotidiano do mundo moderno. A quantidade de informações geradas e armazenadas diariamente é impressionante. Como usar esses dados é um desafio. A Business Intelligence (BI), inteligência de negócios, é o método utilizado para explorar a aplicação desses supercomputadores. Pode ser adiantado que muitas curas de doenças serão descobertas, redução da fome e as empresas farão mais análises com aplicação sem desperdício dos seus recursos e o mundo será mais sustentável.
Fonte - Portogente  19/05/2017

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Av.ACM terá faixas interditadas para implantação de passarela da Estação Detran do Metrô de Salvador

Transito  🚇

Segundo a CCR Metrô Bahia, as interdições do trecho da Av.ACM nos dois dias será em virtude do içamento de algumas peças da nova passarela da Estação Detran na linha 2 do Metrô.

Da Redação
foto - ilustração/arquivo
A Av.ACM no sentido a Paralela terá um treco interditado entre a Meia Noite e as 5h da manhã nos dias 20/05 (sábado) e 21/05 (Domingo) repetidamente.
Segundo a CCR Metrô Bahia, as interdições do trecho da Av.ACM nos dois dias será em virtude do içamento de algumas peças da nova passarela da Estação Detran na linha 2 do Metrô.
A interdição de quatro faixas da avenida, terá início nas proximidades da LocalizaVeículos, estendendo-se por cerca de 160 metros,permanecendo as três faixas,mais à esquerda,livres para o trânsito.
Pregopontocom 19/05/2017

TCA Instrumental estreia projeto 'Segundas Concertantes'

Arte & Cultura  🎻

A ideia do grupo é realizar as oficinas sempre em espaços alternativos às salas de teatro ou de concerto, conquistando novas plateias, proporcionando às pessoas de todas as idades o acesso ao conhecimento musical erudito que tem sido, cada vez mais, expandido no estado, por meio de instituições como a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) e o Neojiba (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia).

Da Redação
foto -  Ascom/TCA
Uma série de oficinas de apreciação musical será promovida pelo grupo ‘TCA Instrumental’, com o objetivo de contribuir com a difusão, divulgação, promoção e a formação de público para a música de concerto. Trata-se do projeto ‘Segundas Concertantes’, que estreia nesta segunda-feira (22), às 13h30, no Foyer do Teatro Castro Alves (Campo Grande), em Salvador, com acesso gratuito.
A ideia do grupo é realizar as oficinas sempre em espaços alternativos às salas de teatro ou de concerto, conquistando novas plateias, proporcionando às pessoas de todas as idades o acesso ao conhecimento musical erudito que tem sido, cada vez mais, expandido no estado, por meio de instituições como a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) e o Neojiba (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia).
‘As Segundas Concertantes’ acontecerão duas vezes ao mês, às segundas-feiras, sendo uma das edições sempre no TCA, que é a casa do grupo,, formado por 10 músicos contratados em regime especial (Reda) - Ana Zanata, Diogo Pimentel, Daniel Aly, Antônio Amorim (violinos), Fernanda Monteiro (violoncello), Rodolfo Lima (contrabaixo), Mariana Tudor (harpa), Sandra Romero (oboé), Jean Marques (fagote) e Stephan Sanches (trombone).
As demais oficinas deverão circular pela cidade, em instituições como a Secretaria de Cultura do Estado (Secult) e Fundação Cultural (Funceb), por exemplo. O programa abrange a descrição e a execução de peças de grandes compositores característicos dos cinco períodos históricos em que a música ocidental se desenvolveu e expandiu por todo o mundo – o Barroco, Clássico, Romântico, Moderno, Contemporâneo e ainda a Música Popular Brasileira (MPB).
Quem comparecer às oficinas terá a oportunidade de apreciar ao vivo obras de mestres como Bach, Mozart, Tchaikovsky, Beethoven, Brahms, Mozart, Stravinsky e os brasileiros Villa-Lobos e Luiz Gonzaga. Leia mais no site do TCA. O grupo promoverá também ensaios abertos. O ensaio da oficina do dia 22 deste mês aconteceu nesta sexta-feira (19), às 10h, no camarim 12 do TCA. O da oficina dia 29, será na sede da Secult, às 13h30, e a do dia 26, no camarim 12 do TCA, às 10h, do dia 26.
Com informações da Secom Ba.

Aeroporto de Ilhéus completa 79 anos de operação

Aeroporto  ✈

Fundado em 1938 e localizado na zona urbana de Ilhéus (BA), o aeroporto que leva o nome do famoso escritor baiano Jorge Amado completa 79 anos de operações nesta sexta-feira (19).Nos 3.400 m² do terminal, os passageiros dispõe de serviços bancários, praça de alimentação, lojas de artigos de artesanato, além de contarem com voos para Salvador (BA), Brasília (DF), Confins (MG), Campinas e Congonhas (SP).

Portogente
Aeroporto de Ilhéus/Bahia - Jorge Amado
O Aeroporto de Ilhéus/Jorge Amado tem capacidade para atender a 700 mil passageiros por ano. Em 2016 foram registrados 576.965 embarques e desembarques
Nos 3.400 m² do terminal, os passageiros dispõe de serviços bancários, praça de alimentação, lojas de artigos de artesanato, além de contarem com voos para Salvador (BA), Brasília (DF), Confins (MG), Campinas e Congonhas (SP).
Para o superintendente Itaibes Araújo de Paiva o equipamento é importante para o desenvolvimento da região, pois durante o ano inteiro turistas buscam as praias da Bahia, o que movimenta o comércio e gera mais empregos.
O nome do aeródromo é uma homenagem ao consagrado escritor baiano Jorge Amado, falecido em agosto de 2001, que ambientou na cidade famosos romances como “Gabriela, Cravo e Canela”, “Terras do Sem Fim” e “Cacau”, em alusão ao fruto típico da região. Há, inclusive, um busto do autor, feito em bronze, na entrada do terminal.
Ilhéus, apelidada como “Princesinha do Sul”, foi a primeira cidade focada na produção de cacau no mundo. Com a maior extensão de litoral entre os municípios baianos, conta com 80 quilômetros de praias. Riquezas históricas e culturais da região continuam presentes no centro histórico, repleto de casarões e palacetes. A cidade conta ainda com a primeira rodovia ecológica do país, a Estrada Parque, com praias selvagens, manguezais e cachoeiras.
Fonte - Portogente  19/05/2017

Sistema Ferry-Boat,Salvador/Itaparica,tem movimento tranquilo nesta sexta (19)

Travessia marítima  🚢

A travessia marítima entre Salvador e a ilha de Itaparica pelo sistema Ferry-Boat, conta nesta sexta (19) com 4 embarcações em operação, Anna Nery, Agenor Gordilho, Zumbi dos Palmares e Juracy Magalhães Jr., com saídas nos horários regulares,de hora em hora. 

Da Redação
foto - ilustração/arquivoq
De acordo com a ITS administradora e operadora do sistema Ferry-Boat,que faz a travessia marítima entre Salvador e a ilha de Itaparica, estão em operação nesta sexta (19) as embarcações, Anna Nery, Agenor Gordilho, Zumbi dos Palmares e Juracy Magalhães Jr., com saídas nos horários regulares,de hora em hora. Viagens extras também podem ocorrer com havendo um aumento na demanda. Durante a manhã,o fluxo de passageiros e veículos esteve tranquilo nos dois terminais,em São Joaquim e Bom Despacho.
O sistema também funciona com o serviço de Hora Marcada,podendo os usuários interessados nesse serviços,consultar a disponibilidade de vagas para embarque nos dois terminais,pelo site da ITS -portalsits.internacionaltravessias.- O pagamento para a utilização do serviço pode ser feito através de cartões de débito ou crédito.
Mais informações pelos contatos Tel 071 3032-0475 e pelo cac@internacionaltravessias.com.br.
Com informações da ITS  19/05/2017

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Rodoviários de Salvador aprovam greve a partir de terça

Transportes  🚌

A decisão será submetida a nova votação na tarde desta quinta, às 15h. O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Hélio Ferreira, disse que a expectativa é que a segunda assembleia referende o que foi decidido na primeira.

