sábado, 22 de julho de 2017

Empresa espanhola apresenta projeto de geração de energia a partir do lixo

Desenvolvimento Urbano  💡

O grupo Urbaser, pertencente à empresa Firion Investimentos, é considerada uma referência mundial na área de meio ambiente, dedicado a atividades de desenvolvimento em limpeza de ruas, coleta de RSU, recuperação de tratamento, reciclagem e energia, gestão de energia integrada, gestão de áreas verdes e gestão integrada do ciclo da água.

Da Redação
Divulgação
A empresa espanhola Urbaser demonstrou interesse em implantar na Bahia usina de geração de energia a partir do lixo. A intenção foi exposta durante reunião na Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), nesta quinta-feira (21).
O grupo Urbaser, pertencente à empresa Firion Investimentos, é considerada uma referência mundial na área de meio ambiente, dedicado a atividades de desenvolvimento em limpeza de ruas, coleta de RSU, recuperação de tratamento, reciclagem e energia, gestão de energia integrada, gestão de áreas verdes e gestão integrada do ciclo da água.
Conforme a empresa espanhola, com a instalação da usina, todo o lixo depositado no aterro sanitário e os novos resíduos que forem recolhidos servirão de combustível para a geração de energia elétrica.

Atuação
Os empresários José Daniel Fernandés Moreno e Jaime Martini Bernard reforçaram o interesse em investir na Bahia na área de gestão de resíduos sólidos.
“Os representantes da Urbaser nos apresentaram a estrutura da empresa, a sua área de atuação e demonstraram muito interesse em transferir esta tecnologia, já utilizada no restante do mundo, para o Brasil, em especial para a Bahia”, disse Fábio Lucena, chefe de Gabinete da Sedur.
A Secretaria de Desenvolvimento Urbano conta com uma Diretoria de Resíduos Sólidos que tem como finalidade formular, implementar, acompanhar e avaliar a Política Estadual de Resíduos Sólidos no que tange às ações de sua implementação na esfera estadual, com vistas à gestão de resíduos sólidos em todo o território do Estado.
Com informações da Sedur Ba.  22/07/2017

Maior evento de tecnologia será sediado em Natal

Tecnologia  💻

O grupo de trabalho detalhou as estratégias para aproveitar o potencial do evento como elemento de ligação entre o mercado, os ambientes de inovação e os seus atores, a fim de criar a economia digital no Estado.O que sair da Campus Party pode ser transformado em produto de riqueza, emprego e qualidade de vida para a população

Revista Amazônia
Divulgação
O plano de ação para a Campus Party Natal foi apresentado na última quinta-feira, 20, à secretária-chefe do Gabinete Civil do Rio Grande do Norte, Tatiana Mendes Cunha. O grupo de trabalho detalhou as estratégias para aproveitar o potencial do evento como elemento de ligação entre o mercado, os ambientes de inovação e os seus atores, a fim de criar a economia digital no Estado e transformar Natal em uma cidade inteligente, humana, inovadora e sustentável.
“O que sair da Campus Party pode ser transformado em produto de riqueza, emprego e qualidade de vida para a população”, destacou o professor convidado da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Álvaro de Oliveira, que também delineou planos de execução após o evento. A condução das ações ficará a cargo da UFRN, cujo reitor em exercício, José Daniel Diniz Melo, sugeriu a criação de um calendário para reuniões periódicas do grupo de trabalho.
O Governo do Estado, por sua vez, prontificou-se a cumprir as metas e orientações que lhe couberem. O governador Robinson Faria assinará a carta de compromisso para apoio à realização da Campus Party em Natal nesta segunda-feira, 24, às 10h. A solenidade acontecerá no auditório da Governadoria, com a presença do presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia, que fará uma apresentação sobre o evento e receberá a imprensa em uma coletiva após a solenidade.
Fonte - Revista Amazônia  22/07/2017

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Monotrilho terá mais que o triplo de capacidade do BRT

Transportes sobre trilhos  🚄

O monotrilho, em comparação ao BRT para área (do ABC), é muito mais vantajoso, justamente pela ocupação do espaço no solo. O monotrilho será elevado e não vai impactar o solo, hoje já utilizado pelo trânsito. Ocupar uma duas ou três faixas com BRT resultaria em mais desapropriações e maior custo, e continuará interagindo com trânsito, cruzamento, pedestre e semáforos”, explica Karalyn Moreira.

Bruno Coelho - RD
foto - ilustração
Formato definido pelo governo do Estado de São Paulo para Linha 18-Bronze (Tamantuateí-Djalma Dutra), o monotrilho poderá transportar, por sentido e por hora, 26.120 passageiros do ABC a São Paulo e vice-versa. A projeção é da Scomi, empresa responsável pela fabricação das futuras 32 composições do ramal. Em comparação com um sistema BRT (Bus Rapid Transit), o número cairia para 7.650 usuários.
A projeção foi passada pela diretora comercial da Scomi UTSB, Karalyn Moreira, em entrevista ao canal RDtv, acompanhada pelo diretor acionista da empresa, Halan Lemos Moreira. A Linha 18, que será operada pelo Consórcio VemABC por 25 anos, terá composições com capacidade de 653 passageiros cada, com intervalos previstos de 90 segundos. Ao todo, a expectativa é que trafeguem 40 monotrilhos por sentido a cada hora.
Caso o modal fosse transferido para BRT, ideia alçada pelo prefeito de São Bernardo e presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, Orlando Morando (PSDB), no mês passado, e pelo deputado federal Alex Manente (PPS) desde janeiro ao RDtv, a Scomi avalia em uma projeção de 51 ônibus por hora e por sentido, com intervalos iguais, seriam transportados 150 usuários por veículo.
“O monotrilho, em comparação ao BRT para área (do ABC), é muito mais vantajoso, justamente pela ocupação do espaço no solo. O monotrilho será elevado e não vai impactar o solo, hoje já utilizado pelo trânsito. Ocupar uma duas ou três faixas com BRT resultaria em mais desapropriações e maior custo, e continuará interagindo com trânsito, cruzamento, pedestre e semáforos”, explica Karalyn Moreira.
Os executivos defendem que o monotrilho, por ser em vias elevadas, causa menor impacto ambiental, visual e sonoro em comparação com o BRT, por exemplo, além de não sofrer interferência com enchentes. “A viga do (monotrilho) é ‘esbelta’. Pela sustentação em cima de pneus em concreto, tração elétrica, o veículo não gera ruído. Então você ganha mobilidade, ganha acesso, não agride a penetração solar e valoriza a área”, prossegue a diretora.
Uma das razões pelo atraso para o início das obras da Linha 18 passa pela classificação como categoria “C” quanto à capacidade de endividamento do Estado, segundo a Cofiex (Comissão de Financiamentos Externos), vinculada ao Ministério do Planejamento. Por essa razão, cerca de R$ 406,9 milhões para desapropriações, oriundos do Palácio do Planalto, estão travados, cenário no qual o governo paulista tenta reverter.
Halan Moreira garante que o monotrilho da Linha 18 sairá do papel no ABC, embora mostre insatisfação com a burocracia no Brasil. “Na China, por exemplo, falou-se em obras de monotrilho em 2008, as obras se iniciaram em 2011 e em 2017 já conta com 65 km de monotrilho com uma linha pronta e transportando 600 mil passageiros por dia”, compara.
Apesar dos empecilhos, o executivo assegura que uma vez resolvido o entrave da Cofiex ao governo paulista, as obras e a fabricação das composições se iniciam imediatamente. “Já preparamos uma área em Taubaté, porque essas composições da Linha 18 serão fabricadas aqui no Brasil. Também preparamos outro estabelecimento, para receber equipamentos para produção e montagem do monotrilho. Ou seja, adiantamos o nosso lado para ganhar tempo”, diz.
Com 13 estações previstas numa extensão de 15,7 km, a Linha 18 partirá da região central de São Bernardo e passará por Santo André e São Caetano, até chegar na Estação Tamanduateí, em São Paulo. No local, os usuários poderão fazer baldeações para Linha 2-Verde (Vila Prudente-Vila Madalena) do Metrô e a Linha 10-Turquesa (Brás-Rio Grande da Serra) da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

