domingo, 28 de maio de 2017

Avião russo inovador de passageiros MS-21 faz seu 1º voo

Tecnologia  ✈

O novo avião russo de médio curso MS-21 fez seu primeiro voo que foi filmado por habitantes da cidade russa de Irkutsk.

Do Sputnik
Sputnik
O MS-21 é um avião de passageiros de nova geração que vai concorrer com o Airbus A320 e o Boeing 737 e vai substituir as aeronaves soviéticas Tu, Yak e An. O MS-21 poderá transportar no máximo 211 passageiros.
As primeiras 50 aeronaves serão compradas pela empresa russa Aeroflot. O fornecimento será realizado nos finais de 2018-início de 2019.
O público que assistiu o 1º voo do MS-21,avião inovador de passageiros,vibrou com a decolagem e aterrizagem bem sucedidas do novo avião fabricado construído pela Fábrica Aeronáutica de Irkutsk.
Com informações do Sputnik  28/05/2017 

Justiça impede prefeitura de SP de remover à força dependentes químicos

Fatos em Foco   📣

A prefeitura pretendia remover à força os usuários para que um médico avaliasse a necessidade de internação compulsória. Caso o médico recomendasse a internação, seria necessária autorização judicia, procedimento já adotado atualmente.

Camila Boehm
Repórter da Agência Brasil
Rovena Rosa/Agência Brasil
A Justiça derrubou hoje (28), a pedido do Ministério Público de São Paulo e da Defensoria Pública do estado, a decisão que autorizava a prefeitura de São Paulo a conduzir compulsoriamente – contra a vontade da pessoa – usuários de drogas da região da Cracolândia para avaliação médica.
A prefeitura pretendia remover à força os usuários para que um médico avaliasse a necessidade de internação compulsória. Caso o médico recomendasse a internação, seria necessária autorização judicia, procedimento já adotado atualmente.
Na decisão de hoje, o desembargador Reinaldo Miluzzi considerou relevantes os fundamentos do Ministério Público e da Defensoria Pública para derrubar a medida da prefeitura paulistana. “Como bem asseverado em ambos os recursos, o pedido [da prefeitura] é impreciso, vago e amplo e, portanto, contrasta com os princípios basilares do Estado Democrático de Direito, porquanto concede à municipalidade carta branca para eleger quem é a 'pessoa em estado de drogadição vagando pelas ruas da cidade de São Paulo'”, declarou o juiz.
O desembargador também retirou o segredo de Justiça do processo.
Fonte - Agência Brasil  28/05/2017

TGV da SNCF terá nova marca,"inOui"

Transportes sobre trilhos  🚅

A SNCF,vai introduzir progressivamente a marca inOui através dos seus serviços TGV legados até 2020, começando com os da rota Paris/Bordeaux a partir de 2 de Julho, quando iniciará a linha alta velocidade LGV Sud-Europe-Atlantique entre Tours e Bordeaux.

Railway Gazette
foto - ilustração/Pregopontocom
A SNCF,operadora nacional de trens da França,anunciou em 26 de maio que a rede de serviços de passageiros de alta velocidade do TGV deve ser renomeada como "inOui".
A SNCF,vai introduzir progressivamente a marca inOui através dos seus serviços TGV legados até 2020, começando com os da rota Paris/Bordeaux a partir de 2 de Julho, quando iniciará a linha alta velocidade LGV Sud-Europe-Atlantique entre Tours e Bordeaux. Segundo relatos locais,o rebranding (estratégia de marketing), está sendo impulsionado em parte por um desejo de racionalizar os níveis de serviço oferecidos pela SNCF. A oferta iDTGV foi retirada no início deste ano, deixando apenas as marcas inOui e Ouigo destinadas ao mercado doméstico de alta velocidade. Ouigo é a operação TGV de baixo custo que a SNCF lançou em 2013; A operadora nacional está visando um crescimento de cinco vezes na taxa de juros de baixo custo até o final da década como a rede de Ouigo é expandido para servir mais destinos.
InOui visará um segmento de mercado mais elevado, refletindo um investimento substancial no material rodante, nos canais de distribuição e nos serviços a bordo que a SNCF colocará no negócio nacional de TGV. Embora a SNCF tenha transportado 105 milhões de passageiros em serviços de TGV em 2016, as margens estão sob pressão de concorrentes, incluindo companhias aéreas de baixo custo e aplicativos de passeio compartilhado.
Fonte - Railway Gazette   27/05/2017

Nuremberga e Fürth na Alemanha,terão ônibus elétricos inovadores da Solaris

Internacional  🚌

Os novos ônibus serão também os primeiros totalmente elétricos em serviço nas duas cidades.Os novos ônibus serão equipados com ar condicionado e aquecimento interno e serão alimentados por energia armazenada em baterias.