Anderson Sotero - A Tarde
foto - ilustração
Os rodoviários aprovaram a deflagração de greve durante assembleia realizada nesta quinta-feira, 18, no ginásio do Sindicato dos Bancários, na Ladeira dos Aflitos, em Salvador. A paralisação por tempo indeterminado começaria a partir da 0h da próxima terça-feira, 23.
A decisão será submetida a nova votação na tarde desta quinta, às 15h. O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Hélio Ferreira, disse que a expectativa é que a segunda assembleia referende o que foi decidido na primeira.
"Infelizmente, a gente não tem outra saída. Tentamos negociar ao máximo", disse Ferreira, ao ser questionado por A TARDE sobre possíveis prejuízos para a população, caso a greve ocorra.
Trabalhadores e empresários não entraram em acordo. Os rodoviários pedem reajuste com base na inflação e mais de 5% de aumento. Contudo, o patronal não aceita a proposta.
Estão previstas, segundo Ferreira, uma reunião com o prefeito ACM Neto, às 9h desta sexta, 19, e outra, às 11h, no Ministério Público do Trabalho (MPT).
Fonte - A Tarde  18/05/2017

Terminal hidroviário de Mar Grande passa por obra de recuperação

Transporte marítimo  🚤

As obras de manutenção e requalificação estrutural foram iniciadas há um mês, em Vera Cruz, e devem ser concluídas em novembro, período de alta estação e com maior fluxo de passageiros.Aproximadamente R$1,3 milhão está sendo investido no terminal marítimo de Mar Grande. 

Da Redação
foto - ilustração
Em breve os trabalhadores, estudantes e turistas que utilizam as lanchinhas para realizar a travessia Salvador x Mar Grande vão contar com um equipamento reformado e moderno. As obras de manutenção e requalificação estrutural foram iniciadas há um mês, em Vera Cruz, e devem ser concluídas em novembro, período de alta estação e com maior fluxo de passageiros.
Aproximadamente R$1,3 milhão está sendo investido no terminal marítimo de Mar Grande. As obras estão sendo realizadas pela concessionária Socicam e fazem parte do contrato da empresa com a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Transportes (Agerba), vinculada à Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra). Mensalmente cerca de 120 mil pessoas embarcam no terminal com destino a Salvador.

divulgação/Agerba
O diretor-executivo da Agerba, Eduardo Pessôa, ressalta que a obra vai oferecer mais segurança e comodidade a quem opta por fazer a travessia de lanchinha. “Além dos moradores e estudantes, os turistas também vão contar com um equipamento adequado e seguro. As intervenções visam valorizar o transporte intermunicipal e melhorar o atendimento aos usuários do sistema”, afirma o gestor.
O Terminal Turístico Náutico da Bahia (TTNB), em Salvador, faz parte do sistema hidroviário da Baía de Todos os Santos. Reformado em 2016, recebeu investimentos de aproximadamente R$3,3 milhões, que contemplaram melhorias estruturais, novos banheiros, bilheteria e sistema operacional de segurança. Importante meio de transporte, junto ao Terminal de São Joaquim, liga Salvador aos municípios de Itaparica, Vera Cruz e Cairu.
Com informações da Secom Ba.  18/05/2017

Mato e lixo tomam conta das estações do Metrô de Teresina

Transportes sobre trilhos  🚇

No bairro Dirceu II, zona Sudeste da capital, o matagal tem mais de 90 cm de altura, segundo informações de populares. Além disso, a sujeira toma de conta do local, que acumula sacolas velhas, latas de refrigerante vazias e até animais mortos.

Capital Teresina
foto - Francisco Gilásio
Usuários do metrô de Teresina reclamam da grande quantidade de mato próximo às estações do transporte público. No bairro Dirceu II, zona Sudeste da capital, o matagal tem mais de 90 cm de altura, segundo informações de populares. Além disso, a sujeira toma de conta do local, que acumula sacolas velhas, latas de refrigerante vazias e até animais mortos.
O morador do bairro José Maria Lopes decidiu, por conta própria, limpar o entorno e até aproveitou a área para plantar sementes de milho e feijão (sic). “Eu fiz isso para evitar que o mato se espalhasse. Mas, com relação ao lixo, não tem jeito. Todo dia as pessoas sujam a estação e a Companhia Metropolitana faz tempo que não limpa”, afirma.
A resposta da Companhia Metropolitana de Transportes Públicos (CMTP) é que o trabalho de limpeza das estações é feito semanalmente. Além disso, informa que neste mês o serviço de capina foi intensificado devido ao período chuvoso que fez com que a vegetação crescesse rapidamente.

Reforma

Outra reclamação constante dos usuários do metrô é sobre a precariedade das estações e do trem. “As estações estão todas velhas, com peças enferrujadas. Do mesmo jeito está o trem: com os assentos velhos, partes enferrujadas, parte elétrica danificada... Além disso, as portas quase sempre estão abertas, o que oferece risco para os passageiros”, reclama Marcela Fernandes, usuária do metrô de Teresina.
Em 2016, o presidente da CMTP, Antônio Sobral, comunicou que a Secretaria do Tesouro Nacional tinha autorizado o governo do Piauí a solicitar empréstimo de R$ 215 milhões para ampliação e modernização da estrutura do metrô de Teresina. O projeto prevê a revitalização da linha já existente, recuperação dos trilhos e dormentes; modernização do sistema elétrico, sinalização e comunicação e o fechamento de toda a faixa metroviária.
Até o momento no entanto nenhuma obra de reestruturação foi realizada. De acordo com informações da CMTP, a execução do projeto depende da autorização do governo do estado. Enquanto isso, a Companhia diz que faz o trabalho rotineiro de manutenção das linhas.
Fonte - Capital Teresina  18/05/2017

Ministro Fachin autoriza abertura de inquérito para investigar Temer

Política  👀

A medida foi tomada a partir das delações premiadas dos empresários Joesley Batista e Wesley Batista, donos do grupo JBS, controlador do frigorífico Friboi. A previsão é de que o sigilo das delações seja retirado ainda hoje.

André Richter
Repórter da Agência Brasil

Ag.Brasil
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu abrir inquérito sobre o presidente Michel Temer. A medida foi tomada a partir das delações premiadas dos empresários Joesley Batista e Wesley Batista, donos do grupo JBS, controlador do frigorífico Friboi.
A previsão é de que o sigilo das delações seja retirado ainda hoje. O conteúdo dos depoimentos envolvendo Temer foi antecipado ontem (17) pelo jornal O Globo. Segundo a reportagem, em encontro gravado em áudio pelo empresário Joesley Batista, Temer teria sugerido que se mantivesse pagamento de mesada ao ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha e ao doleiro Lúcio Funaro para que estes ficassem em silêncio. Cunha está preso em Curitiba.
A Presidência da República divulgou nota na noite de ontem na qual informa que o presidente Michel Temer "jamais solicitou pagamentos para obter o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha", que está preso em Curitiba, na Operação Lava Jato.
Fonte - Agência Brasil  18/05/2017

Seinfra (CE) antecipa a montagem das Tuneladoras na Linha Leste do Metrô de Fortaleza

Transportes sobre trilhos  🚇

A montagem das quatro máquinas será na superfície, na área do Canteiro de Obras da estação Chico da Silva, onde estão armazenadas. Os equipamentos irão passar por uma revisão completa, através de inspeções e testes. “Essa operação deve levar, por máquina, oito meses, em pares”, disse o titular da SEINFRA. 

Seinfra CE
divulgação/Seinfra CE
O secretário da Infraestrutura, Lucio Gomes, anunciou na tarde desta quarta-feira (17), em coletiva, que será iniciada a montagem das tuneladoras (ou shields ), máquinas que serão utilizadas na construção dos túneis da Linha Leste do metrô de Fortaleza. O objetivo é preservar os equipamentos, promovendo sua revisão e montagem na superfície, com execução dos testes necessários para revalidação da certificação e extensão da garantia por mais 18 meses.
“Nós vamos antecipar uma etapa que estava prevista no contrato da obra. Quando forem reiniciadas as obras da Linha Leste, esse item será suprimido da planilha de custos da empreiteira”, afirmou o secretário. Outro ganho com essa ação é maior agilidade na retomada da obra, deixando os equipamentos preparados para o início das escavações.
A montagem das quatro máquinas será na superfície, na área do Canteiro de Obras da estação Chico da Silva, onde estão armazenadas. Os equipamentos irão passar por uma revisão completa, através de inspeções e testes. “Essa operação deve levar, por máquina, oito meses, em pares”, disse o titular da SEINFRA. Após as revisões e montagem, os equipamentos serão mantidos em quatro armazéns especialmente preparados para cada tuneladora.
Os serviços serão realizados pela empresa norte-americana The Robbins Company, fabricante das tuneladoras, e estão orçados em US$ 8,76 milhões.
Além da montagem, a empresa fornecerá suporte técnico com acompanhamento diário de um especialista, durante o período de garantia, que será de 18 meses, a partir da data da recertificação de cada máquina, estando todos esses serviços inclusos no valor do aditivo do contrato.
O aditivo prevê, ainda, a formação de mão de obra local, através da realização de cursos e treinamentos em operação e manutenção de máquinas tuneladoras, devendo ser realizados em parceria com uma instituição a ser designada pelo Governo do Estado.
Também participaram da apresentação o Secretário Adjunto da SEINFRA, Antônio José Câmara; o Secretário Executivo, Paulo César Moreira; o Diretor Presidente do Metrofor, Eduardo Hotz, o Coordenador de Transportes e Obras da Secretaria, André Pierre; o Coordenador de Planejamento, Joaquim Firmino e a Assessora Jurídica, Aline Saldanha.