Na Colômbia, sistema de ônibus teve 4.602 acidentes
Fórmula de sucesso na eficiência ao transporte coletivo, a exemplo de Curitiba (Paraná), um complexo de BRT (Bus Rapid Transit) também pode ter seus ônus. O alerta vem da Colômbia, na capital Bogotá, onde a população conta com a TransMilenio, um sistema de ônibus inspirado no modelo curitibano, com vias que permitem a ultrapassagem entre os coletivos, diferentemente do corredor ABD, operado pela Metra, com uma via cada sentido.
De acordo com o jornal El Espectador, de Bogotá, o SITP (Sistema Integrado de Transporte Público), no qual o BRT da TrasMilenio está incorporado, registrou 4.602 acidentes em 2016, com 29 mortos e 1.613 feridos. Em janeiro, uma falha mecânica nos freios do coletivo foi apontada como causa de um acidente, que vitimou duas pessoas e feriu 28, no bairro Santa Inés, segundo a imprensa colombiana.
Diretor acionista da Scomi UTSB, empresa responsável pela produção dos monotrilhos da Linha 17-Ouro (São Paulo Morumbi-Jabaquara), do Metrô; e Linha 18-Bronze (Tamanduateí-Djalma Dutra), do Consórcio VemABC, Halan Lemos Moreira, diz que o governo de Bogotá já pensa em substituição do tipo de modal em parte do sistema da TransMilenio. As alternativas seriam monotrilho ou metrô pesado.
“O que falta na Colômbia hoje é dinheiro. O recurso que eles tinham foi usado pelo governo no combate às guerrilhas e para subsidiar o sistema (de ônibus) em Bogotá, porque não consegue se sustentar pelo valor da tarifa (varia entre 2.000 a 2.200 pesos colombianos, cotados de R$ 2 a R$ 2,20). Mas os estudos estão ainda embrionários”, pontua.
Halan Moreira avalia que as grandes cidades brasileiras não comportam um sistema amplo como a TransMilenio, devido às ocupações urbanas e altos custos de desapropriações. O diretor ainda reitera que o risco de acidentes num sistema de monotrilho é consideravelmente menor. “O monotrilho opera há mais de 40 anos como sistema de transporte de massa e nunca houve fatalidade”, completa. (BC)
Fonte - Reporter Diário  21/07/2017


Trechos do Bairro do Comércio em Salvador são interditados para realização de obras

Infraestrutura viária  🚧

Para a realização da pavimentação e recuperação de calçada, será necessário a interdição do tráfego, em alguns trechos das ruas próximas, a partir das 17h deste domingo (23). Os serviços integram o projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador’, do Governo do Estado.

Da Redação 
Divulgação
A Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) inicia obra de requalificação urbana nas ruas Conde D’Eu e do Julião, no bairro do Comércio. Para a realização da pavimentação e recuperação de calçada, será necessário a interdição do tráfego, em alguns trechos das ruas próximas, a partir das 17h deste domingo (23). Os serviços integram o projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador’, do Governo do Estado.
O trânsito na Ladeira do Taboão não será permitido. O motorista que estiver no Centro Histórico de Salvador poderá utilizar o Caminho Novo do Taboão para se dirigir ao Comércio e vice e versa. As ruas Conde D’Eu e Rodrigues Alves também estarão interditadas. O acesso para a Ladeira da Montanha e outras vias do Comércio ficará liberado, a partir da Rua Alvares Cabral. As obras estão previstas para serem concluídas em 18 dias.

Pelas Ruas

As intervenções estão melhorando o acesso das pessoas a diversos pontos do Centro Antigo de Salvador, bem como tornando mais confortável a mobilidade por ruas, praças e travessas.
O projeto foi planejado para ser executado por etapas, simultaneamente, em diferentes pontos do Centro Antigo. Assim, os bairros próximos foram interligados por cinco lotes. Ao todo, são investidos R$ 124 milhões para a pavimentação de vias e requalificação de calçadas.
Os serviços nas ruas do Comércio integram o lote 1 do projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo’, que compreende também o bairro da Calçada, onde estão sendo investidos R$ 28,6 milhões para a requalificação de 50 vias nesses dois bairros.
Com informações da Secom Ba.  21/07/2017

EUA pode ter trem subterrâneo que ligará NY a Washington em 29 minutos

Transportes sobre trilhos  🚅

"Acabo de receber aprovação verbal do governo para construir um trem subterrâneo que fará o percurso NY-Phil-Balt-DC", disse empresário Thinkstock 

R7 - Abifer
foto - ilustração
O empresário americano Elon Musk afirmou, na quinta-feira (10), que recebeu "aprovação verbal do governo" para construir um trem subterrâneo entre as cidades de Washington e Nova Iorque — embora não tenha confirmado quem deu o consentimento ou como o projeto sairia do papel.
Musk é chefe executivo da Tesla Inc, montadora de carros elétricos dos Estados Unidos. Ele defende a construção de trens subterrâneos de levitação magnética — veículos que "flutuam" sobre os trilhos graças a eletroímas e seriam mais eficientes e rápidos que os atuais trens-bala.
Musk deu a notícia por meio de sua conta no Twitter.
— Acabo de receber aprovação verbal do governo para construir um trem subterrâneo que fará o percurso NY-Phil-Balt-DC [Nova Iorque, Filadélfia, Baltimore, Washington] em 29 minutos.
Fonte - Abifer  21/07/2017

Aeroporto de Aracaju receberá a 1º voo internacional regular

Transporte aéreo  ✈

Reunião avalia adequações e a operação para voo internacional. - A operação do voo com saída de Aracaju/SE e destino a Buenos Aires, na Argentina, tem início previsto para o dia 04 de novembro, dependendo apenas da autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)

Da ASN
foto - ilustração
Órgãos ligados à aviação e membros da Secretaria de Estado do Turismo e da empresa Gol estiveram reunidos para definir as adequações e as formas de atuação para a implantação do primeiro voo regular internacional em Sergipe. O encontro aconteceu na quinta, 20, na sede da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária – Infraero, e contou também com a participação de membros da Polícia Federal, da Receita Federal e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa.
A operação do voo com saída de Aracaju/SE e destino a Buenos Aires, na Argentina, tem início previsto para o dia 04 de novembro, dependendo apenas da autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Ele será realizado pela empresa Gol Linhas Aéreas, com saídas e chegadas previstas para os sábados.
“O Governo do Estado teve um papel fundamental para a implantação desse voo. E agora, solicitamos essa reunião para a união de todos os órgão envolvidos. Existe uma expectativa muito grande para a operação desse voo e traz uma perspectiva dos sergipanos viajarem com mais facilidade para a Argentina e, principalmente, dos argentinos virem para cá”, explicou o secretário do Turismo, Fábio Henrique.
Fábio Henrique enfatizou que serão de 120 a 150 argentinos semanalmente, conhecendo e gerando renda em Sergipe, movimentando toda a cadeia produtiva. A aeronave terá a capacidade de 174 passageiros, fará escala em Salvador/BA e o tempo médio de viagem será de quatro horas e meia, já contando com a escala.

Infraero
Entre os assuntos mais abordados, as questões ligadas à segurança dos passageiros e a implantação de novos equipamentos para atender a demanda. “Esse é o primeiro voo regular internacional da história de Sergipe, já recebemos voos charters. Esse voo mudará a cara da nossa capital, de Sergipe, porque são passageiros de um país vizinho, com novas culturas. É um recomeço para o Estado na área do turismo”, defendeu o superintendente do Aeroporto de Aracaju em exercício, Wanderson Silva.
Com informações da ASN  21/07/2017

Travessia Salvador/Itaparica pelo Ferry-Boat com movimento tranquilo nesta sexta(21)

Travessia marítima  🚢

Nesta sexta (21) quatro embarcações estão em operação - Pinheiro, Anna Nery, Zumbi dos Palmares e Ivete Sangalo - na travessia marítima entre Salvador e Itaparica com saídas nos horários regulares programados,de hora em hora.

Da Redação
foto - ilustração/arquivo
O sistema Ferry-Boat, mantem em operação nesta sexta (21) quatro embarcações - Pinheiro, Anna Nery, Zumbi dos Palmares e Ivete Sangalo - na travessia marítima entre Salvador e Itaparica com saídas nos horários regulares programados,de hora em hora. A embarcação Juracy Magalhães Jr. está em stand by e poderá integrar a operação caso seja necessário. No momento, o movimento de passageiros e veículos está tranquilo nos dois terminais,de São Joaquim e Bom Despacho.
Além do embarque normal,através de filas de espera,os usuários podem utilizar também o serviço de Hora Marcada,bastando para isso acessar o site da ITS -portalsits.internacionaltravessias.- .O pagamento para este serviço deverá ser feito com cartões de débito ou crédito.amento 24 horas.
Mais informações através do número 0800 028 2723 (SAC),disponível de segunda a sexta das 7h às 19h, e aos sábados, das 7h às 13h e pelo  WhatsApp (71) 99942-4175 funcionamento 24 horas.
Com informações da ITS  21/07/2017

Crise econômica tira passageiros de trem e metrô do Rio

Transportes sobre trilhos  🚇

Dados obtidos pela Lei de Acesso à Informação mostram que, entre janeiro e junho de 2016, 90 milhões de pessoas usaram os trens.A SuperVia alegou que registrou diminuição de cerca de 100 mil passageiros por dia no primeiro semestre de 2017, em relação ao mesmo período do ano passado. Isso, ainda segundo a empresa, causou uma perda de R$ 100 milhões na receita.