Da Redação
Eurotransport
As cidades de Nuremberga e Fürth,na Alemanha, terão até o fim do ano uma inovadora frota de ônibus elétricos Solaris Urbino 12.Os novos ônibus serão também os primeiros totalmente elétricos em serviço nas duas cidades.Os veículos terão ar condicionado e aquecimento interno e serão alimentados por energia armazenada em baterias.Os ônibus serão carregados através de um sistema plug-in que permite o carregamento durante a noite nas garagens,e terão um carregador instalado no teto do veículo,que permitirá que eles sejam carregados fora das garagens.
Os veículos inovadores também estarão preparados para uma futura utilização do pantógrafo que permitirá que o carregamento rápido ocorra durante o período em que os ônibus estejam em serviço.
Os ônibus terão sistema de iluminação interna LED e LEDs vermelhos de aviso piscante durante a abertura e fechamento das portas.Contarão ainda com um sofisticado sistema de monitoramento instalado a bordo, que permitirá ao condutor do ônibus observar e controlar o embarque e desembarque de passageiros de forma eficiente e segura, e outro sistema instalado na parte traseira para auxiliar nas manobras do veículo.
Os ônibus de Numberg terão 20 assentos e mais 3 dobráveis,enquanto os de Fürth terão configuração para 28 assentos e mais 5 dobráveis.Os novos ônibus da Solaris deverão chegar as duas cidades até o fim do ano.
Com informações do Eurotransport  27/05/2017 

sábado, 27 de maio de 2017

Universidade para Todos oferta 16.400 vagas em todo o Estado da Bahia

Educação  📖

As aulas, preparatórias para o vestibular e para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), são realizadas em Salvador e mais 228 localidades do Estado, em 27 Territórios de Identidade. A ação é desenvolvida em parceria com as universidades estaduais Uneb, Uefs, Uesb e Uesc. As inscrições serão realizadas no período de 1º a 8 de junho, exclusivamente, no Portal da Educação.

Da Redação
foto - ilustração
A Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulgou, neste sábado (27), o edital para o curso Universidade Para Todos (UPT). Estão sendo ofertas 16.400 vagas. As aulas, preparatórias para o vestibular e para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), são realizadas em Salvador e mais 228 localidades do Estado, em 27 Territórios de Identidade. A ação é desenvolvida em parceria com as universidades estaduais Uneb, Uefs, Uesb e Uesc. As inscrições serão realizadas no período de 1º a 8 de junho, exclusivamente, no Portal da Educação.
“Esta é mais uma iniciativa adotada pela Secretaria que oportuniza aos estudantes a preparação para o ingresso no Ensino Superior. Tanto que podem participar, os egressos das redes públicas estadual e municipal e, também, os estudantes do 3º ano do Ensino Médio ou do 4º ano da Educação Profissional. Além disso, vale destacar a parceria com as nossas universidades estaduais”, afirma o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.
Poderá concorrer a uma vaga o candidato que for egresso do Ensino Médio das redes estadual ou municipal do Estado da Bahia. Também podem concorrer estudantes das redes públicas estadual ou municipal matriculados, em 2017, nas seguintes situações: 3º ano do Ensino Médio Regular ou suas modalidades correspondes, do 4º ano da Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio ou suas modalidades correspondentes. Todos estes estudantes precisam ter concluído o Ensino Fundamental II (5ª à 8ª séries, atual 6º ao 9º ano ou modalidades correspondentes), e a 1ª e 2ª séries do Ensino Médio Regular ou modalidades correspondentes nas redes estadual ou municipal no Estado da Bahia.
A seleção é feita através das médias de Português e de Matemática que são lançadas pelo candidato no ato da inscrição e conferidas no ato da matrícula. A matrícula será realizada entre os dias 3 a 7 de julho, no local e turno que o aluno optou para estudar. Para se matricular, é preciso apresentar cópia e original do CPF, RG, comprovante de residência, além do Histórico Escolar do Ensino Médio e do Ensino Fundamental II. As aulas começam no dia 3 de julho e vão até dezembro de 2017.
O Universidade Para Todos oferece aulas regulares, de segunda a sexta-feira, de Português, Redação, Matemática, Física, Química, Biologia, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), História e Geografia, além de atividades complementares como seminários, oficinas, revisão para o Enem, aulões, simulados e orientação vocacional. O curso oferece, ainda, material didático, fardamento e isenção da taxa de inscrição em processo seletivo das universidades estaduais aos alunos que apresentarem frequência igual ou superior a 75% das aulas ministradas.
Com informações da Secom Ba.  27/05/2017

Túnel paralelo a ponte da Crimeia atrai investidores chineses

Internacional   🚧

Investidores chineses mantêm interesse na construção de um túnel submarino na Crimeia. Uma das propostas que foi apresentada foi a construção do túnel paralelamente à ponte, vamos discutir o projeto.

Sputnik
Sputnik
Investidores chineses se interessaram pelo projeto de construção de um túnel submarino através do Estreito de Kerch, comunicou o ministro do Desenvolvimento Económico da República, Andrei Melnikov.
Anteriormente o Conselho de Negócios chinês propôs às autoridades da Crimeia construir o túnel paralelamente à ponte através de Kerch, que está atualmente sendo erigida.
"Uma das propostas que foi apresentada foi a construção do túnel paralelamente à ponte, vamos discutir o projeto. As tecnologias que os empresários chineses podem oferecer, de acordo com eles, vão permitir realizar isso com custos reduzidos", acrescentou Melnikov no ar da rádio Sputnik na Crimeia. 
A ponte através de Kerch, que ligará a península da Crimeia à parte continental da Rússia (zona de Krasnodar), vai ser a mais extensa da Rússia, o seu cumprimento planejado é de 19 quilômetros. A inauguração da ponte está planejada para dezembro de 2018.
Fonte - Sputnik  27/05/2017

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Estação Pirajá do Metrô é novo ponto final de seis linhas metropolitanas

Mobilidade  🚌<> 🚇

A partir da segunda-feira (29), a Estação Pirajá passa a ser oficialmente o novo ponto final das linhas Camaçari (800A.URB, 814A.URB), Madre de Deus (805A, 805A2, 805A3) e Candeias (809.URB). Anteriormente, o final de linha era na Estação do Retiro.

