terça-feira, 13 de junho de 2017

Projeto de expansão do Trensurb prevê aeromóvel em cidades da região

Transportes sobre trilhos  🚄

Uma linha de aeromóvel ligará o Centro de Novo Hamburgo até o bairro Canudos, o mais populoso do Município. A proposta é de que o trecho tenha quatro quilômetros, com dois terminais e duas estações.

Diário de Canoas - Abifer
foto - ilustração/arquivo
O projeto de expansão do Trensurb prevê ampliação dos atuais 46 quilômetros para cerca de 115 quilômetros, com o uso de linhas do Aeromóvel em novos trechos entre Porto Alegre e Novo Hamburgo e também em Cachoeirinha, Gravataí, Alvorada e Viamão, cidades hoje fora do sistema.
A proposta faz parte de um estudo da empresa Aeromóvel do Brasil e da China Railway First Group Engenharia (CREC) entregue, nesta segunda-feira (12), ao secretário-executivo do Ministério das Cidades, Marco Aurélio de Queiroz Campos, em reunião na Casa Civil da Presidência da República.
“Voltamos ao assunto já abordado em janeiro e com os chineses, que são os investidores, reafirmando o interesse em discutir com o governo na esfera do investimento e aumento do negócio”, resume o diretor-executivo da Aeromóvel do Brasil, Marcos Coester, que participou da reunião acompanhado dos representantes da CREC no Brasil, Zheng Jianya e Song Jingjing.
Segundo Coester, a perspectiva é de avanços na negociação nos próximos meses, visto o governo federal aguardar pelo término de um estudo de “valuation” da Trensurb, ou seja, uma avaliação da estatal quanto a preço, fluxo de caixa e gargalos da atual estrutura, que deverá estar concluído em prazo de 180 dias. “E esse é um ponto que também precisa ficar claro até para quem tem intenção de investir na Trensurb”, observa Coester, entendendo que a discussão também precisará começar a envolver o governo gaúcho e os próprios municípios para avançar.

Até Canudos
Uma linha de aeromóvel ligará o Centro de Novo Hamburgo até o bairro Canudos, o mais populoso do Município. A proposta é de que o trecho tenha quatro quilômetros, com dois terminais e duas estações. A estimativa é de que mais de 65 mil pessoas usem por dia o aeromóvel. O veículo tem capacidade para 300 pessoas e trafega a 40 km/h.
Fonte - Abifer  13/06/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita,ajude-nos na divulgação desse Blog
Cidadania não é só um estado de "direito",é também um estado de "espírito"