EXTRA - RF
foto - ilustração
A crise econômica, apontam concessionárias e especialistas, foi a responsável pela queda no número de passageiros dos trens e do metrô do Rio. Dados obtidos pela Lei de Acesso à Informação mostram que, entre janeiro e junho de 2016, 90 milhões de pessoas usaram os trens. Nesse mesmo período de 2017, o número caiu para 79 milhões. Já o metrô teve uma queda de 122 milhões para 121 milhões, mesmo com a implantação da Linha 4, extensão da Linha 2 que liga a Zona Sul à Barra da Tijuca.
Como o Rio reduziu sua atividade econômica, é razoável que o transporte tenha reduzido também. Há uma correlação entre eles. Livros de transporte e economia falam que isso é um comportamento esperado,afirma o especialista em transportes e professor da Uerj Alexandre Rojas.
As concessionárias confirmam o diagnóstico. A SuperVia alegou que registrou diminuição de cerca de 100 mil passageiros por dia no primeiro semestre de 2017, em relação ao mesmo período do ano passado. Isso, ainda segundo a empresa, causou uma perda de R$ 100 milhões na receita.
Já o Metrô Rio afirmou que perdeu 15 mil passageiros por dia: “A entrada em operação das 5 novas estações da Linha 4, em setembro de 2016, compensou parte da redução”.
Fonte - Revista Ferroviária  21/07/2017

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Percussão da Osba é destaque em novo concerto gratuito no TCA

Cultura  🎼

O Concerto de Percussão acontece nesta sexta-feira (21), na sua Sala de Ensaio, no Piso C, Ala B do Teatro Castro Alves (TCA), no Campo Grande, às 18h30, com distribuição de senhas a partir das 18h, até a lotação do espaço (100 lugares).

Da Redação
foto - Mauricio Serra
A Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) retorna neste mês com uma nova apresentação, que destaca a percussão erudita contemporânea e de séculos anteriores, incluindo peças com arranjos especiais para instrumentos como a marimba, o tímpano e o vibrafone. O Concerto de Percussão acontece nesta sexta-feira (21), na sua Sala de Ensaio, no Piso C, Ala B do Teatro Castro Alves (TCA), no Campo Grande, às 18h30, com distribuição de senhas a partir das 18h, até a lotação do espaço (100 lugares).
Entre as obras que compõem o programa reservado ao público estão ‘Gestos Ritualescos para 5 tímpanos’ , do compositor baiano Wellington Gomes (1960); ‘Mitos Brasileiros para conjunto de percussão’, do autor brasileiro Ney Rosauro (1952); ‘Variations on a Ghanaian Theme’, do estadunidense Daniel Levitan (1953); ‘Six Slick Stix Click Licks’, do também estadunidense Paul Goldstaub (1947-2014); e ainda o ‘Prelúdio da Suíte nº1 em Sol Maior’, do compositor alemão Johann Sebastian Bach (1685-1750), mais importante compositor do período Barroco.
Esta edição terá como solistas os músicos Oscar Mauchle, Gilberto Santiago, Humberto Monteiro, Jorge Sacramento e Paulo Carneiro, todos integrantes do naipe de percussão da Osba.
Com informações da Secom Ba.  20/07/2017

ANPTrilhos lança 3ª campanha de valorização do transporte urbano sobre trilhos

Transportes sobre trilhos  🚇

A iniciativa terá duração de cinco meses, de julho a novembro, e visa dar continuidade ao trabalho desenvolvido pela Associação para conscientizar a sociedade sobre a importância do transporte sobre trilhos na mobilidade urbana e na qualidade de vida dos cidadãos.

Da Redação

A Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos), representante dos operadores de sistemas metroferroviários brasileiros, lança, a 3ª Campanha Nacional de Valorização do Transporte de Passageiros Sobre Trilhos. A iniciativa terá duração de cinco meses, de julho a novembro, e visa dar continuidade ao trabalho desenvolvido pela Associação para conscientizar a sociedade sobre a importância do transporte sobre trilhos na mobilidade urbana e na qualidade de vida dos cidadãos.
Nesta edição, o projeto destacará o papel do usuário dos sistemas para a eficiência desse transporte. As abordagens mensais da campanha contemplarão as condutas de cidadania e boas práticas; os benefícios do transporte sobre trilhos para a qualidade de vida do cidadão; condutas de comportamento social e a humanização dos sistemas.

foto - ilustração/arquivo
“A campanha tem como objetivo promover a mobilidade urbana sobre trilhos, através da divulgação dos benefícios da utilização desse modo de transporte público. Através dos sistemas de metrô, trem e VLT, a população pode chegar mais rápido ao seu destino, sem congestionamentos, e, assim, usufruir de mais tempo com o lazer, educação e a família. Além disso, a campanha promovida pela ANPTrilhos alerta sobre a contribuição dos cidadãos para o bom do funcionamento dos sistemas, como dar passagem em escadas rolantes e ceder lugar para quem precisa”, explica Roberta Marchesi, Superintendente da ANPTrilhos.
A 3ª Campanha Nacional de Valorização do Transporte de Passageiros Sobre Trilhos será divulgada através de vídeos, artes para site e redes sociais, e releases para a imprensa. Os vídeos serão exibidos nos monitores de trens e estações e estarão disponíveis nos canais de comunicação da ANPTrilhos e seus associados.
“A chegada do Metrô Bahia transformou a mobilidade da cidade, promovendo um verdadeiro resgate da cidadania e da qualidade de vida do soteropolitano. Além disso, o metrô tem impacto direto na redução da emissão de CO², corroborando para termos uma cidade mais sustentável do ponto de vista ambiental, e também promovendo o desenvolvimento econômico por meio da geração de empregos e negócios no entorno. A campanha da ANTT é primordial para ampliarmos o debate sobre esse modal e jogar luz sobre a eficiência desse transporte” explica Luis Valença, presidente da CCR Metrô Bahia.
Com informações da CCR Metrô Bahia  20/07/2017



Governo divulga aumento de impostos sobre combustíveis

Economia  

A alíquota subirá de R$ 0,3816 para R$ 0,7925 para o litro da gasolina e de R$ 0,2480 para R$ 0,4615 para o diesel nas refinarias. Para o litro do etanol, a alíquota passará de R$ 0,12 para R$ 0,1309 para o produtor. Para o distribuidor, a alíquota, atualmente zerada, aumentará para R$ 0,1964. 

Wellton Máximo - Ag. Brasil
foto - ilustração
Com dificuldades em recuperar a arrecadação, o governo decidiu aumentar tributos para arrecadar R$ 10,4 bilhões e cumprir a meta fiscal de déficit primário de R$ 139 bilhões. O Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina, o diesel e o etanol subirá para compensar as dificuldades fiscais, segundo nota conjunta, divulgada há pouco, dos ministérios da Fazenda e do Planejamento.
A alíquota subirá de R$ 0,3816 para R$ 0,7925 para o litro da gasolina e de R$ 0,2480 para R$ 0,4615 para o diesel nas refinarias. Para o litro do etanol, a alíquota passará de R$ 0,12 para R$ 0,1309 para o produtor. Para o distribuidor, a alíquota, atualmente zerada, aumentará para R$ 0,1964. A medida entrará em vigor imediatamente por meio de decreto publicado em edição extraordinária do Diário Oficial da União.
O governo também contingenciará [bloqueará] mais R$ 5,9 bilhões de despesas não obrigatórias do Orçamento. Os novos cortes serão detalhados amanhã (21), quando o Ministério do Planejamento divulgará o Relatório Bimestral de Receitas e Despesas. Publicado a cada dois meses, o documento contém previsões sobre a economia e a programação orçamentária do ano. A nova alíquota vai impactar o preço de combustível nas refinarias, mas o eventual repasse do aumento para o consumidor vai depender de cada posto de gasolina.
Com informações da Agência Brasil  20/07/2017

quarta-feira, 19 de julho de 2017

MPF defende cobrança por minutos em estacionamento do Aeroporto de Salvador

Serviços  ✈

A manifestação está em parecer do órgão em ação civil pública movida pela Associação Baiana de Defesa do Consumidor (Abdecon) contra o aeroporto.Segundo o MPF, a cobrança é excessiva porque os usuários do local são obrigados a pagar o equivalente a uma hora de estacionamento, mesmo que permaneçam por um minuto no local. A prática é incompatível,inclusive, com outros estacionamentos de aeroportos do Brasil e outros estacionamentos públicos e privados de Salvador.