Da Redação
foto - ilustração/CCR
Passageiros de ônibus metropolitanos que chegam a Salvador pela BR-324 devem ficar atentos à alteração do ponto final de seis linhas. A partir da segunda-feira (29), a Estação Pirajá passa a ser oficialmente o novo ponto final das linhas Camaçari (800A.URB, 814A.URB), Madre de Deus (805A, 805A2, 805A3) e Candeias (809.URB). Anteriormente, o final de linha era na Estação do Retiro.
As alterações bsucam ampliar a integração entre ônibus metropolitanos e o metrô, além de otimizar o tempo de viagem dos cidadãos da Região Metropolitana de Salvador (RMS) com diversos destinos na capital. Fiscais da Agerba vão acompanhar os primeiros dias da alteração.
Funcionários do metrô orientam os passageiros e auxiliam na integração ao longo de toda semana. Dúvidas, reclamações e elogios podem ser registrados junto a Ouvidoria da Agerba através do telefone 0800 071 0080 ou e-mail agerba.ouvidoria@agerba.ba.gov.br.


Com informações da Secom Ba.  26/05/2017

Cai ânimo de empresariado

Economia  📉

A Confederação Nacional da Indústria (CNI)divulgou dia 24 Sondagem Industrial indicando que os empresários estão menos otimistas em relação ao emprego, à demanda, às exportações e à compra de matérias-primas.

Portogente
Portogente
Segundo o levantamento, depois da leve recuperação registrada em março, a produção da indústria brasileira voltou a cair em abril. O emprego e o nível de utilização da capacidade instalada também recuaram no mês passado. O indicador de evolução da produção caiu para 41,6 pontos, o de número de empregados ficou em 47 pontos, e o de utilização da capacidade instalada em relação ao usual diminuiu pra 36,6 pontos. Os indicadores da pesquisa variam de zero a cem pontos. Quando estão abaixo de 50 pontos, revelam queda na produção, no emprego e na utilização da capacidade instalada.
A pesquisa aponta que a indústria encontra dificuldades para superar a recessão econômica no País. A análise da CNI destaca que os feriados são responsáveis por parte das quedas registradas no mês. Abril teve 17 dias úteis, ante 23 dias de março. Embora seja comum uma diminuição da atividade entre os meses de março e abril, a queda registrada em 2017 foi mais intensa que a usual.
Fonte - Portogente - 26/05/2017

Lei que obriga estações de metrô e trem a instalarem rampas para cadeirantes entra em vigor no Rio

Acessibilidade  ♿

O projeto determina que rampas ou outras formas de acesso em metrô e trens facilitem a mobilidade dos cadeirantes nas estações e também nas plataformas. 

G1 - Abifer
foto - ilustração
Uma lei que obriga as estações de metrô do Rio a terem rampas acessíveis para cadeirantes no Rio começa a valer nesta sexta-feira (26). O projeto determina que rampas ou outras formas de acesso em metrô e trens facilitem a mobilidade dos cadeirantes nas estações e também nas plataformas.
Segundo o Bom Dia Rio, as empresas vão ter 6 meses para fazer as mudanças necessárias. Apenas 13,7% das plataformas de embarque e desembarque são adaptadas no Rio, de acordo com as empresas.
O Bom Dia Rio mostrou o sofrimento de Kaiky, de 11 anos, que usa a estação Edson Passos e tem problemas para chegar à escola pela falta de acessibilidade. Agentes do metrô tem que levá-lo escada acima para que ele chegue até a plataforma.
Fonte - Abifer  26/05/2017

Travessia Marítima Salvador/Itaparica nesta sexta (26) pelo sistema Ferry-Boat

Travessia marítima  🚢

Nesta de sexta-feira (26), estão em operação as embarcações, Ivete Sangalo, Agenor Gordilho, Pinheiro e Zumbi dos Palmares, com saídas nos horários programados de hora em hora.

Da Redação
foto - ilustração
A ITS administradora e operadora do sistema Ferry-Boat, informa que nesta de sexta-feira (26), estão em operação as embarcações, Ivete Sangalo, Agenor Gordilho, Pinheiro e Zumbi dos Palmares, com saídas nos horários programados de hora em hora. A embarcação Juracy Magalhães Jr. está de reserva podendo integrar a operação,caso seja necessário.O fluxo de passageiros e veículos durante a manhã esteve tranquilo nos dois terminais,em São Joaquim e Bom Despacho.
O sistema disponibiliza uma Central de Atendimento ao Cliente (CAC), localizada no Terminal São Joaquim funcionandp de segunda a sexta, das 8h às 18h, e aos sábados, das 7h às 13h, contatos Tel 071 3032-0475 e pelo cac@internacionaltravessias.com.br.
Com informações da ITS  26/05/2017

"Uber para caminhões" da China lança serviço em parceria com trem

Internacional  🚄

A primeira rota para o trem de carga piloto se iniciará em um parque logístico em Erdos, na Região Autônoma da Mongólia Interior, e correrá mil quilômetros para o leste, terminando no porto de Huanghua, na Província de Hebei, no Norte. As operações começarão este ano.