Linha Leste
As obras da Linha Leste do Metrô de Fortaleza, ligando o Centro ao bairro Edson Queiroz, foram iniciadas em novembro de 2013, mas foram paralisadas no início de 2015 por conta da reformulação do consórcio Cetenco-Acciona, que executaria os serviços.
Para retomar a obra, o Governo do Estado tem trabalhado intensamente junto ao Governo Federal para que sejam liberados os recursos que justificaram a licitação.
A Linha Leste do Metrô de Fortaleza terá 13,2 km de extensão, sendo 12,4 km subterrâneos e 0,8 km em superfície, ligando o Bairro Tirol, passando pelo Centro até o Bairro Edson Queiroz. A previsão é de que a Linha Leste atenda até 400 mil usuários por dia, quando integrada aos demais modais de transporte.
Com informações da Seinfra CE  17/05/2017

Gravação deixa Temer em situação difícil e base já ensaia pedir a sua renúncia

Política  👀

Ao assumir a Presidência há pouco mais de um ano, Michel Temer bateu seguidamente na tecla das reformas. Chegou a ponderar que não se importava com a baixa popularidade, desde que conseguisse aprovar a reformulação das leis trabalhista e da Previdência.

Sputnik
foto - ilustração
Mas a gravação feita pelos donos da JBS, se confirmada, o coloca em uma situação de difícil sustentação.
Uma reportagem do jornal O Globo afirmou que o empresário Joesley Batista – um dos donos da JBS – teria gravado uma conversa em que Temer deu aval para o pagamento de uma mesada ao ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em troca do silêncio dele, que está preso desde outubro do ano passado em Curitiba. Tudo com aval da Polícia Federal.
Pouco tempo depois da notícia repercutir no Congresso Nacional, o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) não se importou com o fato do seu partido compor a base aliada de Temer. O parlamentar veio a público e pediu a renúncia do presidente, sem recorrer a meias palavras. Tudo para impedir, segundo ele, que o país caia “no imponderável”.
“Só resta a renúncia do presidente Temer e mudança na Constituição: É preciso antecipar eleição presidencial”, avaliou o senador.
O tamanho do impacto da notícia também foi sentido na Câmara dos Deputados. Questionado pela reportagem da GloboNews se haveria impacto no andamento das reformas que tramitam no Congresso Nacional, o deputado federal Betinho Gomes (PSDB-PE) disse “não ter condições” das pautas seguirem o andamento normal agora. “Está tudo parado agora”, sentenciou.
O líder do PPS na Câmara, Arnaldo Jordy (PPS-PA), indicou na noite desta quarta-feira que o partido – que possui dois ministérios no governo Temer – tende a deixar a base aliada, caso confirmada a existência da gravação que comprova o envolvimento do presidente no “cala a boca” financeiro dado a Cunha e ao operador Lúcio Funaro, outro envolvido na Operação Lava Jato.
Com uma popularidade baixíssima, de 4% segundo dados recentes do Ipsos, Temer corre o risco de se ver sem o seu único trunfo nestes 370 dias de governo: o apoio de uma sólida base nas duas Casas do Congresso. Se perder apoio político, a incapacidade de entregar as prometidas reformas irão ressoar junto às forças econômicas e a pressão por uma saída seria apenas uma questão de tempo.
Previsto para ser retomado no dia 6 de junho, o julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) também pode sofrer o impacto da delação dos donos da JBS. O presidente da República tinha pressa pela conclusão do julgamento, sobretudo por acreditar que teria garantidos cinco votos que o manteriam no Palácio do Planalto. Algo poderá mudar nesta Corte? A conferir.
Durante o seu ano como presidente, Temer procurou minimizar os diversos escândalos envolvendo os seus ministros. Nos bastidores, manobrou a base aliada por meio de emendas para obter vitórias importantes, sobretudo na Câmara. Na noite desta quarta-feira, em Brasília a gravação tinha cheiro de bala de prata. O ferimento, certeiro e mortal.
A eventual confirmação de que tudo o que Joesley Batista disse a respeito do presidente – a ocorrer pelas mãos do relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin – pode colocar fim ao último desejo de Temer como político: o de chegar à linha de chegada do seu mandato, em 2018.
Fonte - Sputnik  18/05/2017

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Tribunal de Contas aponta falhas em contrato para compra de trens em São Paulo

Política  🚇

O despacho do conselheiro Antonio Roque Citadini sobre o contrato firmado em 2010 foi publicado hoje (17) no Diário Oficial do estado. O documento previa a compra de nove trens, cada um por R$ 33,6 milhões, em um projeto parcialmente financiado pelo Banco Mundial.

Daniel Mello
Repórter da Agência Brasil

foto - ilustração/pública
O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) apontou falhas em um contrato para modernização da Linha 11 – Coral da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e fez questionamentos aos responsáveis pelo projeto. O despacho do conselheiro Antonio Roque Citadini sobre o contrato firmado em 2010 foi publicado hoje (17) no Diário Oficial do estado. O documento previa a compra de nove trens, cada um por R$ 33,6 milhões, em um projeto parcialmente financiado pelo Banco Mundial.
A Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos e a CPTM têm 30 dias para apresentar as justificativas e documentos para esclarecer os pontos levantados pelo tribunal.
Entre os pontos sobre os quais foram solicitadas explicações estão as sucessivas prorrogações da vigência do contrato. “É estranha a contagem do prazo feita pela secretaria/CPTM”, ressalta Citadini sobre as cinco mudanças na data de entrega do projeto, inicialmente prevista para abril de 2013 e atualmente esperada para outubro de 2018. “Por que tanta prorrogação?”, questiona o conselheiro.
Além disso, Citadini aponta possíveis falhas de planejamento. “A instalação do ATC [sistema de controle automático dos trens], neste momento do contrato, também está causando atraso. Por que essa decisão não foi tomada desde o início? O sistema ATC pela proposta, já existia? Se, não, por que não foi previsto?”, questiona o conselheiro.
O tribunal também quer o detalhamento das despesas efetuadas. Citadini pede, por exemplo, a prestação de contas do convênio feito com o Banco Mundial, que emprestou US$ 112, 9 milhões ao governo de São Paulo para o projeto. “As prestações de contas do Convênio citado ficaram a cargo da CPTM. Existem relatórios dessas prestações?”, pergunta o conselheiro em seu despacho.
Citadini quer também que a CPTM precise quais foram os serviços prestados pela empresa contratada, a francesa Alstom, e das subcontratadas para fornecimento de peças e serviços.

Respostas
Em nota, a Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos e a CPTM informaram que responderão, no prazo estabelecido, aos questionamentos do TCE.
Segundo a CPTM, os nove trens previstos no contrato estão em operação na Linha 11-Coral desde 2014. Já a Secretaria dos Transportes Metropolitanos informou que aplicou R$ 9,5 milhões em multas à Alstom por não cumprimento de índices de performance estabelecidos em contrato.
Fonte - Agência Brasil  17/05/2017

WhatsApp para de funcionar em escala global

Comunicação  📱

De acordo com site Down Detector, que analisa relatos de problemas de conexão com sites e aplicativos, os problemas de funcionamento começaram por volta de 13h.

Sputnik
foto - ilustração

O aplicativo de mensagens WhatsApp apresentou instabilidade na tarde desta quarta-feira (17) e relatos de usuários comprovam queda no funcionamento em diversos países.
De acordo com site Down Detector, que analisa relatos de problemas de conexão com sites e aplicativos, os problemas de funcionamento começaram por volta de 13h.
Usuários relataram falhas e quedas no serviço de receber e enviar mensagens pelo aplicativo.
É a segunda queda massiva nos serviços do WhatsApp no mês de maio.
Fonte - Sputnik  17/05/2017

Reforma de casarões no Centro Antigo beneficia 26 famílias

Habitação  🏠

Além dos projetos de infraestrutura, uma das prioridades do Governo do Estado é a criação de novas unidades habitacionais para manter os antigos moradores na região. Cerca de R$ 3 milhões estão sendo investidos na reforma de três casarões, localizados nas ruas São Francisco e 7 de Novembro, para atender a população vulnerável da região