Sayonara Moreno
Correspondente da Agência Brasil

foto - ilustração/arquivo
O Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) defende a cobrança por minutos no estacionamento do Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães, em Salvador, e considera abusiva a exigência de pagamento pela primeira hora cheia independentemente do tempo de permanência dos usuários. A manifestação está em parecer do órgão em ação civil pública movida pela Associação Baiana de Defesa do Consumidor (Abdecon) contra o aeroporto.
Segundo o MPF, a cobrança é excessiva porque os usuários do local são obrigados a pagar o equivalente a uma hora de estacionamento, mesmo que permaneçam por um minuto no local. A prática é incompatível, inclusive, com outros estacionamentos de aeroportos do Brasil e outros estacionamentos públicos e privados de Salvador.
O parecer, assinado pelo procurador regional da República Bruno Calabrich, destaca que a empresa que administra o estacionamento - EWS Estacionamentos Salvador - deve fornecer o serviço com base no Código de Defesa do Consumidor (CDC), mesmo que tenha obtido concessão por meio da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).
O Aeroporto de Salvador tem 1.350 vagas de estacionamento, que custam cerca de R$ 12 a primeira hora. A EWS Estacionamentos informou, em nota que “não efetua qualquer cobrança em desacordo com a legislação vigente, especialmente considerando as peculiaridades da concessão”. Procurada pela Agência Brasil, a Infraero não comentou o assunto.
Fonte - Agência  Brasil  19/07/2017

Gov.Rui Costa entrega requalificação da Ladeira de Santana

Infraestrutura urbana  🚧

As obras de requalificação da Ladeira de Santana no bairro de Nazaré em Salvador, com novas calçadas e pavimento recuperado, foram entregues pelo Gov. Rui Costa na manhã de terça feira (18),que também visitou as intervenções que estão sendo feitas nas ruas da localidade, por meio do projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo’, que vai recuperar 30 vias de Nazaré.

Da Redação
foto - Manu Dias/GOVBA
O governador Rui Costa entregou, na manhã de terça-feira (19), as obras de requalificação da Ladeira de Santana, no bairro de Nazaré, em Salvador, com novas calçadas e pavimento recuperado, e visitou as intervenções que estão sendo feitas nas ruas da localidade, por meio do projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo’, que vai recuperar 30 vias de Nazaré.
No total, mais de 260 ruas de 11 bairros de Salvador receberão melhorias. "O objetivo das obras é dar condições para as pessoas viverem no Centro, para que o turista volte a essa área da cidade", afirmou Rui sobre a intenção do Governo do Estado em estimular a atividade econômica da região.
É importante o Estado estar contribuindo para a recuperação do Centro Antigo. Além das ruas do Centro Histórico, como a Baixa dos Sapateiros, a Rua Chile, nós estamos hoje realizando obras aqui na Saúde, na Mouraria, no Politeama, nos Barris, no Barbalho, enfim, em todo o Centro Antigo, requalificando, dando condições para que o nosso patrimônio possa ser revisitado, valorizado e volte a ser um lugar de contemplação, de fé paras as pessoas, e também um lugar possível de ser frequentado pelos turistas”, enfatizou Rui.
Segundo ainda o governador, “a Bahia é muito singular nas suas igrejas, no seu patrimônio arquitetônico. Esse é um valor que nós temos que cuidar e, por isso, aqui estamos investindo R$ 115 milhões para dar condições às pessoas de caminharem, conviverem aqui no Centro, recuperando as ruas, os passeios, as praças”. Ele enfatizou que a requalificação é benéfica para os moradores – na região existem muitos idosos – e para os comerciantes. “Na Mouraria, hotéis estão sendo requalificados porque as ruas melhoraram a sua acessibilidade, a sua trafegabilidade, criando condições da gente voltar a gerar emprego e renda, aqui no Centro”.

foto - Manu Dias/GOVBA
O ato de entrega foi realizado na Igreja de Santana, que também passou por obras de restauração e reforma após 11 anos interditada pela Defesa Civil, depois do desabamento do total do teto durante uma missa. O pároco José Alves Pinheiro conduziu uma cerimônia religiosa na presença do governador, da primeira-dama Aline Peixoto e outras autoridades.
“Toda obra boa agrega valores. Essa é uma obra boa, feita com atenção, atendendo às necessidades e às solicitações que nós, da paróquia, fizemos. Então, nós teremos agora um espaço próprio para uma autoridade parar, chegar, entrar pela porta principal da igreja. Também uma noiva, uma família em festa. Isso vai agregar valores”, afirmou o padre. Ele destacou ainda a importância das melhorias na vida da grande comunidade, que vai poder transitar pelo local com mais tranquilidade.

foto - Manu Dias/GOVBA
As obras do projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo’ são executadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), órgão vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Urbano (Sedur). “São obras difíceis de fazer e que causam transtornos aos moradores e outras pessoas que transitam no local, mas são transtornos momentâneos, tão logo essas obras sejam concluídas”, afirmou o presidente da Conder, José Lúcio Machado, sobre as especificidades dos trabalhos no Centro Antigo. “Nós temos executados 35% dessas 267 vias e a intenção da gente é, no fim do ano que vem, ter esse cronograma de obras totalmente concluído”.
Comerciante há 22 anos na localidade do Gravatá, Gilberto Souza é dono de uma sorveteria e acredita que o projeto é um ganho para o comércio e para as residências. “O comércio e a rua ficam mais bonitos, dá outro visual. Muito bom. O trabalho está sendo bem aceito”. O presidente da Associação de Moradores do Centro Antigo, Cláudio Amorim, enfatizou que o retorno dos moradores dos bairros beneficiados em relação às obras é bastante positivo. “Aqui já tem aproximadamente 30 anos que a gente não vê intervenções. Parabenizo muito ao Governo do Estado, a Dircas [Diretoria do Centro Antigo de Salvador] que, quando as obras começaram, procurou se aproximar da comunidade para poder dialogar”.
Com informações da Secom Ba.  19/07/2017

Movimento no Ferry-Boat é tranquilo nesta quarta(19) e o sistema opera com quatro embarcações

Travessia marítima  🚢

O sistema Ferry-Boat,opera nesta quarta (19) com quatro (04) embarcações, Agenor Gordilho, Anna Nery, Zumbi dos Palmares e Ivete Sangalo,com saídas programadas nos horários regulares de hora em hora

Da Redação
foto - ilustração/arquivo
A travessia marítima entre Salvador e a ilha de Itaparica pelo sistema Ferry-Boat,esta sendo realizada nesta quarta (19) com quatro (04) embarcações, Agenor Gordilho, Anna Nery, Zumbi dos Palmares e Ivete Sangalo,com saídas programadas nos horários regulares de hora em hora.O ferrie Juracy Magalhães Jr. encontra-se em stand by e poderá realizar viagens caso seja necessário. No momento,o movimento de passageiros e veículos é tranquilo nos dois terminais,em São Joaquim e Bom Despacho.
Os usuários do sistema também poderão utilizar o serviço de Hora Marcada para maior comodidade no embarque para as suas viagens.Para verificar a disponibilidade de embarques do serviço e a aquisição das passagens, através de cartões de credito ou débito,os usuários deverão acessar o site da ITS,- portalsits.internacionaltravessias.-. Esse serviço e exclusivo para os condutores e seus veículos. Os passageiros podem realizar recarga do cartão Ferry Card e Tarifa Social, além de comprar passagem com o cartão recarregável para a próxima saída nos totens de autoatendimento instalados nos dois terminais, São Joaquim e Bom Despacho.
Mais informações no SAC,(Serviço de Atendimento ao Consumidor), através do número 0800 028 2723, e no WhatsApp (71) 99942-4175 com funcionamento 24 horas.
Com informações a ITS  19/07/2017

Cientistas podem ter criado a célula solar mais eficaz de todos os tempos

Tecnologia 💡

Esta nova tecnologia é inovadora em comparação com outras células em dois aspectos. Primeiro, ela usa impressão de transferência, o que permitiu que os cientistas montassem as peças componentes com um alto grau de precisão.

Revista Amazônia
RA
Cientistas desenvolveram uma célula solar que é capaz de converter a luz solar direta em eletricidade com eficiência de 44,5% – sendo assim, a célula solar mais eficiente do mundo. A tecnologia solar atual só converte eletricidade com uma eficiência de cerca de 25%.
Esta nova tecnologia é inovadora em comparação com outras células em dois aspectos. Primeiro, ela usa impressão de transferência, o que permitiu que os cientistas montassem as peças componentes com um alto grau de precisão. Em segundo lugar, ela usa materiais derivados de substratos de antimônido de gálio (GaSb), que geralmente são reservados para laseres e fotodetectores infravermelhos, para absorver cada parte da luz solar direta.
Matthew Lumb, principal autor do estudo, declarou: “nosso novo dispositivo é capaz de desbloquear a energia armazenada nos fótons de longa duração, que estão perdidos nas células solares convencionais, e, portanto, fornece um caminho para a realização da última multi-junção solar célula.”
Fonte - Revista Amazônia  18/07/2017

terça-feira, 18 de julho de 2017

Tallinn na Estônia terá serviço de ônibus sem motorista (Driverless)

Tecnologia/Driverless   🚌

A Easymile forneceu os veículos de transporte,que foram transportados da França para a Estônia pela DSV. Eles serão operados pela Milrem, e a Guardtime será responsável pela segurança cibernética.