CRI Online - RF
foto - ilustração
A Truck Alliance, uma companhia chinesa que proporciona um serviço tipo Uber para caminhões, fez uma parceria na quinta-feira com a empresa líder em logística ferroviária para permitir operações de transporte combinado por caminhões e trens de carga.
A parceira da Truck Alliance, a Shenhua Railway Freight Corporation, é subsidiária da maior produtora de carvão, a Shenhua. Possui 2.155 quilômetros de ferrovia, 40 navios e três portos capazes de transportar 270 milhões de toneladas de carga.
"Os trens podem levar caminhões ou contêineres com carga", disse Kang Fengwei, gerente-geral da Shenhua. "A combinação dos negócios de carga por rodovia e ferrovia pode reduzir custos e elevar a eficiência na logística."
A primeira rota para o trem de carga piloto se iniciará em um parque logístico em Erdos, na Região Autônoma da Mongólia Interior, e correrá mil quilômetros para o leste, terminando no porto de Huanghua, na Província de Hebei, no Norte. As operações começarão este ano.
A Truck Alliance começou a desenvolver um app de pedido de caminhões em 2014. A empresa assegurou um substancial financiamento liderado pela Tencent no ano seguinte. A companhia trabalha agora com 3,7 milhões de caminhões e 630 mil remetentes de carga. A plataforma recebe cerca de cinco milhões de pedidos por dia.
Caminhão é um meio popular para transporte carga na China. No entanto, mais de 85% dos caminhões são propriedade de indivíduos. Antes do lançamento do app, os caminhoneiros gastavam muito tempo e combustível em busca de pedidos.
Fonte - Revista Ferroviária  26/05/2017

O desmonte do sistema de proteção social pelo governo Temer

Ponto de Vista   🔍

O Brasil tem se destacado pelo volume, intensidade e perversidade das medidas de austeridade adotadas. O governo Temer que assumiu em 2016, após destituição da presidente democraticamente eleita, tem avançado um pacote de maldades contra o povo brasileiro em passos largos. É importante destacar que: tanto o presidente quanto seus ministros estão profundamente envolvidos nas denúncias de corrupção em andamento, o país vive um cenário de crise institucional e política, e as propostas do governo nunca foram submetidas ao voto popular.