Da Redação
foto - Amanda Oliveira/GOVBA
O Centro Antigo de Salvador está de cara nova, graças às obras de requalificação de vias, acessibilidade, recuperação e manutenção de monumentos históricos. Além dos projetos de infraestrutura, uma das prioridades do Governo do Estado é a criação de novas unidades habitacionais para manter os antigos moradores na região. Cerca de R$ 3 milhões estão sendo investidos na reforma de três casarões, localizados nas ruas São Francisco e 7 de Novembro, para atender a população vulnerável da região
A Companhia de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Conder), por meio da Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas), é responsável pela elaboração e execução de projetos na área de habitação social. De acordo com superintendente operacional do órgão, Milton Melo, os imóveis são completamente reformados. “A partir desse serviço de revitalização, são criadas unidades habitacionais com novas instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, que beneficiarão 26 famílias, com toda a estrutura adequada e condições digas para que essas pessoas possam viver bem.”
As reformas fazem parte do Programa de Habitação de Interesse Social (Phis), que visa a recuperação de imóveis que se encontram em ruínas, desocupados ou subutilizados para uso habitacional de pessoas em estado de vulnerabilidade social, como explica a superintendente de planejamento da Dircas, Tânia Barros. “O Governo do Estado entende que somente através de habitação nós vamos conseguir fazer uma revitalização do Centro Histórico. Mantivemos os antigos moradores, que são provenientes do aluguel social e bolsa aluguel. Depois de receberem os imóveis, eles passam a administrar os custos dos serviços essenciais e a manutenção dos imóveis”.
A reforma dos casarões é uma oportunidade de mudança na vida de pessoas como a cabeleireira Ednalva Oliveira, que está aguardando com felicidade a conclusão da obra. “Minha expectativa é grande. Sou nascida e criada no Pelourinho e sempre foi meu desejo continuar morando aqui. Fico muito feliz porque a obra já está bem avançada. Será uma mudança muito grande. Com a casa própria e sem pagar aluguel, eu vou poder me estabilizar financeiramente. Vou conseguir poupar dinheiro para investir num negócio próprio”, afirma.

Famílias já atendidas
Outras famílias residentes no Centro Antigo de Salvador já vêm sendo atendidas pelo Governo do Estado. Em 2012, 107 unidades habitacionais do Conjunto Nossa Senhora do Pilar, na Cidade Baixa, foram entregues. A Dircas/Conder também fez reforma de casarões do Centro Histórico, que estavam abandonados ou em ruínas, para a produção de 36 unidades habitacionais destinadas aos servidores públicos, participantes do Programa Habitacional de Servidor Público (Prohabit), e 83 novas moradias, que foram entregues para antigos moradores que recebiam aluguel social.
Para a aposentada Jandira Carvalho, que recebeu uma unidade no fim de 2016, a transição para o novo imóvel foi a realização de um sonho. “Antes, eu vivia muito aborrecida porque não tinha onde morar. Apesar de receber o auxílio aluguel, eu morava em um lugar onde não tinha um banheiro só meu, o que era o meu sonho. Também não tinha um espaço em que eu pudesse dormir e acordar na hora que eu quisesse. Eu tenho 70 anos, sou aposentada e aquela era uma realidade muito difícil pra mim. Estou muito feliz agora. Nunca estive tão bem”.
Com informações da Secom Ba.  17/05/2017

Governo do MS fornece carne podre para comunidades indígenas

Direitos humanos  🐴

Empresa repassa para índios carne podre ‘que nem cachorro come’“. A reportagem afirma que a empresa escolhida pelo governo estadual para fornecer cestas básicas tem levado carne podre para aldeias Terena na região dos municípios de Aquidauana, Anastácio e Miranda.

Izabela Sanchez
De Olho nos Ruralistas

foto - ilustração/FNEEI
O jornal Top Mídia News denunciou uma situação degradante para comunidades indígenas Terena em Mato Grosso do Sul: “Empresa repassa para índios carne podre ‘que nem cachorro come’“. A reportagem afirma que a empresa escolhida pelo governo estadual para fornecer cestas básicas tem levado carne podre para aldeias Terena na região dos municípios de Aquidauana, Anastácio e Miranda.
As cestas são fornecidas pela Secretária de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho. Elas já foram alvo de críticas pelo Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), pela negligência junto às comunidades indígenas no estado. O Ministério Público Federal no Mato Grosso do Sul teve de intervir e firmar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que as cestas chegassem até as áreas retomadas pelos Guarani Kaiowá. Essas terras são reivindicadas como tradicionais, mas não foram demarcadas pela União.
Contrato de R$ 8,5 milhões Os indígenas contam que estão recebendo carne podre que “até os cachorros se recusam a comer”. A equipe do jornal visitou os locais e constatou a situação. A empresa que fornece as cestas básicas para as aldeias da região de Aquidauana, segundo o portal, é a Tavares & Soares Ltda, nome fantasia Farturão Alimentos. O contrato foi renovado em agosto de 2016, com vigência de um ano e valor total de R$ 8,5 milhões.
O Top Mídia News informa: – A carne entregue na última cesta básica enviada em 3 de maio chegou já fora do prazo de validade. Os indígenas mostraram à reportagem a embalagem fechada, com a validade de 1º de maio, dois dias antes da entrega. A carne apresentou visual apodrecido, cheio de sebo. Ao abrir o pacote foi constatado o odor de podridão.
Os Terena contam que tentaram ferver o alimento para tirar o cheiro. “Mas a carne é podre. Não serve para consumo. Demos para os cachorros, mas nem eles quiseram comer”. Segundo o jornal, foi sugerida a troca da carne por sardinhas em lata, na tentativa de “resolver o problema”.
A reportagem relata que o arroz e o feijão também apresentaram má qualidade. “Em algumas das cestas básicas o arroz entregue continha carunchos e corós, conforme o vídeo realizado pelos moradores da aldeia”, descreveu o jornal. “Os grãos do feijão carioquinha apresentam coloração totalmente pretejada, inclusive interno”.
Consea viu a tragédia humana Após visita ao Mato Grosso do Sul, o Consea produziu este ano um relatório com críticas ao papel do governo estadual no atendimento às comunidades indígenas, em especial as Guarani Kaiowá. O relatório afirma que o estado é palco de uma tragédia humana. De Olho nos Ruralistas contou aqui esta história: “Consea relaciona ‘tragédia humana’ dos Guarani Kaiowá ao agronegócio“.
“Apesar desse Inquérito Civil, o governo estadual deixou de entregar cestas de alimentos para famílias que residem em áreas de retomada, alegando que vivem em áreas não regularizadas”, afirmou a presidente do Consea, Maria Emília Lisboa Pacheco.
O documento deu atenção especial à situação das crianças Kaiowá, que enfrentam a desnutrição, a falta de políticas de saúde e a marginalização da educação pública. O Consea cita dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional sobre a desnutrição de crianças menores de 5 anos. No município de Antônio João, um dos principais cenários de conflitos com fazendeiros, as crianças apresentaram um déficit de altura em relação à idade de 24,6%.
Fonte - Revista Amazônia  17/05/2017

Fórum climático alerta que limitar temperatura é questão de sobrevivência

Meio ambiente  🌏

Para os países-membros do fórum, cumprir com a meta de 1,5 graus é simplesmente uma questão de sobrevivência", declarou Debasu Bayleyegn Eyasu, que comanda a Direção de Coordenação de Mudança Climática do Ministério de Meio Ambiente da Etiópia, país que preside atualmente o CVF.Eyasu acrescentou que já está ocorrendo "significativo impacto climático" com o atual nível de aquecimento.

Da Agência EFE - Ag.Brasil
foto - ilustração
O Fórum de Vulnerabilidade Climática (CVF), grupo que reúne 50 nações especialmente vulneráveis ao aquecimento global, advertiu hoje (17) em Bonn, na Alemanha, que limitar esse fenômeno a um máximo de 1,5 graus centígrados é "questão de sobrevivência". A informação é da Agência EFE.
"Para os países-membros do fórum, cumprir com a meta de 1,5 graus é simplesmente uma questão de sobrevivência", declarou Debasu Bayleyegn Eyasu, que comanda a Direção de Coordenação de Mudança Climática do Ministério de Meio Ambiente da Etiópia, país que preside atualmente o CVF.
Eyasu acrescentou que já está ocorrendo "significativo impacto climático" com o atual nível de aquecimento. Ele falou em entrevista transmitida pela internet e realizada em Bonn, onde ocorre a reunião dos países do Acordo de Paris para preparar a próxima Conferência do Clima, marcada para novembro nessa cidade alemã.
Um aquecimento adicional "não fará mais do que aumentar os riscos de impactos graves, generalizados e irreversíveis", afirmou.
A presidência etíope destacou que apesar dos graves riscos que enfrentam, os países-membros do CVF, que representam mais de 1 bilhão de pessoas nos cinco continentes, veem em uma "ambiciosa ação climática a oportunidade para prosperar".
"Temos enorme déficit em ação climática", advertiu Emmanuel M. De Guzman, da Comissão de Mudança Climática do Escritório da Presidência das Filipinas, país que precedeu a Etiópia à frente do CVF.
Segundo De Guzman, enquanto existe a possibilidade de frear a mudança climática é preciso aproveitá-la, pois "o fracasso não é uma opção". Para ele, são necessárias ações imediatas e drásticas.
"Os 1,5 graus são nosso limite de oportunidade e esperança", acrescentou.
Segundo Eyasu, "a ação climática pode reduzir riscos, limpar o ambiente, gerar novos trabalhos verdes, limitar a instabilidade econômica e potencializar o uso sustentável de recursos nacionais".
A falta de uma ambiciosa ação climática, disse, "prejudicará muito seriamente" o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, a chamada universal à adoção de medidas para pôr fim à pobreza, proteger o planeta e garantir que todas as pessoas gozem de paz e prosperidade
Fonte - Agência Brasil  17/05/2017

terça-feira, 16 de maio de 2017

Lançado no Peru o trem de Cruzeiro de Luxo Belmond Andean Explorer

Turismo Ferroviário  🚃

Operando na rede PeruRail entre Cusco e Arequipa,o Belmond Andean Explorer oferece uma viagem com o cenário mais deslumbrante do mundo ", suas generosas janelas panorâmicas oferecem uma visão constante dos Andes.