Do Metro Report
Easmile/Twiter.com
Dois ônibus que operam sem motorista (Driverless), chegaram a Tallinn na Estônia no dia 14 de julho para entrarem em operação no serviço de transportes de passageiros no final do mês.
O Departamento de Transportes de Tallinn preparará uma linha de 1 km entre a Praça Viru e o Centro Criativo Kultuurikatel Tallinn, que é o principal local da presidência da UE da Estônia. Os serviços serão gratuitos e terão um atendente a bordo, além de transportarem até oito passageiros.
A Easymile forneceu os veículos de transporte,que foram transportados da França para a Estônia pela DSV. Eles serão operados pela Milrem, e a Guardtime será responsável pela segurança cibernética. Outros parceiros do projeto incluem o operador de ferry Tallink e Microsoft Estônia, que co-financia o projeto.
"Queremos que a Estônia seja um dos primeiros países a adotar tecnologia sem motorista (Driverless)", disse Johann Peetre, Diretor Executivo do Departamento de Desenvolvimento de Transportes e Investimentos do Ministério de Assuntos Econômicos e Comunicações.
Fonte - Metro Report  18/07/2017

Obras de mobilidade urbana contribuem para geração de emprego na Bahia

Mobilidade  🚇 🚄

Os dados foram apresentados pela Companhia Estadual de Transportes da Bahia (CTB) na manhã desta terça-feira (18), durante a reunião do Conselho Estadual Tripartite de Trabalho e Renda (CETER-BA), que abordou os reflexos dos investimentos do Governo Estado em mobilidade urbana na geração de emprego. 

Da Redação
foto - ilustração/arquivo
As obras do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas geraram 8 mil vagas de trabalho no período de pico. A operação do metrô, por sua vez, emprega atualmente cerca de 1.200 trabalhadores. Os dados foram apresentados pela Companhia Estadual de Transportes da Bahia (CTB) na manhã desta terça-feira (18), durante a reunião do Conselho Estadual Tripartite de Trabalho e Renda (CETER-BA), que abordou os reflexos dos investimentos do Governo Estado em mobilidade urbana na geração de emprego.
Presidente do conselho, a secretária do Trabalho, Emprego e Renda, Olívia Santana, destacou que o debate faz parte da estratégia de levar aos conselheiros informações qualificadas sobre as principais ações do Governo do Estado. Na reunião anterior, o tema foi a política de desenvolvimento econômico da Bahia.
“Dessa vez, propomos uma discussão sobre mobilidade urbana, abordando os impactos imediatos e as perspectivas em longo prazo das intervenções que estão sendo realizadas em Salvador. É uma matéria que diz respeito à vocação do próprio conselho, composto por representantes do governo, dos trabalhadores e do segmento empresarial, pois são obras estruturantes que trazem oportunidades de geração de emprego e renda e novas perspectivas de negócios”, explica.
Atualmente, 21km de extensão do metrô já estão em funcionamento, atendendo uma média de 120 mil passageiros por dia. Depois de pronto, o Sistema Metroviário ligará as duas principais saídas da capital baiana: por Lauro de Freitas e pela BR-324. Serão quase 42 quilômetros de extensão, com um raio de abrangência que atingirá todo o miolo da cidade, envolvendo os bairros nos entornos da Avenida Paralela e da BR-324.

imagem - ilustração/arquivo
VLT
Além da obra do metrô, o encontro também discutiu a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) que irá substituir o trem do subúrbio. Com um investimento inicial de R$ 1,55 bilhões do Governo do Estado, o VLT vai ligar a região da Avenida São Luís, em Paripe, ao Comércio. A obra está em fase de licitação e, quando iniciada, deve oferecer cerca de 4 mil postos de trabalho. Estima-se que em funcionamento, o VLT vai empregar mais de 500 profissionais. Já estão sendo desenvolvidos estudos para implantação do VLT Metropolitano que vai atender os municípios de Simões Filho, Camaçari, Dias D’Ávila e Candeias.
Para o presidente da CTB, Eduardo Copello, esse conjunto de ações faz parte da decisão do Governo de utilizar o transporte como indutor de desenvolvimento. “Todas essas obras de mobilidade urbana têm um impacto enorme na vida das pessoas e na economia, gerando empregos diretos e indiretos, ganhos de produtividade, valorização imobiliária, e novas centralidades no entorno das estações, com a instalação de empresas e empreendimentos comerciais”, destacou.
Com informações da Setre Ba.   18/07/2017

Maranhão tem 2ª maior taxa de geração de empregos formais do Nordeste em junho

Economia  👷

Foram criadas 1.531 vagas com carteira assinada em junho no Maranhão, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho. Foi o segundo mês seguido de resultado positivo no estado.

Da Redação
foto - ilustração
O Maranhão teve em junho deste ano a segunda maior geração de empregos formais entre os estados do Nordeste. Levando-se em consideração todo o país, foi o quinto melhor resultado.
Foram criadas 1.531 vagas com carteira assinada em junho no Maranhão, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho. Foi o segundo mês seguido de resultado positivo no estado.
O setor de Serviços já começou a reagir no Maranhão. Foram 768 novas contratações no semestre, com destaque para São Luís, Paço do Lumiar, Campestre do Maranhão e Balsas. A Agropecuária também tem tido desempenho positivo.
O Brasil tem vivido uma das mais graves crises econômicas da história. Para reduzir os efeitos negativos da crise nacional, o Maranhão vem adotando programas para garantir a criação de trabalho e renda, como o Mais Empregos, o Juros Zero e diversas ações de atração de investimento.
As 890 obras que o Governo do Maranhão executa também contribuem fortemente para a geração de vagas.
Com informações da Secap/Gov.Maranhão  18/07/2017

Estado(MT) vai reduzir desapropriações para implantar VLT de Cuiabá

Transportes sobre trilhos  🚄

Conforme o secretário, a equipe técnica da Secretaria de Cidades (Secid) já está trabalhando em um novo plano de desapropriações desde o último final de semana. “Nós vamos reduzir drasticamente o número de desapropriações e de demolições, em torno de 30% a 50%. Os Ministérios Públicos exigem que esse plano esteja pronto antes da assinatura do acordo. Então, também estamos acatando essa orientação”, disse na manhã desta terça-feira (18).

FolhaMax - Abifer
foto - ilustração/arquivo
Menos imóveis serão desapropriados pelo Estado para a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos em Cuiabá e Várzea Grande. Este é um dos apontamentos feitos pelos Ministérios Públicos Estadual (MPE) e Federal (MPF) em relação ao acordo firmado pelo governo com o Consórcio VLT e que o secretário de Estado de Cidades Wilson Santos (PSDB) garante que será acatado pelo governo do Estado.
Conforme o secretário, a equipe técnica da Secretaria de Cidades (Secid) já está trabalhando em um novo plano de desapropriações desde o último final de semana. “Nós vamos reduzir drasticamente o número de desapropriações e de demolições, em torno de 30% a 50%. Os Ministérios Públicos exigem que esse plano esteja pronto antes da assinatura do acordo. Então, também estamos acatando essa orientação”, disse na manhã desta terça-feira (18).
Wilson Santos explicou que a Secid concordou com a alteração após constatar em outros lugares do mundo que o VLT circula a poucos metros de construções urbanas. “Com a inauguração do VLT no Rio de Janeiro, nós pudemos observar in loco que é possível ter o VLT passando a um metro e meio, dois metros de paredes, como acontece no Rio, em Lion, em várias capitais do mundo porque ele é um veículo leve, que não causa quase nenhum impacto na estrutura arquitetônica e de engenharia dos imóveis”, disse.
Trazendo o exemplo para Cuiabá, o secretário apontou que na Avenida Tenente Coronel Duarte, região da Prainha, será possível impedir a desapropriação de dezenas de imóveis. “É possível ter esse veículo leve mais próximo e evitando, por exemplo, aonde tem a papelaria Dunorte, praticamente todos aqueles sobrados estavam condenados. Nessa nova concepção, nós entendemos que é possível preservar todos aqueles sobrados”.