Revista Amazônia
foto - ilstração
A crise econômica de 2008 foi utilizada como justificativa para a adoção de medidas de austeridade na Europa. Os resultados foram catastróficos, especialmente em países como Grécia e Espanha, tendo ocorrido inclusive um reconhecimento do Fundo Monetário Internacional (FMI)[1], por meio de estudos empíricos, de que cortes orçamentários durante recessões econômicas têm a tendência de ampliar os déficits fiscais e prolongar a recessão, ampliando os níveis de desemprego e desacelerando a recuperação econômica.
O Brasil tem se destacado pelo volume, intensidade e perversidade das medidas de austeridade adotadas. O governo Temer que assumiu em 2016, após destituição da presidente democraticamente eleita, tem avançado um pacote de maldades contra o povo brasileiro em passos largos. É importante destacar que: tanto o presidente quanto seus ministros estão profundamente envolvidos nas denúncias de corrupção em andamento, o país vive um cenário de crise institucional e política, e as propostas do governo nunca foram submetidas ao voto popular.
Entre as mais perversas medidas, o governo Temer apresentou e aprovou no Congresso Nacional, em 2016, uma proposta de Emenda à Constituição[2] para instituir um “novo” regime fiscal, o qual determina que as despesas primárias, onde estão todos os gastos sociais, a partir de 2017, terão um teto: corresponderão ao valor pago em 2016 reajustado apenas pela inflação. Na prática, isso representará um congelamento dos gastos sociais por 20 anos, ou ainda pior, como a população crescerá em 9% e dobrará sua população idosa ao longo dos 20 anos[3], na realidade as despesas sociais per capita serão reduzidas. É ainda importante destacar que existe no país uma normativa que permite contingenciamentos orçamentários para atender a meta de superávit primário, de acordo com a Lei de Diretrizes Orçamentária. Se a meta for muito restritiva, os gastos sociais não apenas estarão congelados, como serão inferiores em comparação com o ano anterior. Ampliando a análise, quando o país voltar a crescer, toda arrecadação a mais do país não poderá ser utilizada nos gastos sociais para ampliar direitos, devido ao teto das despesas primárias, somente poderá ser utilizada nas despesas financeiras, para pagar juros e dívida.
Medidas de controle de despesas primárias estão sendo adotadas pelo mundo; porém, o caso brasileiro é único: I. Foi determinado por alteração constitucional; II. Por um o prazo excessivo de 20 anos o que inviabiliza a adoção de outra política fiscal aos futuros governos eleitos democraticamente; III. Com impossibilidade de crescimento real dos gastos sociais ao limitá-los à correção inflacionária, ao invés da variação de médio prazo do PIB como foi feito em muitos países europeus; IV. Desconsiderando qualquer necessidade social que por si só viria a exigir maiores investimentos sociais. Por exemplo, somente o envelhecimento populacional demandaria um acréscimo de 37% nas despesas com saúde[4].
Em perspectiva, se essa Emenda tivesse sido aprovada desde 2013, o orçamento da saúde em 2015 teria sido quase a metade do que foi de fato, R$ 55 bilhões ao invés de R$ 100 bilhões. Para os próximos 20 anos, a previsão é de redução de 25% em uma política pública que já é historicamente seriamente subfinanciada[5].
Dessa forma, a Emenda Constitucional n.95/2017, previamente conhecida como PEC 241 e depois PEC 55, é inteiramente incompatível com as obrigações de direitos humanos, conforme afirmou em Declaração o relator especial da ONU para extrema pobreza e direitos humanos, Philip Alston[6], para quem a emenda afetará de forma mais intensa os brasileiros mais pobres e mais vulneráveis, além de ampliar as desigualdades numa sociedade já bastante desigual.
O Comitê de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais das Nações Unidas (ONU) já emitiu direções específicas que devem ser observadas pelos países parte do Pacto Internacional dos Direitos Econômicos, Sociais e Culturais quando esses adotarem medidas em resposta a crises econômicas. Para estarem de acordo com o Pacto, as medidas fiscais devem: ser temporárias; estritamente necessárias e proporcionais; não discriminatórias; levar em consideração possíveis medidas alternativas, inclusive medidas tributárias; identificar e proteger o conteúdo mínimo e central dos direitos humanos; e serem adotadas somente após cuidadosa análise com genuína participação social no processo de tomada de decisão, especialmente dos grupos e indivíduos afetados[7].
Com a EC 95, o governo Temer falhou em considerar todos esses critérios. A Emenda não é temporária ao se estender por 20 anos e para além do período de crise econômica. O teto aos gastos sociais afetará desproporcionalmente os mais vulneráveis, como as mulheres e crianças negras pobres, que são justamente os que mais dependem dos serviços públicos, como saúde e educação. Medidas alternativas não foram analisadas, especialmente as que poderiam melhorar e ampliar as receitas de forma mais equitativa. Algumas possibilidades seriam: I. Combater a evasão fiscal que representaria um acréscimo de 27% do valor arrecadado[8], o que em 2015 correspondeu a R$ 500 bilhões; II. Ampliar a contribuição dos super ricos com a revogação da não tributação dos lucros e dividendos no imposto de renda, o que em 2015 teria correspondido a R$ 43 bilhões[9]. Com essas medidas poderiam ter sido evitados cortes drásticos em gastos sociais. Por fim, o governo e diversos congressistas não realizaram análises sobre os efeitos das medidas, nem permitiram participação social adequada, ao apressar a aprovação da Emenda e inviabilizar a realização de Audiências Públicas já previamente aprovadas.
A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH)[10] ao considerar todos esses elementos apresentados em Audiência Pública orientou o governo brasileiro a respeitar os princípios de progressividade na realização dos direitos humanos e de não regressão social, em conformidade com o Protocolo de São Salvador, que o Brasil ratificou em 1996. De acordo com esse documento, os países signatários são proibidos de adotar medidas políticas e legais sem adequada justificativa que piorem a situação de gozo dos direitos econômicos, sociais e culturais pela população.
Em avaliação[11] pelo Inesc do orçamento para 2017 do Brasil é possível observar os primeiros indícios de desrespeito tanto das orientações da ONU quanto da CIDH, o que implicará em afronta aos direitos sociais das brasileiras e dos brasileiros em decorrência da austera EC 95. De 2016 para 2017 ocorreu um crescimento de 17,20% dos recursos públicos para despesas financeiras. Por outro lado, as despesas primárias sofreram uma redução de 14,2% na participação do bolo do Orçamento da União.
Os dados orçamentários evidenciam que são as funções e programas orçamentários relacionados com as populações em maior que mais perderão. Como exemplo, a função “Direitos de Cidadania” foi a que teve maior perda orçamentária. Nominalmente, essa função saiu de R$ 2,4 bilhões em 2016 para R$ 1,6 bilhões em 2017, um corte de 47%. Dentro dessa função, o programa mais atingido foi o de “Políticas para as Mulheres: Enfrentamento à Violência e Autonomia” que teve uma redução de 52%. É esse Programa que garante, por exemplo, o atendimento às mulheres em situação de violência. Essa ação orçamentária reduziu R$ 5,5 milhões no seu valor em 2017. Em contrapartida, para os juros, em 2016, foram pagos com serviço da dívida interna e externa R$ 381 bilhões, e em 2017 a previsão é de R$ 557 bilhões, o que representa um crescimento de 46%.
Ou seja, enquanto a fatia das despesas financeiras cresceu de 2016 para 2017, a das despesas primárias reduziu, provando que a lógica da EC 95 determina recursos cada vez mais protegidos para o financismo e cada vez mais limitados para os direitos humanos. O que afronta os princípios de não regressão social, não discriminação e de uso máximo de recursos disponíveis para a realização progressiva de direitos humanos.
-Texto originalmente publicado em espanhol no site da Agência Latinoamericana de Información – Alai.
Fonte - Revista Amazônia  26/05/2017

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Metrô de Salvador bate recorde de passageiros com abertura de mais quatro estações e operação para jogo na Arena

Transportes sobre trilhos  🚇

De acordo com o gestor de Atendimento de Operação da CCR Metrô Bahia, Hamilton Trindade, no primeiro dia de operação dos quatro novos pontos, na terça-feira (23), houve um acréscimo de 18% no aumento de passageiros, em relação à média dos dias úteis de maio. Na quarta (24), em comparação com o dia anterior, o aumento foi de 25%.