Do Railway Gazette
Railway Gazette
Operador de trem de cruzeiro e hotel Belmond,lançou em 4 de maio no Peru o que ele descreve como "o primeiro trem dormitório de luxo da América do Sul".
Operando na rede PeruRail entre Cusco e Arequipa,o Belmond Andean Explorer oferece uma viagem com o cenário mais deslumbrante do mundo ", suas generosas janelas panorâmicas oferecem uma visão constante dos Andes.
A composição com 16 carros,pode acomodar até 48 passageiros,oferecendo quatro tipos de alojamentos com cama de casal, twin ou beliche, cada um equipado com sanitário completo.

Railway Gazette
O design de interiores é inspirado na textura de tecidos peruanos feitos à mão, bem como pelos "tons suaves de lã de alpaca",diz Belmond.
A composição também inclui um carro spa, um lounge carro com um bar e piano de cauda, ​​e dois carros restaurantes servindo pratos preparados a partir de ingredientes de origem local com receitas criadas por chefs do Hotel Belmont Monasterio em Cusco. O carro de observação no final da composição tem uma varanda aberta que permite aos passageiros "respirar o ar fresco dos Andes" enquanto apreciam a vista.
Com informações da Railway Gazette  16/05/2017

Núcleo de Ópera da Secult ensaia apresentação sobre terreiros para 50 anos do Ipac

Arte & Cultura  🎼

O maestro do NOP, Aldo Brizzi, a pedido do Ipac, está compondo ‘Ópera dos Terreiros’, que terá o libreto escrito pelo secretário estadual da Cultura, Jorge Portugal. “Ele teve uma ideia maravilhosa ao unir a ópera com a cultura dos terreiros de candomblé. Vai ser muito forte, bonito e baiano. Só na Bahia se pode fazer uma ópera assim e depois levar para o mundo tudo isso.

Da Redação
foto - Carlos Lopes
Em comemoração ao cinquentenário do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), em setembro deste ano, o Núcleo de Ópera (NOP) da Bahia está ensaiando a ‘Ópera dos Terreiros’, com a participação dos terreiros tombados pelo órgão. A novidade foi anunciada na abertura da 15ª Semana de Museus Dimus/Ipac, no Palácio da Aclamação, em Salvador, que integra a Diretoria de Museus do Ipac (Dimus/Ipac).
O maestro do NOP, Aldo Brizzi, a pedido do Ipac, está compondo ‘Ópera dos Terreiros’, que terá o libreto escrito pelo secretário estadual da Cultura, Jorge Portugal. “Ele teve uma ideia maravilhosa ao unir a ópera com a cultura dos terreiros de candomblé. Vai ser muito forte, bonito e baiano. Só na Bahia se pode fazer uma ópera assim e depois levar para o mundo tudo isso. Todos os ensaios estão sendo aqui no Palácio da Aclamação, e a apresentação será no dia 15 de setembro, na Praça das Artes, no Pelourinho”, enfatizou o regente.
Durante a mesa redonda, na segunda-feira (15), com músicos do NOP e o chefe de gabinete do Ipac, Ivan Teixeira, representando o diretor do instituto, João Carlos de Oliveira, foi anunciada a temporada 2017 do Núcleo, que faz residência artística no Palácio da Aclamação desde janeiro deste ano. “Primeiro vamos ter o ‘Oratório de Santo Antônio’ em forma de “ópera junina”, no Solar Ferrão, no Pelourinho, nos dias 11, 12 e 13 de junho”, disse Brizzi.
O evento foi realizado pela ONG Roda Baiana e Com Arte Produções Artísticas com apoio do Ipac e patrocínio do Banco do Nordeste e do Ministério da Cultura (MinC). O lançamento da 15ª Semana de Museus contou com apresentação de várias da Ópera Treemonisha, que na temática trata do respeito à diversidade racial, o papel da mulher na sociedade, a importância da educação e da instrução.
Em fevereiro deste ano, o NOP lançou a programação anual de ensaios e apresentações artísticas no Palácio da Aclamação, com a presença do cantor e compositor Gilberto Gil, padrinho do Núcleo, além de integrantes do Cortejo Afro. O núcleo é formado por cerca de 70 músicos, cantores e bailarinos e fez a estreia mundial da versão em português da ópera Treemonisha, com orquestração de Aldo Brizzi, no último dia 26 de janeiro no Teatro Castro Alves (TCA.

Semana de Museus 
Temporada cultural coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) que acontece anualmente em comemoração ao Dia Internacional dos Museus (18 de maio), a 15ª Semana de Museus acontece até o próximo domingo (21) nos diversos museus do Brasil, com a temática ‘Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus’. O evento envolve mais de mil museus, oferecendo ao público três mil atividades especiais como visitas mediadas, palestras e oficinas. Acompanhe a programação dos museus do Estado no blog da Dimus/Ipac. Mais informações sobre a temporada no NOP estão disponíveis no site do Ipac.
Com informações da Secom Ba.  16/05/2017

Governos do estado e municipal estudam integração de tarifas de ônibus e metrô em Forteleza e RMF

Transportes sobre trilhos  🚏

Anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana (PT) durante inauguração do penúltimo terminal da Linha Sul do Metrô de Fortaleza (Metrofor). Com obras iniciadas em 1999, uma estação do trecho segue com canteiro paralisado.

O Povo
foto - ilustração
Ônibus e metrô devem ganhar integração temporal e tarifária em Fortaleza e Região Metropolitana (RMF). Prefeitura e Governo do Estado estudam parceria para usuário usar mesma passagem nos dois meios. Com data ainda indefinida, objetivo da mudança é reduzir as lotações nos coletivos, facilitar transporte intermunicipal e aumentar a demanda no modal metroviário. Anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana (PT) durante inauguração do penúltimo terminal da Linha Sul do Metrô de Fortaleza (Metrofor). Com obras iniciadas em 1999, uma estação do trecho segue com canteiro paralisado.
A estação Juscelino Kubitschek (JK), entregue ontem no bairro Demócrito Rocha, fazia parte de pacote de obras previstas para a Copa do Mundo de 2014. Além dela, a Padre Cícero, no Damas, teve prazo antecipado em virtude do torneio de futebol. O terminal na avenida José Bastos está com 60% das obras concluídas. Contudo, a conclusão depende de novo processo licitatório, já que o contrato inicial foi rescindido, explicou o governador. Após a decisão do leilão, prazo para término da construção varia entre seis e oito meses.
O equipamento inaugurado ontem foi comemorado pela população. Ao longo dos anos de obra, moradores da região reclamam da insegurança e abandono da área. “Além do transporte mais fácil para o Centro, vai ter mais gente passando por aqui. Antes era muito deserto, isso facilitava os assaltos”, comentou o aposentado João Batista, de 60 anos.
A estação JK também deve provocar mudanças no sistema metroviário da Capital. O horário de funcionamento do metrô será estendido por mais uma hora, iniciando às 5h30min e seguindo até as 20 horas. Segundo o chefe do executivo estadual, plano é aumentar, futuramente, atividades até 21 horas. Além disso, o intervalo entre os trens será reduzido. Atualmente, usuários esperam, em média, 20 minutos. Demora será diminuída para 17 minutos. Intenção é de que espera não passe de dez minutos até o fim do ano.
“Estamos discutindo com a Prefeitura, mas já compramos o sistema para integração. Temos 19 mil pessoas usando o metrô, mas a possibilidade desse equipamento é muito maior, portanto, a integração vai permitir um fluxo maior de usuários”, explicou o governador. Conforme O POVO apurou, as negociações para a integração estão mais adiantadas em relação ao transporte público intermunicipal. Numa segunda etapa, previsão é de que será anunciada integração na Capital.
Iniciada em novembro de 2013, as obras da linha Leste, do Metrô seguem sem prazo para retomada. Paralisação ocorreu no início de 2015, após reformulação societária entre os envolvidos no consórcio. Camilo Santana justificou demora afirmando que Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDS) liberou R$ 1 milhão em financiamento, mas projeto carece da parte firmada pelo Governo Federal. “O apelo que tenho feito é que o Governo Federal cumpra sua obrigação contratual, um compromisso assinado em relação aos recursos ainda no governo Cid”, criticou.