Outras adequações
Segundo o secretário de Cidades, outros pontos de discordância com o Ministério Público que já foram superados são a cláusula de compliance no contrato do VLT e os incentivos fiscais, que não constarão mais no contrato com o consórcio VLT.
Compliance é um conjunto de disciplinas que servem para garantir que as normas e regulamentações constantes em um contrato sejam cumpridas, além de ser uma forma de prevenir qualquer inconformidade dentro de uma empresa.
Com relação à retirada deste ponto do acordo, Wilson Santos se mostrou insatisfeito, porém, resignado. “Nós não vamos discutir, nós vamos acatar o pedidos dos Ministérios Públicos. Eu acho que é uma modernidade, é algo que protege os contratos. E nós vamos acatar o pedido do MP e retirar a cláusula do compliance”, disse.
Em relação à retirada de incentivos fiscais, Wilson Santos explicou que a desoneração havia sido aprovada pela Assembleia Legislativa em 2012, ainda na gestão passada, e que na primeira etapa das obras co VLT, foram concedidos R$ 106 milhões. “Os MP’s exigem fiscalizar, o que nós concordamos”. Segundo Wilson, outra alternativa do governo é pagar diretamente o tributo. “Ao invés de darmos a desoneração, nós pagarmos o tributo. Nós temos duas alternativas para atender aos MP’s, então, este ponto não é mais polêmica, está resolvido”.

Pendências
Ainda restam pontos ainda sem consenso por parte do Estado e dos MP’s, como a definição do valor a ser pago pelo término do modal e do prazo para que isso aconteça. No caso do prazo, o acordo com o consórcio prevê 24 meses de obras, enquanto os procuradores e promotores sugerem 19 meses, mesmo prazo que, segundo Wilson Santos, foi apontado pela consultoria da empresa KPMG.
“Só que nós sabemos onde o VLT vai passar. As avenidas, o transtorno, a complexidade. Agora, pode ter certeza que a questão de prazo não será impeditivo para o acordo. Havendo necessidade de reduzir o prazo, o governo está aberto à discussão”, amenizou.
A questão do valor a ser pago pela obra é a principal preocupação da Secid. “Os valores é o item que nós mais queremos que os nossos técnicos conversem com os peritos do Ministério Público, porque o MPE fez um relatório contábil e chegou a R$ 920,79 milhões. Nós temos documento em mãos assinado pelo MPE. E o nosso é R$ 922 milhões, ou seja, nós estamos muito próximos do preço do MPE. Estamos dispostos a superar todos os problemas”, ressaltou.
Fonte - Abifer  18/07/2017

Governo do Estado (BA) vai construir mais 174 unidades habitacionais em Alagados

Habitação  🏠

Os apartamentos terão dois quartos, cozinha, sala e sanitário. As obras incluem serviços complementares de abastecimento de água, drenagem pluvial, esgotamento sanitário e pavimentação.O tempo previsto para a execução do empreendimento é de 15 meses, a partir da ordem de serviço autorizando o inicio das obras, representando um investimento de 13 milhões. 

Da Redação
Divulgação
Mais 174 unidades habitacionais serão construídas pelo Governo do Estado no bairro da Massaranduba, em Salvador, beneficiando diretamente 696 pessoas da comunidade de Alagados. Os apartamentos terão dois quartos, cozinha, sala e sanitário. As obras incluem serviços complementares de abastecimento de água, drenagem pluvial, esgotamento sanitário e pavimentação.
O tempo previsto para a execução do empreendimento é de 15 meses, a partir da ordem de serviço autorizando o inicio das obras, representando um investimento de 13 milhões. A urbanização da área do projeto compreende a construção de praças, parque infantil, espaço para prática de ginástica, vagas de estacionamento e caminhos de interligação entre os 29 prédios, dotados de três pavimentos.
Com financiamento da Caixa Econômica Federal e contrapartida do Governo do Estado, as obras integram o total de outras 539 unidades habitacionais já construídas e entregues aos beneficiários em Alagados desde 2007.
Com informações da Sedur Ba.  18/07/2017

Trens da linha Sul de Natal voltam a operar

Transporte sobre trilhos  🚄

A operação esteve suspensa desde  o dia 14/07 (sexta feira) em virtude da manutenção que estava sendo realizada na via férrea.

Da Redação
Divulgação/CBTU 
Os trens (VLTs) da CBTU que operam na via férrea da linha Sul,voltaram a operar normalmente fazendo as viagens entre a capital Natal e Parnamirim a partir desta segunda feira (17) .
A operação esteve suspensa desde  o dia 14/07 (sexta feira) em virtude da manutenção que estava sendo realizada na via férrea.
O sistema de transporte ferroviário de Natal RN é composto por duas linhas,a Linha Norte,Natal/Ceará Mirim e a linha Sul,Natal/Parnamirim.
O sistema é operado com composições de VLTs diesel fabricados no Brasil em Barbalha no Ceará pela Bom Sinal.
Com informações da CBTU  18/07/2017

Novo edital de concessão para o transporte aquaviário do Rio pode complicar maior projeto de mobilidade urbana de Niterói

Transporte marítimo  🚢

O contrato existente entre o governo do Rio e a CCR Barcas foi suspenso por decisão judicial. A 15ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro julgou procedente o pedido de anulação do edital e do contrato de concessão.A CCR Barcas era a única concessionária de serviços públicos dedicada à operação de transporte de massa no modal aquaviário no estado do Rio.

Diário do Transporte - RF
foto - ilustração
O edital para a nova licitação para a concessão do transporte aquaviário no Estado do Rio está prestes a se tornar realidade. O contrato existente entre o governo do Rio e a CCR Barcas foi suspenso por decisão judicial. A 15ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro julgou procedente o pedido de anulação do edital e do contrato de concessão.
A CCR Barcas era a única concessionária de serviços públicos dedicada à operação de transporte de massa no modal aquaviário no estado do Rio.
Com o novo edital prestes a sair, o governo do Rio tenta resolver o atraso do cronograma original. O secretário estadual de Transportes, Rodrigo Vieira, previa que o edital seria publicado até o fim de abril.
No entanto só partes do documento foram divulgadas, e ele pode sofrer alterações pelo menos até 3 de agosto.
Para que a situação seja resolvida, e uma nova empresa comece a operar ainda em 2017, todo o processo licitatório deveria ser finalizado até novembro. Isso porque por lei a futura concessionária tem um prazo de 30 dias para começar a operar as barcas.

Novo edital pode atrapalhar transoceânica
Pelo que sabe até o momento o novo edital a ser divulgado pelo Governo do Rio não prevê alterações na forma como é regulada a tarifa da linha Charitas-Praça Quinze, assunto que interessa diretamente aos moradores de Niterói que se dirigem ao centro do Rio.
Conhecida como “linha seletiva”, seu preço atualmente é de R$ 16,50. Pelo novo edital, a tarifa do trecho continuará sendo de livre fixação por parte da empresa concessionária.
O alto custo da tarifa nesse trecho será um obstáculo para o maior projeto de mobilidade de Niterói, a Transoceânica. O projeto foi planejado para que moradores da Região Oceânica pudessem chegar a Charitas pela via expressa. Daí em diante eles seguiriam até a Baía de Guanabara de barca, sem precisar ir até a estação hidroviária do Centro ou então optar pela Ponte Rio-Niterói.
Parlamentares se articulam para alterar o edital por meio de projetos de lei que tramitam na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Há PLs que aguardam votação desde 2011. Sobre a “linha seletiva”, há uma proposta dos deputados Comte Bittencourt (PPS), licenciado do cargo de vice-prefeito de Niterói, Flávio Serafini (PSOL), Gilberto Palmares (PT) e Waldeck Carneiro (PT). A proposta estabelece um teto para a tarifa seletiva, estipulado como o dobro da tarifa social (atualmente de R$ 5,90).
Além dessa proposta, existem outras 38 tramitando na Alerj, que deverão ser analisadas antes da licitação.
A pressão dos deputados tem surtido efeito. Pela proposta inicial a futura operadora do serviço teria a obrigação de fazer estudos de viabilidade para a instalação de duas linhas de conexão com o Centro do Rio de Janeiro, São Gonçalo e um dos aeroportos (Galeão ou Santos Dumont).
A pressão dos parlamentares conseguiu que a futura operadora terá que apresentar também um terceiro estudo, ligando Duque de Caxias ao Rio. Conforme divulgamos aqui, em 15 de maio de 2017, a nova licitação deverá prever também esta ligação, um projeto de quatro anos.
A Prefeitura de Caxias já deu início a algumas obras para a instalação da estação das barcas. Com 500 metros de comprimento por 300 de largura, a estação terá quatro berços de atracação. A concorrência da obra será internacional, e o prefeito espera muitos interessados em operar o sistema.
Para completar o quadro, o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) sancionou no início de julho uma lei que permite transformar o Armazém 18, em frente à Rodoviária Novo Rio, em estação de barcas para atender Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Japeri, Magé, Maricá, Mesquita e Nilópolis.
Fonte - Revista Ferroviária  17/07/2017

segunda-feira, 17 de julho de 2017

"Fingir" e fingimentos: indignação com corrupção, Saúde, festa em "Palácio"...