Da Redação
foto - Camila Souza/GOVBA
Desde que entrou em operação, no dia 11 de junho de 2014, o Metrô de Salvador bateu recorde de passageiros, na quarta-feira (24), quando entraram em operação as estações de Pernambués, Imbuí, CAB e Pituaçu. Foram transportados mais de 131 mil usuários, sendo 10% de torcedores, que foram à Arena Fonte Nova assistir ao jogo entre Bahia e Sport. Inclusive, para atender a esse público, o sistema funcionou até a 1h30 desta quinta (25), ultrapassando em uma hora o encerramento da operação com embarque na estação Campo da Pólvora.
De acordo com o gestor de Atendimento de Operação da CCR Metrô Bahia, Hamilton Trindade, no primeiro dia de operação dos quatro novos pontos, na terça-feira (23), houve um acréscimo de 18% no aumento de passageiros, em relação à média dos dias úteis de maio. Na quarta (24), em comparação com o dia anterior, o aumento foi de 25%.
Com o funcionamento das quatro estações na Avenida Paralela, a expectativa é que o número de passageiros circulando diariamente pelos trens do metrô chegue a 180 mil. Isso de forma gradativa, segundo Trindade, salientando que a população vai aos poucos aderindo ao sistema, que, além de permitir um deslocamento com previsibilidade, oferece conforto e segurança aos passageiro.
Com informações da Secom Ba. 25/05/2017

Governo do Estado convida os interessados na licitação da concessão patrocinada do VLT do Subúrbio de Salvador

Transportes sobre trilhos  🚄

A sessão terá como público alvo os interessados na licitação da concessão patrocinada do VLT. O encontro será dia 8 de junho, às 9 horas, no São Salvador Hotéis e Convenções, 1º andar, sala Imperial, na rua José Peroba, 244, Stiep.

Da Redação

foto - ilustração
A Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia convida os interessados na licitação da concessão patrocinada do Veículo Leve sobre Trilhos - VLT do Subúrbio para reunião pública, a realizar-se no dia 08 de junho de 2017, às 09 h, no São Salvador Hotéis e Convenções, 1º andar, sala Imperial, localizado na Rua José Peroba nº 244 - Stiep.
A sessão terá como público alvo os interessados na licitação da concessão patrocinada do VLT. O encontro será dia 8 de junho, às 9 horas, no São Salvador Hotéis e Convenções, 1º andar, sala Imperial, na rua José Peroba, 244, Stiep.
O VLT, que vai substituir os trens do Subúrbio, terá 18,5 quilômetros de extensão e 21 estações. Estão previstas intervenções em duas fases: a primeira, entre o Comércio e Plataforma, tem 9,4 km; e a segunda, entre Plataforma e São Luiz, com 9 km.

Licitação
No último dia 8 de maio, o projeto do VLT foi apresentado em São Paulo. A sessão pública foi realizada na antiga BM&F Bovespa e Cetip. A apresentação foi considerada um sucesso pelos organizadores.
O edital de concessão 01/2017 para a implantação e operação do VLT está disponível na página da Sedur na internet . O edital também pode ser obtido em mídia eletrônica no Setor de Licitações da Sedur - 2º andar, das 9 às 17 horas.
A entrega das propostas está prevista para o dia 30 de junho de 2017. Elas deverão ser entregues na sede da BM&F Bovespa, localizada na rua XV de Novembro, nº 275, 1º andar, em São Paulo. O horário para entrega das propostas será das 12 às 14 horas. No mesmo dia, às 15 horas, será realizada a sessão pública de abertura das garantias e propostas.
Atualmente, a malha ferroviária que liga Paripe à Calçada é de 13,6 quilômetros. É importante ressaltar que o sistema de trens do subúrbio data da década de 70, portanto, com equipamentos antigos e que, eventualmente apresentam problemas técnicos.
Com informações da Sedur Ba.  25/05/2017

Cubatão quer ser incluída no projeto de expansão do VLT

Transportes sobre trilhos  🚄

O pedido foi apresentado durante a reunião mensal do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb), nesta terça (23).Pedro de Sá também solicitou informações sobre o número de passageiros transportados diariamente nas linhas entre Cubatão e as demais cidades da Região. 

Prefeitura de Cubatão - Abifer
foto - ilustração
O secretário de Planejamento e vice-prefeito, Pedro de Sá, solicitou ao presidente da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), Joaquim Lopes, a inclusão de Cubatão no projeto de expansão do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). O pedido foi apresentado durante a reunião mensal do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb), nesta terça (23).
Pedro de Sá também solicitou informações sobre o número de passageiros transportados diariamente nas linhas entre Cubatão e as demais cidades da Região.
"Não faz nenhum sentido deixar Cubatão de fora do projeto de expansão do VLT ou do Transporte Rápido por Ônibus (BRT, na sigla inglesa). Por isso estamos questionando a EMTU sobre o número de passageiros transportados diariamente nas linhas interurbanas que atendem a cidade", disse.
O pleito cubatense é integrar o sistema de transporte ao projeto de mobilidade urbana que está em discussão na Agência Metropolitana de Desenvolvimento (Agem).
Até o momento, o que está em discussão é levar o VLT ao Porto de Santos. Porém, há o entendimento de que com o investimento necessário para ampliar o VLT ao Porto é possível criar uma linha de BRT interligando Cubatão aos terminais de Santos, São Vicente e Praia Grande.
Fonte - Abifer  25/05/2017

OAB protocola na Câmara pedido de impeachment do presidente Temer

Política  👀

No documento, a entidade argumenta que o presidente cometeu crime de responsabilidade e faltou com o decoro ao receber no Palácio do Jaburu o empresário Joesley Batista, dono da JBS, um dos investigados na Operação Lava Jato.O documento foi entregue pessoalmente pelo presidente da OAB, Cláudio Lamachia, que chegou à Câmara acompanhado por outros advogados integrantes do Conselho da Ordem.