Obras do VLT
Também atrasada desde a Copa do Mundo de 2014, as obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) entrarão em nova etapa neste mês. O governador adiantou nesta segunda que até o fim de maio dará início à operação assistida no trecho Parangaba-Borges de Melo. Nesta fase, o sistema é usado gratuitamente pelos usuários para teste. Previsão é de que até dezembro o VLT circule no trecho Parangaba-Papicu. “O grande problema do VLT é no Lagamar. São mais de 2,5 mil famílias que têm negociado a desapropriação. Nossa meta é no primeiro semestre do ano que vem terminar até o Mucuripe”, projetou o governador.
Camilo Santana criticou novamente a falta de política nacional de segurança pública no País. “Minha crítica não é a este governo, é há décadas que não se construiu uma política de segurança neste País”, afirmou.
Para ele, ausência de ação do Governo Federal permitiu a expansão do crime no Brasil. “Hoje, a polícia prende e a Justiça manda soltar. Tem que ter uma coordenação e quem tem que puxar é o Governo Federal”.
Fonte - Revista Ferroviária  16/05/2017

Inteligência e determinação

Ponto de Vista  🔍

Ambas as iniciativas garantem a pressão do movimento sindical e dos seus aliados (CNBB, OAB, OIT, judiciário, juventude e movimentos sociais) contra as “deformas” e interferem no arranjo das forças políticas nas duas casas do Congresso, dispostas a votar (com restrições) os projetos do governo e de seus líderes e relatores.

João Guilherme Vargas Netto*
foto - ilustração
É preciso dar a maior força à vigília sindical no Congresso, no dia 17 de maio e à marcha à Brasília, do dia 24.
Ambas as iniciativas garantem a pressão do movimento sindical e dos seus aliados (CNBB, OAB, OIT, judiciário, juventude e movimentos sociais) contra as “deformas” e interferem no arranjo das forças políticas nas duas casas do Congresso, dispostas a votar (com restrições) os projetos do governo e de seus líderes e relatores.
Esta pressão repercute a vitória da greve geral de 28 de abril e leva em conta as situações específicas no Senado e na Câmara, às voltas, respectivamente, com as “deformas” trabalhista e previdenciária e com um cronograma apertado.
O Congresso Nacional representa hoje o principal ponto de apoio do governo Temer com sua correlação de forças muito desfavorável aos trabalhadores e à sua resistência, mas com contradições internas muito fortes (além do antagonismo entre base de apoio e oposição).
O outro ponto de apoio forte do governo é o mercado, com suas exigências neoliberais fundamentalistas e a mídia, que repercute e amplifica tais imperativos.
A pressão no Congresso leva em conta essa dupla dependência, mas atende principalmente às expectativas da base sindical, dos trabalhadores e dos aliados e conforta a resistência oposicionista.
No Senado, o governo e suas lideranças acenam com um acordo em que os senadores, aprovando literalmente o texto já aprovado pela Câmara, façam vitoriosa a “deforma” trabalhista que seria, em seguida, modificada em vários pontos por meio de vetos presidenciais e com a edição de medida provisória.
É um Frankenstein de bom tamanho, contestado até mesmo pelos tucanos, mas que se ficar de pé garantirá ao governo o cumprimento quase completo daquilo que um neoliberal alucinado (o deputado Marinho) conseguiu que a Câmara aprovasse, até mesmo com o fim do imposto sindical.
O êxito dessa manobra no Senado daria força para que o governo, na Câmara, na “deforma” previdenciária que exige quórum qualificado, arrebanhasse os, no mínimo, 308 votos necessários. Paralelamente, o governo tem premiado os submissos e punido os resistentes e faz propaganda a rodo em seus 100 dias, mesmo com a popularidade baixíssima, escândalos, ridículos e isolamento.
É para enfrentar essa situação nestes terrenos desfavoráveis que o movimento sindical deve privilegiar sua pressão unitária, exercida com conhecimento de causa, com inteligência e determinação.
*João Guilherme Vargas Netto, consultor sindical
Fonte - Portogente  16/05/2017

Falta de energia na linha 1 do Metrô de SP causa transtornos a passageiros

Transportes sobre trilhos  🚇

Muita gente esperou mais tempo do que o normal para conseguir embarcar, já que o número de catracas de acesso às plataformas foi reduzido, e teve atraso para chegar ao trabalho ou a outros compromissos. Mas por volta das 8h45, o movimento já voltava à normalidade, informou a companhia do Metrô.

Marli Moreira
Repórter da Agência Brasil
foto - ilustração
Os trens do Metrô da Linha 1-Azul, que liga as zonas norte e sul, tiveram redução de velocidade por causa da falta de energia elétrica entre as 5h56 e 7h da manhã de hoje (16). A medida provocou acúmulo de passageiros, afetando também o fluxo de usuários na linha 3-Vermelha (na ligação leste-oeste).
Muita gente esperou mais tempo do que o normal para conseguir embarcar, já que o número de catracas de acesso às plataformas foi reduzido, e teve atraso para chegar ao trabalho ou a outros compromissos. Mas por volta das 8h45, o movimento já voltava à normalidade, informou a companhia do Metrô.
A empresa esclareceu que a falta de energia, por razões ainda a serem apuradas, foi registrada em dois pontos da Linha 1-Azul: no trecho entre as estações Jabaquara e Praça da Árvore, na zona sul, e entre as estações Vergueiro e Sé, na região central. “Cabe considerar que o tempo de viagem estendeu-se além do habitual em decorrência do reflexo dessa ocorrência na circulação dos trens e estações”, explicou por meio de nota a companhia do Metrô.
Com pane em horário de pico, as estações onde o fluxo de passageiro é sempre maior ficaram superlotadas. É o caso dos terminais de tucuruvi e de Santana, na zona norte, e estações da Sé e da Luz, na região central, no mesmo ramal. Nesta última, além de permitir a conexão com a Linha Amarela, que liga esta região ao Butantã, na zona sudoeste, os usuários têm acesso ao transporte feito pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).
O Metrô informou que, por medida de segurança, diminuiu também a velocidade dos trens da linha 3-Vermelha, com restrição de acesso às plataformas mais movimentadas, para evitar a lotação excessiva de passageiros. Essa medida foi tomada porque grande número de usuários faz conexões com a linha 1-Azul ou desembarca na mesma estação dos passageiros deste ramal afetado.
Fonte - Agência Brasil  16/05/2017

Inaugurada a estação JK da linha Sul do Metrô de Fortaleza

Transportes sobre trilhos  🚇

Nesta segunda-feira (15), o governador Camilo Santana formalizou o início de funcionamento da estação Juscelino Kubitschek, localizada na Avenida João Pessoa, no encontro com rua Alagoas, no bairro Damas. Esta é a 19ª estação da Linha Sul.