Ponto de Vista  🔍

Ricardo Barros, Ministro da Saúde, conclamou: "Vamos parar de fingir que pagamos o médico e o médico tem que parar de fingir que trabalha".Isso no país em que a chegada de médicos cubanos provocou escândalo e gritaria. De médicos, associações, e manifestantes.Passados três anos os médicos cubanos continuam no Brasil. E... fez-se o silêncio de associações, médicos e manifestantes.Talvez porque os médicos cubanos já tenham atendido mais de 60 milhões de pessoas. Sinal de que 60 milhões de pessoas não eram atendidas.Ou mal tinham atendimento, como agora confessa o ministro da Saúde.Revelador o silêncio em relação aos médicos cubanos. Certos silêncios revelam, assim como barulhos de ocasião.

Bob Fernandes




O Momento da Virada

Ponto de Vista  🔍

"A Nova Lei - Minority Report", de que tinha a intenção de eventualmente praticá-lo - a quase dez anos de prisão e a mais de sete de ostracismo político, precisa servir de alerta final, talvez o mais significativo até agora, antes que se proceda à inexorável entrega do país ao fascismo nas eleições do ano que vem.O passo dado pelo Juiz Sérgio Moro foi de sutileza paquidérmica, do ponto de vista do desrespeito, desconsideração e desprezo pelo Estado de Direito, e, como já dissemos tantas vezes aqui, já estava sobejamente anunciado.

Por Mauro Santayana
foto - ilustração
A condenação de Lula sem provas, por um crime que não cometeu - não recebeu, não usufruiu, nunca teve o tal triplex em seu nome - com a argumentação, como nos filmes de ficção científica, vide "A Nova Lei - Minority Report", de que tinha a intenção de eventualmente praticá-lo - a quase dez anos de prisão e a mais de sete de ostracismo político, precisa servir de alerta final, talvez o mais significativo até agora, antes que se proceda à inexorável entrega do país ao fascismo nas eleições do ano que vem.
O passo dado pelo Juiz Sérgio Moro foi de sutileza paquidérmica, do ponto de vista do desrespeito, desconsideração e desprezo pelo Estado de Direito, e, como já dissemos tantas vezes aqui, já estava sobejamente anunciado.
Tanto quanto o está a condenação de Lula em segunda instância, em prazo eventualmente recorde - como já dá, espertamente, como favas contadas, certa mídia - se não se estabelecer prontamente uma estratégia de defesa da democracia, com relação às eleições diretas, ocorram elas em 2018 ou nos próximos meses.
O problema não é partidário.
A grande questão não é o que está ocorrendo com Lula, Dilma e o PT, que, por omissão, excessivas concessões ou falta de planejamento e resposta tática, contribuíram também para que as coisas chegassem onde estão hoje.
O drama do PT e de seus dirigentes é apenas a extremidade exposta do iceberg que pode engolir cada um de nós - do que pode acontecer, "casualmente", com a eventualidade de um fenômeno meteorológico, com qualquer cidadão brasileiro, a partir de agora.
O Brasil já vive, de fato, uma ditadura, na qual se prende e se condena sem provas, com base no dedurismo generalizado de presos "provisórios-permanentes" que são obrigados a negociar e a delatar enquanto se encontram sob custódia do Estado - e de empresas que, se não fizerem o mesmo, vão à bancarrota - com pesos, medidas e resultados diferentes para cada tipo de delatado.
Desse esquema faz parte a libertação - para prisão domiciliar - de corruptos comprovados.
E, naturalmente, a condenação de lideranças políticas de certas agremiações - que não receberam dinheiro sujo nem tem conta no exterior - enquanto outras não são detidas, ou servem de distração e de pretexto, na mídia e junto à opinião pública internacional, para justificar o quadro de descalabro jurídico, econômico, estratégico e institucional em que estamos mergulhados.
A defesa da democracia - antes que seja tarde e não se possa mais escapar do arbítrio, das grades e dos porões de um estado jurídico-policial (principalmente policial) que será institucionalizado com sua sagração nas urnas em 2018 - não será alcançada apenas colocando gente na rua ou limitando-se a luta política a uma dimensão partidária e eleitoral.
Até mesmo porque militantes não são coelhos - não se multiplica seu número simplesmente reunindo-os durante certo tempo em algum lugar - e o eleitorado antifascista, principalmente depois do massacre midiático dos últimos anos, vai continuar quantitativamente onde sempre esteve, historicamente, com aproximadamente um terço dos votos nacionais.
A esse terço, matemático, se contrapõe outro, equivalente, em termos numéricos, que se encontra, agora, nas mãos da extrema- direita.
E uma terceira parte, ignorante, fisiológica, oportunista do ponto de vista partidário, que - e é preciso fazer tudo para que isso não ocorra - também tende a pender para direita no segundo turno das próximas eleições.
Na verdade - e há muita gente boa que ainda não entendeu isso - mesmo que Lula seja eleito - caso lhe permitam ser candidato - sem o convencimento real da maioria da população e uma grande diferença de votos, ele será derrubado, em poucos meses, como aconteceu com Dilma, por uma aliança entre os golpistas de sempre e certa mídia que está fazendo tudo - e tudo fará tudo que puder - para impedir a sua volta ou permanência no Palácio do Planalto.
Como já nos cansamos de alertar aqui e em outros espaços desde 2013, a batalha de quem se preocupa em defender a Constituição, o Estado de Direito e a Democracia, assim como a da própria eleição futura, tem que ser travada não apenas no asfalto, já ocupado e dividido, quase salomonicamente, com a coxinhada, mas nos corações e mentes da população brasileira, com ênfase na parcela que, apesar de sua falta de informação ou conservadorismo, ainda não cerrou fileiras com o fascismo.
Além do processo político "comum" que transcorrerá na superfície, os neofascistas precisam ser combatidos onde tem tido maior sucesso, comentário a comentário, site a site, página a página, e, principalmente nos grupos do Whatsapp, com argumentos sólidos, contrapondo-se dados concretos ao seu ódio e à sua ferrenha ignorância, a cada vez que se manifestarem nas redes sociais e nos grandes portais nacionais.
Afinal, já há campanhas presidenciais que estão se desenvolvendo na internet, a rédea solta, de forma cerrada e contínua, há vários meses, enquanto o campo democrático se debate na divisão e na pauta imposta pela Lava Jato e a constante doutrinação e sabotagem da mídia conservadora.
É preciso dizer aos fascistas - fakes ou reais, não interessa de que tipo - que para cada um deles existe pelo menos um brasileiro que pensa diferente - motivado, convincente, racional, mais bem informado, coerente, consciente, com paciência - se necessário for - para ser tão repetitivo e insistente quanto eles.
E não adiantam desculpas como perda de tempo ou o fato de que não se tem assinatura deste ou daquele "veículo".
Quem quer defender a democracia, que assine os grandes jornais e portais, pois não estará investindo mais do que na proteção do que resta das instituições e na sobrevivência futura - dentro da paz possível - em um país minimamente livre, de sua família.
O que não se pode é abandonar a internet - o maior instrumento de comunicação e de doutrinação já criado pelo homem - ao fascismo, como se fez, tola e irresponsavelmente - e não apenas no Brasil - nos últimos anos.
A grande missão de qualquer cidadão digno desse termo, nesta hora, deve ser a defesa e a restauração da verdade, torcida e vilipendiada pela "história oficial" vigente, montada, contada e recontada por uma plutoburocracia parcial e seletiva, totalmente descompromissada, geopolítica e estrategicamente, com o país, movida pela busca de mais poder e por seus interesses - que no mínimo coincidem com os de nossos concorrentes externos - e vaidade.
Debater com competência, números e fatos, com um adversário na internet pode até não mudar a opinião dele.
Mas arrisca a abalar suas certezas.
E impede que o público "neutro" que está acompanhando a discussão, lendo os comentários, venha a se deixar convencer, sem o benefício e a alternativa de uma segunda opinião, pela argumentação, costumeiramente mendaz e odiosa, dele.
Moro só pôde condenar Lula tranquilamente, da forma como o fez, porque o antilulismo, o antipetismo e o antibolivarianismo - filhos diletos e diretos do anticomunismo tosco, anacrônico e distorcido renascido nos neurônios da nação como um fungo alucinógeno, contaminante e tumoral, nos últimos tempos - tomaram conta, por meio da rede, de uma massa amorfa e mal informada, confundindo-a e manipulando-a sem nenhum tipo de reação - nem de comunicação, nem jurídica - por parte de quem estava sendo atacado - durante quatro longos anos, implantando na cabeça da população um punhado de incontestados - por não terem sido prontamente respondidos - paradigmas.
Os mais simplistas - e logo, mais fáceis de serem desmontados - são aqueles que dizem que o PT quebrou o país, que foi implantado no Brasil um governo comunista nos últimos 15 anos, e que o PT odeia s Forças Armadas, por exemplo.
Isso, apesar de que o PIB e a renda per capita recuaram, segundo o Banco Mundial, em termos nominais, nos oito anos de FHC e de que as dividas líquida e bruta serem menores hoje, com relação ao PIB, do que eram em 2002.
De o Produto Interno Bruto ter aumentado , nominalmente, pelo menos três vezes em dólares, nos últimos 15 anos, com relação aos 604 bilhões de dólares do último ano de FHC.
E também de que pagou-se a divida com o FMI em 2005 e desde então, nos governos do PT, multiplicaram-se por onze as reservas internacionais.
De que, longe de ser comunista, nunca o capitalismo no Brasil cresceu tanto, como na última década e meia, com a explosão dos ganhos do sistema financeiro, daqueles derivados da duplicação da produção agrícola, do aumento das exportações e da expansão do crédito e do consumo.
E de que, quanto à Marinha, ao Exército e à Aeronáutica, em vez de ser contra as Forças Armadas, o PT foi responsável pelo lançamento do maior programa de rearmamento da defesa nacional nos últimos 500 anos, com medidas como a ordem para a construção - em parceria com a França - do primeiro submarino nuclear brasileiro, da nova família de rifles IA2, dos novos caças Gripen NG BR - por meio de acordo com a Suécia - sem falar de aviões cargueiros como o KC-390, de blindados ligeiros como o Guarani, do novo Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas, de novos radares e sistemas de artilharia, como o Astros 2020, etc, etc, etc.
Quanto à corrupção, ela existe em qualquer lugar do mundo e deve ser coibida.
Mas só no Brasil é usada como pretexto para a sabotagem de nossas maiores estatais, como a Petrobras, a Eletrobras e o BNDES, a quebra de nossas maiores empresas, de milhares de acionistas e fornecedores, a destruição de nossos mais importantes - e estratégicos - projetos e programas nas áreas de energia, infraestrutura e defesa, e a eliminação de centenas de milhares, senão milhões, de empregos.
Além de servir de biombo para o sequestro de valores muito maiores do orçamento público, em sonegação, pagamento dos juros mais altos do mundo ao sistema financeiro privado, e dívidas em impostos que envolvem quantias dezenas de vezes mais altas do se provou ter sido desviado no contexto em Caixa 2 e doações a partidos e candidatos.
Esses são alguns dos argumentos que deveriam ser passados, democraticamente à opinião pública que faz uso da internet pelo computador e o celular.
Os links e as informações que os sustentam - se o PT quebrou o país como ainda somos o quarto maior credor externo dos EUA - http://ticdata.treasury.gov/Publish/mfh.txt ? - que os comprovam encontram-se ao alcance de qualquer um, bastando copiá-los e publicá-los, sempre que possível, no final dos comentários.
Informações de caráter social são importantes, mas opcionais, no caso do público protofascista, já egoísta e excludente por natureza - que é bombardeado, todos os dias, contra as "bolsas" e o "populismo" "esquerdopata".
O tempo não para - como diria o poeta - e o relógio da História também não se detêm, nem por um átimo.
Segundo a segundo, a cada passo silente, quase imperceptível, do mais fino dos ponteiros, estamos mais perto - e o Brasil mais próximo, historicamente - da batalha decisiva das novas eleições presidenciais.
A saída de Temer e a eventual ascensão de Rodrigo Maia é pouco mais que irrelevante em termos eleitorais e nada mudará - a não ser para pior - da pauta entreguista e neoliberal em andamento.
O que importa - agora ou no ano que vem - é o próximo pleito.
Basta ler as reações à condenação de Lula na internet para ver onde estão aqueles que podem se levantar contra o autoritarismo.
Trancados, majoritariamente, em seus guetos, expondo, pela enésima vez, uns para os outros, como em um espelho estéril e infinito, sua indignação e perplexidade.
E ninguém apareceu para contestá-lo.
Se essa ira, justa, diríamos, em muitos pontos, se transformar em força e se derramar para a internet como um todo, a partir desta semana, este poderá ser o momento da virada.
Se, no entanto, continuar contida, restrita e ineficaz, em termos de mudança de jogo - ontem, em comentário em artigo do Estadão no UOL, um sujeito afirmou, sem meias palavras, que, diante dos recursos que existem para que Lula escape à sentença de Moro, "para garantir logo, o melhor seria mandar logo este cabra pra debaixo da terra" e ninguém apareceu para contestá-lo até agora - o momento que estamos vivendo se transformará no marco simbólico da capitulação da liberdade e do direito de defesa, da antecipada rendição da resistência democrática, da prévia e definitiva entrega do país a um tipo de fascismo que, uma vez alçado ao poder, dificilmente irá apear-se dele novamente.
Fonte - Blog Mauro Santayana  17/07/2017