Débora Brito
Repórter da Agência Brasil

foto - ilustração
A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) protocolou hoje (25) na Câmara dos Deputados pedido de impeachment do presidente Michel Temer.
No documento, a entidade argumenta que o presidente cometeu crime de responsabilidade e faltou com o decoro ao receber no Palácio do Jaburu o empresário Joesley Batista, dono da JBS, um dos investigados na Operação Lava Jato.
O documento foi entregue pessoalmente pelo presidente da OAB, Cláudio Lamachia, que chegou à Câmara acompanhado por outros advogados integrantes do Conselho da Ordem.
Lamachia disse que, mesmo sem a comprovação da legitimidade dos áudios gravados por Joesley, o presidente não negou a ocorrência do encontro.
“A fita, o áudio da conversa pode até mesmo ter sofrido alguma adaptação ou alguma interferência, mas o fato de o presidente da República, em seus dois pronunciamentos e em entrevista para um jornal de ampla circulação nacional, não ter negado que houve os diálogos, torna estes fatos absolutamente incontroversos. E, portanto, na visão da OAB, nós temos aqui presente o crime de responsabilidade do senhor presidente da República.”, disse Lamachia ao chegar à Câmara.
Os áudios gravados por Joesley foram entregues à Procuradoria-Geral da República (PGR ), com a qual o empresário firmou acordo de delação premiada. As conversas estão sendo periciadas pela Polícia Federal por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF). A perícia irá apontar se o áudio sofreu edição ou adulteração.
Na petição, a OAB afirma que o resultado da perícia não interfere na decisão da entidade.
“Este voto não se pauta única e exclusivamente no conteúdo dos mencionados áudios, mas também nos depoimentos constantes dos inquéritos e, em especial, nos pronunciamentos oficiais e manifestações do Excelentíssimo Senhor Presidente da República Federativa do Brasil que confirmam seu conteúdo, bem como a realização do encontro com o colaborador”, diz trecho do documento.
Para Lamachia, um processo de impeachment não traria desestabilização ao país.
A OAB destaca ainda que, na conversa, Temer não repreendeu Joesley, quando o empresário relatou que estaria obstruindo o trabalho da Justiça, ao pagar propina a dois juízes e receber informações privilegiadas de um procurador. A Ordem argumenta que o presidente deveria ter comunicado o fato às autoridades competentes.
Além do da OAB, 13 pedidos de impeachment já foram protocolados na Câmara desde o último dia 17.
A decisão da OAB pelo pedido de impeachment foi tomada pelo conselho pleno da entidade no último fim de semana, por 25 votos a 1. Este é o terceiro pedido de afastamento de presidentes da República apresentado pela entidade. O primeiro, em conjunto com a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), ocorreu em 1992, foi pelo impedimento de Fernando Collor. O mais recente, no ano passado, envolveu a então presidenta Dilma Rousseff.

Decisão da presidência da Câmara
A decisão de acatar, ou não, os pedidos e abrir um processo de afastamento de Temer é do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).
Líderes da oposição disseram que, na próxima semana, vão cobrar de Maia o acatamento do pedido e a instalação de uma comissão para analisá-lo. “Não é razoável que o presidente Rodrigo Maia, para proteger seu aliado Michel Temer, estenda a permanência dele [no governo] contra tudo e contra todos. O Brasil pede que a comissão de impeachment seja instalada”, disse o líder da Rede, Alessandro Molon (RJ).
O líder do DEM na Câmara, Efraim Filho (PB), disse que a presidência da Câmara não está fazendo “blindagem” do governo Temer e ressaltou que não se pode “desprezar nenhum argumento” apresentado no contexto da crise política. “Não tenho dúvida de que, por parte do presidente Rodrigo Maia, [o pedido da OAB] merecerá uma análise técnica, jurídica e política como pede uma petição desta forma. A OAB é uma entidade respeitada e não tenho dúvida de que seu pedido receberá desta Casa a devida análise técnica, política e jurídica que merece enfrentar”, afirmou o líder da base aliada.
Fonte - Agência Brasil  25/05/2017

Bahia terá mais de 650 voos extras para temporada de julho

Turismo  ✈

Os voos já foram aprovados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e partem de cidades como Belo Horizonte e São Paulo (Campinas e Guarulhos), Goiânia e Brasília, entre outras.Além das rotas domésticas, haverá voo direto semanal Montevidéu-Salvador.

Da Redação
foto - ilustração/Pregopontocom
Para a alta temporada de julho, duas companhias aéreas (Gol e Azul) já anunciaram a oferta de 670 voos extras para a Bahia, incrementando as operações nos aeroportos de Salvador, Porto Seguro, Ilhéus e Valença (acesso a Morro de São Paulo). Os voos partem de cidades como Belo Horizonte e São Paulo (Campinas e Guarulhos), Goiânia e Brasília, entre outras.
A Gol, maior companhia aérea brasileira, anunciou que vai realizar 528 voos extras no período de férias, entre a primeira semana de julho e o dia 16 de agosto. A empresa vai reforçar as operações em aeroportos brasileiros, com foco na região Nordeste. Além das rotas domésticas, haverá voo direto semanal Montevidéu-Salvador.
A Azul oferecerá mais 150 voos extras para a Bahia. “Estamos bastante confiantes no acréscimo de demanda para a alta temporada de julho. Nosso planejamento está voltado a mercados e regiões tradicionalmente mais procuradas pelos turistas”, afirmou o diretor de Planejamento da Malha da Azul, Daniel Tkacz.
Os voos já foram aprovados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), para satisfação do secretário do Turismo da Bahia, José Alves. “Temos trabalhado para atrair novos voos, intensificar o fluxo turístico e fortalecer a economia em todo o estado. O governo estadual também atua para atrair novas frequências regulares e, para tanto, reduziu a alíquota de ICMS para o querosene de aviação [QAV], de 18% para 12%”, destacou.
Com informações da Secom Ba.  25/05/2017