Metrofor 
divulgação/Metrofor
Um novo caminho do Metrô de Fortaleza foi inaugurado pelo Governo do Ceará. Nesta segunda-feira (15), o governador Camilo Santana formalizou o início de funcionamento da estação Juscelino Kubitschek, localizada na Avenida João Pessoa, no encontro com rua Alagoas, no bairro Damas. Esta é a 19ª estação da Linha Sul.
Acompanhado por lideranças políticas e imprensa, o chefe do Executivo realizou, no início da manhã, o trajeto de metrô partindo da Estação José de Alencar, no Centro, até a Estação Juscelino Kubitschek, onde participou da solenidade de inauguração do equipamento.
Para Camilo Santana, o desenvolvimento do meio de transporte na Capital traz uma opção mais moderna, segura e capaz de otimizar o cotidiano da população de Fortaleza e da Região Metropolitana. Ele afirmou ainda que o trabalho do governo - por meio de ações da Secretaria da Infraestrutura (Seinfra) - será cada vez mais de trazer novos mecanismos e logísticas ao Metrofor, com o objetivo de estender o serviço para mais usuários.
"Este equipamento vem para beneficiar comunidades dos bairros como Damas, Montese e Parangaba. O metrô é um transporte rápido, seguro e confortável. Nenhuma cidade, capital ou país no mundo cresceu sem desenvolver seu sistema metroviário. Queremos completar todas as estações da Linha Sul, temos trabalhado para diminuir o tempo de viagem e também vamos nos empenhar para promover a integração entre metrô e ônibus, com o objetivo de aumentar o número de passageiros beneficiados pelo sistema de transporte público", disse.
Estiveram em comitiva com o governador o secretário da Infraestrutura, Lucio Gomes, o vice-prefeito de Fortaleza, Moroni Torgan, o presidente do Metrofor, Eduardo Fontes Hotz, os deputados federais Chico Lopes, Odorico Monteiro e Leônidas Cristino, os deputados estaduais Tin Gomes, Evandro Leitão, Robério Monteiro, Jeová Mota e Tomaz Holanda, o secretário da Regional IV, Francisco Sales, e os vereadores Raimundo Filho, Michel Lins, Acrísio Sena, Benigno Júnior, Didi Mangueira, Larissa Gaspar, Marília do Posto e Evaldo Costa.
Com área total de 3.200,56 metros quadrados, a estação Juscelino Kubitschek é composta por andar térreo, mezanino e plataformas elevadas. No térreo estão localizadas as bilheterias e as catracas eletrônicas. As salas técnicas e operacionais da unidade se encontram no mezanino. As plataformas elevadas são destinadas ao embarque dos passageiros para as demais estações da Linha Sul.
A estação é equipada com todos os itens dos sistemas de telecomunicações e de bilhetagem eletrônica presentes nas demais unidades, incluindo 20 câmeras de monitoramento, central de acompanhamento das imagens, equipamentos para avisos sonoros, itens de rádio digital - para uso dos profissionais operadores e de segurança - e instalações de fibra ótica para transmissão de dados em qualidade digital. Dois elevadores e quatro escadas rolantes complementam a estrutura física da unidade.
O estudante universitário Wellington Moraes, 37, integra hoje a média de 19 mil cearenses que são contemplados com os serviços de metrô em Fortaleza diariamente. Para ele, a inauguração da nova unidade traz mais agilidade na hora de recorrer a atividades no Centro, além de garantir mais segurança na região do Bairro Damas. "Com o metrô, se evita a lotação dos ônibus, o trânsito congestionado e faz com que a população tenha conforto e chegue mais rápido onde se quer", avaliou.

Mais velocidade e estrutura
A estação JK terá percurso de metrô com duração aproximadamente 26 minutos até a estação Carlito Benevides (Pacatuba), 22 minutos até a estação Maracanaú (no centro do município) e nove minutos até a estação José de Alencar, no Centro. Camilo Santana afirma que a diminuição no tempo de viagem é plano que conta com dedicação da Seinfra.
"Temos trabalhado para diminuir o tempo de um trem para o outro. Começamos no Metrofor com viagens de cerca de 30 minutos. Diminuímos para a marca dos 20 minutos hoje, vamos diminuir em breve para 17 minutos e a nossa meta é chegar em nove minutos, para que as pessoas não possam esperar muito tempo pelo trem", destacou.

Integração e mais passageiros
Titular da Seinfra, Lúcio Gomes recorda que a Linha Sul do Metrô de Fortaleza encerrou o ano passado com quase 800 mil passageiros a mais em relação a 2015 (5,4 milhões contra 4,6 milhões), o que representa um crescimento de 17%. Ele garante que em 2017 a expectativa é de números ainda melhores, por conta da finalização de mais obras metroviárias e também de novas ações do Governo do Ceará.
Governador e secretário reforçam que há planos do Executivo para integrar os sistema de ônibus com o metrô para Fortaleza e Região Metropolitana. Segundo o Governo do Ceará, isso deve ampliar o número de usuários diários do metrô de 19 mil para uma quantidade entre 40 e 50 mil passageiros. "Queremos que, com o mesmo bilhete, o cidadão utilize o ônibus e o metrô. Estamos trabalhando isso junto com a Prefeitura de Fortaleza, buscando soluções", disse Camilo Santana.
"A nova estação é um passo a mais para a população de Fortaleza e Região Metropolitana. Como nós estamos integrados com o Bilhete Único, um novo passo que virá é a integração do sistema de ônibus com o sistema metropolitano. Logo mais nós também vamos disponibilizar, em operação assistida, um trecho da estação da Parangaba até a estação da Borges de Melo com VLT (Veículo Leve sobre Trilhos). Vamos desenvolver cada vez mais esse modal, garantindo mais segurança e conforto aos cidadãos", complementou Lucio Gomes.
Fonte - Metrofor  15/05/2017

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Redução da velocidade é tema de campanha mundial

Trânsito  🚗

Em uma das ações da Semana, a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) convidou diversos especialistas para responderem dúvidas frequentes sobre os perigos e consequências da velocidade excessiva no trânsito.

Mariana Czerwonka - Portal do Trânsito
foto - ilustração
O apelo é mundial: reduzir a velocidade para salvar vidas. Esse foi o tema da 4ª Semana Mundial das Nações Unidas sobre Segurança no Trânsito, que mostra novamente o alerta da Organização Mundial da Saúde do quanto às lesões e mortes no trânsito impactam nos sistemas de saúde pública.
Etienne Krug, diretor de Prevenção da Violência, Lesões e Incapacitações da OMS, explica que, quanto maior a velocidade, maior a probabilidade mortes no trânsito. “Se um veículo anda a 50 km/h e toca em um pedestre, a probabilidade de morte vai ser de 20%”, afirma. No entanto, se a velocidade de uma via for de 80 km/h, a probabilidade de óbito acaba triplicando (quase 60%). “É por isso que dedicamos a Semana das Nações Unidas sobre Segurança no Trânsito à velocidade, porque é tempo de agir e sabemos o que temos que fazer”, comenta Krug.
Em uma das ações da Semana, a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) convidou diversos especialistas para responderem dúvidas frequentes sobre os perigos e consequências da velocidade excessiva no trânsito. Dentre eles, o especialista em trânsito e diretor do Portal do Trânsito, Celso Alves Mariano, o representante da OPAS/OMS no Brasil, Joaquín Molina, o professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília (UnB) David Duarte Lima, além do sociólogo Eduardo Biavatti, entre outros.
*Celso Mariano, que tem uma vasta experiência com educação para o trânsito, falou sobre o papel do instrutor de trânsito e do CFC nesta luta. “Na formação de condutores está uma oportunidade especial de entender a relação entre velocidade e segurança”, explicou o especialista.
A Semana das Nações Unidas é uma oportunidade única de advocacy, que contribui para atingir as metas 3.6 e 11.2 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ambas relacionadas à segurança viária. Por ocasião da Semana, a OMS lançou também a publicação “Save LIVES: a road safety technical package”, que detalha 22 medidas fundamentais baseadas em evidências consideradas mais prováveis de ter impacto nas mortes e lesões no trânsito, incluindo um item relacionado à gestão da velocidade.
Fonte - Portal do Trânsito  15/05/2017

*Assista o depoimento na íntegra.

Melhorias na acessibilidade de ruas do Centro Antigo de Salvador

Infraestrutura Urbana  ♿  🚶

Um dos principais desafios do projeto é implantar melhorias na acessibilidade em vias antigas de Salvador. Nossa proposta é buscar em conjunto soluções para garantir a todos os cidadãos o direito de transitar com segurança e conforto pelo Centro Antigo de Salvador”, declara o gestor da Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas/Conder), Maurício Mathias, responsável pela execução do projeto.

Da Redação
foto - ilustração
A Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Conder) e a Superintendência dos Direitos da Pessoa com Deficiência, da Secretaria Estadual de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (Sudef/SJDHDS) iniciam parceria para implementar melhorias na acessibilidade nas ruas do centro da cidade, que estão sendo requalificadas com o projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador’, do Governo do Estado.
“Um dos principais desafios do projeto é implantar melhorias na acessibilidade em vias antigas de Salvador. Nossa proposta é buscar em conjunto soluções para garantir a todos os cidadãos o direito de transitar com segurança e conforto pelo Centro Antigo de Salvador”, declara o gestor da Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas/Conder), Maurício Mathias, responsável pela execução do projeto.
A parceria entre as duas instituições já rendeu resultados positivos, a exemplo do projeto ‘Pelô Acessível’, circuito de 1,3 quilômetros de extensão, numa área que vai do Terreiro de Jesus ao Largo do Pelourinho, onde foram instalados rampas de acessibilidade, piso tátil e travessias de pedestres.
“Importante é verificar a preocupação do Governo do Estado com o direito do ir e vir de todos os cidadãos. As pessoas devem entender que as calçadas acessíveis não vão beneficiar apenas o cadeirante, mas outras pessoas com dificuldade de locomoção, como crianças e idosos”, lembra o superintendente dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Sudef/SJDHDS), Alexandre Baroni. Para ele, com esse novo projeto, será possível democratizar a mobilidade da região.