Exclusiva e segura: ponte da Crimeia é 'modelo para qualquer construção de transporte'

Tecnologia  🌉

A ponte da Crimeia, que está sendo construída através do estreito de Kerch, serve de modelo para qualquer construção de transporte, afirmou o ministro de Transporte da Rússia, Maksim Sokolov.

Sputnik
© foto -  Ponte da Crimeia
O ministro, acompanhado pelo diretor da Agência Federal de Transporte Rodoviário, conhecida como Rosavtodor, Roman Starovoit, encontrou-se com estudantes de engenharia civil, que estão estagiando na construção, no âmbito da prática profissional de verão.
"O projeto da ponte da Crimeia é mais do que exclusivo. É modelo, que dita estalões elevadíssimos, para qualquer construção de transporte, tanto no que diz respeito à organização, como à qualidade do trabalho", disse o ministro, citado pelo centro de informação Krymsky most (ponte da Crimeia).
Maksim Sokolov sublinhou que os estagiários da construção receberão uma experiência inestimável.
De acordo com o centro de informações, mais de 90 estudantes de várias universidades da Rússia estagiaram ou estão estagiando na construção da ponte neste ano, inclusive da Universidade Estatal de Moscou.
A ponte através de Kerch, que ligará a península da Crimeia à parte continental da Rússia (zona de Krasnodar), vai ser a mais extensa da Rússia, o seu cumprimento planejado é de 19 quilômetros. A inauguração da ponte está planejada para dezembro de 2018.
Fonte - Sputnik  17/07/2017

Sec. de Educação do Estado (BA) oferta mais de 2 mil vagas EAD para professores e profissionais da área

Educação  📖

Entre as novidades estão os cursos realizados no Polo Universidade Aberta do Brasil (UAB) do Subúrbio Ferroviário de Salvador, que está instalado do Colégio Estadual Nelson Mandela, em Periperi, e que vai facilitar o acesso ao Ensino Superior dos professores e profissionais da Educação que moram na região

Da Redação
foto - ilustração/arquivo
Bahia - A Secretaria da Educação do Estado, por meio do Instituto Anísio Teixeira (IAT) e da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), disponibiliza 2.305 vagas em cursos de graduação na modalidade a distância (EAD) para professores e profissionais da educação, em 23 municípios. Entre as novidades estão os cursos realizados no Polo Universidade Aberta do Brasil (UAB) do Subúrbio Ferroviário de Salvador, que está instalado do Colégio Estadual Nelson Mandela, em Periperi, e que vai facilitar o acesso ao Ensino Superior dos professores e profissionais da Educação que moram na região.
No Polo UAB do Subúrbio Ferroviário de Salvador são ofertadas 286 vagas para as licenciaturas em Ciência da Computação, Educação Física, Física, Letras/Português, Matemática e Química e para o Bacharelado em Administração Pública. “Esta é mais uma ação em articulação com a nossa Uneb e que vem atender a uma demanda histórica para a graduação de professores e profissionais da Educação tanto no Subúrbio Ferroviário de Salvador quanto nos demais municípios. Portanto, é uma iniciativa que vem fortalecer a Educação Básica, na medida em que estes profissionais terão uma nova formação, cujos conhecimentos serão aplicados em sala de aula”, afirma o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.
A oferta visa promover, consolidar e expandir políticas de educação a distância, voltadas para a formação inicial e continuada dos professores e demais profissionais da Educação Básica, como determina o Plano Estadual de Educação. Os interessados devem se inscrever até o dia 24, exclusivamente pelo site da seleção, para participar do vestibular desta modalidade. O processo seletivo será realizado entre 25 e 28 de julho. O resultado será divulgado a partir do dia 31.
As vagas são os municípios de Vitória da Conquista, Seabra, Santo Estevão, Piritiba, Pintadas, Paulo Afonso, Mundo Novo, Mata de São João, Lauro de Freitas, Jacaraci, Itapicuru, Itanhém, Itamaraju, Itaberaba, Irecê, Ipupiara, Ipirá, Ilhéus, Euclides da Cunha, Esplanada, Dias D´Ávila, Conceição do Coité, Carinhanha, Campo Alegre de Lourdes, Camaçari, Canudos, Brumado, Bom Jesus da Lapa e Amargosa. Entre os cursos ofertados nestes polos estão as Licenciaturas em História, Geografia, Letras/Espanhol, Letras/Inglês, Ciências Biológicas e Pedagogia.
Com informações da Secom Ba.  17/07/2017