Pelas Ruas
O projeto foi planejado para ser executado por etapas, simultaneamente, em diferentes pontos do Centro Antigo. Assim, os bairros próximos foram interligados por cinco lotes, sendo quatro já iniciados. Um investimento de R$ 124 milhões.
Aos poucos, as calçadas danificadas, obstáculos para quem quer circular pela região do Centro Antigo de Salvador, vão sendo alargadas, ganhando rampas de acessibilidade, piso tátil, travessias para pedestres, 13 km de ciclofaixas, além de faixa de serviços ao longo do passeio, onde deverão ser alocados postes, lixeiras e dispositivos de sinalização para facilitar o acesso de pedestres e pessoas com necessidades especiais.
Com informações da Sedur Ba.  15/05/2017

Mostra de Cinema e Direitos Humanos começa esta semana em Salvador

Direitos Humanos   👫

A ideia é ampliar os espaços de debate e discussão, por meio da linguagem cinematográfica, disseminando o exercício da solidariedade e do respeito às diversidades. Além de Salvador, a Mostra passará por centros culturais, escolas, instituições públicas e privadas do Distrito Federal e das outras 25 capitais do País. A expectativa é receber um público de 30 mil em todo o Brasil.

Da Redação
foto - ilustração
Com o apoio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado (SJDHDS), acontece desta quarta-feira (17) ao próximo dia 22, na Sala Walter da Silveira, localizada na Biblioteca Pública do Estado (Barris), em Salvador, a 11ª edição da Mostra de Cinema e Direitos Humanos, que busca promover a cultura e educação em Direitos Humanos.
A ideia é ampliar os espaços de debate e discussão, por meio da linguagem cinematográfica, disseminando o exercício da solidariedade e do respeito às diversidades. Além de Salvador, a Mostra passará por centros culturais, escolas, instituições públicas e privadas do Distrito Federal e das outras 25 capitais do País. A expectativa é receber um público de 30 mil em todo o Brasil.
Na abertura, nesta quarta, às serão exibidos dois curtas – ‘Depois Que Te Vi’, de Vinícius Saramago, sobre direito das pessoas com deficiência; e ‘De Que Lado Me Olhas’, de Ana Carolina de Azevedo e Helena Sassi, que foca na diversidade sexual e cidadania LGBT. A exibição dos os outros acontecem sempre a partir das 14h.
Nesta edição, 29 filmes – entre curtas, médias e longa-metragens – compõem o circuito principal, que será dividido em três mostras -Panorama, com 17 produções sobre pessoas com deficiência, negros, idosos e população LGBT; Temática, que abordará questões de gênero em sete títulos; e Homenagem, com foco na obra da cineasta Laís Bodansky, com os cinco trabalhos selecionados tendo relevância em discussões sobre igualdade e direitos de oportunidade. A novidade deste ano é a 'Mostrinha', que exibirá oito curta-metragens para o público infanto-juvenil.
Com informações da Secom Ba.  15/05/2017

Travessia Maritima Salvador/Itaparica pelo sistema Ferry-Boat nesta segunda (15)

Travessia Marítima  🚢

Agora a tarde o sistema Ferry-Boat, continua operando com as quatro embarcações,Anna Nery, Agenor Gordilho, Zumbi dos Palmares e Juracy Magalhães Jr.,com saídas nos horários regulares,de hora em hora.Viagens extras podem ocorrer com o aumento da demanda.

Da Redação
foto - ilustração/arquivo
De acordo com informações da  ITS,administradora e operadora do sistema Ferry-Boat que realiza a travessia entre a ilha de Itaparica e Salvador,durante a manhã desta segunda-feira (15),estiveram em operação as embarcações quatro embarcações Anna Nery, Agenor Gordilho, Zumbi dos Palmares e Juracy Magalhães Jr., com saídas de hora em hora.O fluxo de passageiros e veículos foi tranquilo nos dois terminais,em São Joaquim e Bom Despacho.
Agora a tarde o sistema Ferry-Boat, continua operando com as quatro embarcações,Anna Nery, Agenor Gordilho, Zumbi dos Palmares e Juracy Magalhães Jr.,com saídas nos horários regulares,de hora em hora.Viagens extras podem ocorrer com o aumento da demanda.O movimento de passageiros e veículos está tranquilo nos dois terminais,em São Joaquim e Bom Despacho até o momento.
O sistema opera também com o serviço de Hora Marcada,os usuários que optarem pelo serviço deverão consultar antecipadamente o site da ITS (internacionaltravessias) para consultar a disponibilidade de vagas para embarque e reservas de passagens compagamento efetuado por cartões de credito e débito
Mais informações através dos contatos Tel 071 3032-0475 e pelo cac@internacionaltravessias.com.br.
Com informações da ITS  15/05/2017

domingo, 14 de maio de 2017

Especialistas combatem mito de que redução da velocidade aumenta trânsito em entrevista à ONU

Trânsito  🚗

Uma das questões levantadas pelos entrevistados é o impacto das lesões e mortes no trânsito sobre os sistemas de saúde pública. “Isso drena recursos que poderiam estar sendo utilizados em muitas outras áreas necessitadas”, aponta o representante da OPAS no Brasil, Joaquín Molina. Segundo o dirigente, as mortes e a quantidade de pessoas feridas também têm consequências em outras áreas, como a previdência social.

Revista Amazônia
foto - ilustração/Pregopontocom
No marco da 4ª Semana Mundial das Nações Unidas sobre Segurança no Trânsito, lembra do dia 8 a 14 de maio, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) convidou especialistas para esclarecerem dúvidas frequentes sobre os perigos da velocidade excessiva dos automóveis. As respostas estão disponíveis em vídeos curtos publicados na página da agência da ONU no Facebook e no YouTube.
Uma das questões levantadas pelos entrevistados é o impacto das lesões e mortes no trânsito sobre os sistemas de saúde pública. “Isso drena recursos que poderiam estar sendo utilizados em muitas outras áreas necessitadas”, aponta o representante da OPAS no Brasil, Joaquín Molina. Segundo o dirigente, as mortes e a quantidade de pessoas feridas também têm consequências em outras áreas, como a previdência social.
David Duarte Lima, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília (UnB), explica que a ideia de aumentar a velocidade para ganhar tempo não passa de uma ilusão.
“Foi feita uma experiência na Alemanha, com dois motoristas, e para um foi dito: ‘Olha, corra o máximo que você puder’ e para o outro, ‘Dirija na velocidade da via, se adapte às normas de segurança’. O motorista rápido e intrépido freou muito mais, correu muito mais risco e ganhou apenas 3% do tempo. É um ganho absolutamente irrisório”, afirma.
Na mesma linha, a coordenadora de Segurança Viária da WRI Brasil, Marta Obelheiro, ressalta que, muitas vezes, a redução da velocidade esbarra na “ideia equivocada” de que pode haver aumento no tempo de congestionamentos.
“Isso não acontece. Na Austrália, por exemplo, a velocidade foi reduzida de 60 km/h para 50 km/h e essa redução foi associada a um aumento dos tempos médios de viagem de apenas 9 segundos por deslocamento, ao mesmo tempo em que evitou quase 3 mil acidentes com vítimas por ano. Ou seja, as cidades podem reduzir os limites de velocidade sem aumentar os congestionamentos”, explica.
Etienne Krug, diretor de Prevenção de Violência, Lesões e Incapacitações da Organização Mundial da Saúde (OMS), explica que, quanto maior a velocidade, maior a probabilidade de lesões e mortes no trânsito. “Se um veículo anda a 50 km/h e toca em um pedestre, a probabilidade de morte vai ser de 20%”, afirma. No entanto, se a velocidade de uma via for de 80 km/h, a probabilidade de óbito acaba triplicando — chegando a quase 60%.
“É por isso que dedicamos a Semana das Nações Unidas sobre Segurança no Trânsito à velocidade, porque é tempo de agir e sabemos o que temos que fazer”, comenta Krug.
O coordenador-geral de educação do Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN) do Brasil, Francisco Garonce, desmistifica também a crença de que existe uma “indústria da multa” no país e no mundo. “É uma grande mentira. Até porque, para que essa ‘indústria’ sobreviva, você precisa cometer infrações”, argumentou. Para Garonce, seguindo a legislação e os limites de velocidade, as pessoas podem tornar o trânsito mais seguro e salvar milhares de vidas.
Victor Pavarino, consultor sobre segurança no trânsito da OPAS no Brasil, ressalta que a fiscalização é importante, mas deve vir acompanhada de outras medidas de gestão da velocidade. O especialista lembra que as medidas da OPAS incluem a modificação das vias com elementos de moderação do tráfego e o uso de tecnologias para ajudar motoristas a controlar a velocidade com que se deslocam.
Fonte - Revista Amazônia  14/05/2017