Integração de tarifas do VLT de Santos/São Vicente está atrasada

Transportes sobre trilhos   🚄

Segundo o convênio assinado entre Estado e municípios, as regras de partição dessa tarifa determinam que, de R$ 4,30, R$ 1,30 sejam do sistema local e R$ 3,10 do VLT. Segundo o convênio assinado entre Estado e municípios, as regras de partição dessa tarifa determinam que, de R$ 4,30, R$ 1,30 sejam do sistema local e R$ 3,10 do VLT.

A Tribuna - RF
foto - ilustração
A integração das tarifas do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) com os transportes municipais de Santos e São Vicente está atrasada. “A gente vinha trabalhando com a expectativa de maio. Todos os documentos estão com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) de Santos, que pediu mais um prazo”, argumenta o diretor presidente da Empresa Metropolitana de Transportes Metropolitanos (EMTU), Joaquim Lopes.
Segundo o convênio assinado entre Estado e municípios, as regras de partição dessa tarifa determinam que, de R$ 4,30, R$ 1,30 sejam do sistema local e R$ 3,10 do VLT. “Agora, eles (Prefeitura de Santos) precisam dizer para a gente quais linhas vão integrar, para a gente pactuar a regra e ajustar o sistema de bilhetagem”.
A situação de São Vicente é ainda mais indefinida. A Prefeitura precisa licitar o transporte coletivo municipal, que hoje é operado por cooperativas. “É preciso fazer uma licitação pública do sistema municipal de transporte, para atender o que diz a lei. A gente tem dito que está à disposição para ajudar. A EMTU tem contratos já licitados”, acrescenta.
Enquanto não há uma definição sobre a integração, há estudantes sem acesso ao benefício da gratuidade da tarifa. Isso ocorre quando quem estuda usa o VLT para se locomover dentro da cidade em que mora.
“Ele é um transporte metropolitano. A legislação dele é do Estado. Eu entendo a confusão que tem em cima da gratuidade do estudante. É normal controlar o que é local e o que é metropolitano. Isso daria para ser resolvido na integração”, admite o presidente da EMTU.
Ele cita que o Estado investe R$ 190 milhões por ano em duas modalidades de gratuidade (passe livre e o cartão do idoso). “Se começar a incorporar o que é do Município, o Estado quebra”.
Fonte - Revista Ferroviária  24/05/2017

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Ônibus circulares do CAB integrados ao Metrô terão ar condicionado

Mobilidade  🚌<> 🚇

Acompanhado dos secretários de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, e da Casa Civil, Bruno Dauster, o governador embarcou na estação de metrô da Lapa, seguiu na Linha 1 até o Acesso Norte, onde trocou de vagão e seguiu pela Linha 2 até a estação de Pituaçu, trajeto completado em apenas 23 minutos. Ao desembarcar pela passarela, Rui ainda usou o ônibus circular disponibilizado pelo Governo do Estado para fazer o transporte gratuito dos baianos.

Da Redação
foto -  Manu Dias/GOVBA
Aproveitando o funcionamento de quatro estações na Avenida Paralela, o governador Rui Costa foi trabalhar de metrô nesta quarta-feira (24). Usando a estação mais perto de casa, a Lapa, ele embarcou por volta das 8h com destino ao Centro Administrativo da Bahia (CAB), um trajeto de cerca de 23 minutos, passando pelas Linhas 1 e 2, seguindo até a estação Pituaçu. Depois de desembarcar, ele ainda andou no ônibus circular integrado ao sistema e afirmou que novos ônibus com ar condicionado farão o transporte dos baianos que precisam se locomover pelo CAB.

foto -  Manu Dias/GOVBA
“Vamos melhorar porque o ônibus tem que ter ar condicionado. Vendo a qualidade do metrô, as pessoas precisam ter mais qualidade no ônibus também, além de melhorar acessibilidade nos pontos de ônibus para ficar no mesmo padrão do metrô no acesso ao CAB”, enfatizou Rui.
Ainda de acordo com Rui, esse é só o começo de um projeto ainda maior de melhorar a qualidade de vida dos baianos. “É realmente outra qualidade de transporte e só tem a melhorar e a avançar. Já já estaremos chegando à Estação Aeroporto, possibilitando que a população, ao longo da Paralela, de Mussurunga, São Cristóvão, Itapuã, Patamares e Lauro de Freitas comece a usar mais fortemente o metrô”.

foto -  Manu Dias/GOVBA
Acompanhado dos secretários de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, e da Casa Civil, Bruno Dauster, o governador embarcou na estação de metrô da Lapa, seguiu na Linha 1 até o Acesso Norte, onde trocou de vagão e seguiu pela Linha 2 até a estação de Pituaçu, trajeto completado em apenas 23 minutos. Ao desembarcar pela passarela, Rui ainda usou o ônibus circular disponibilizado pelo Governo do Estado para fazer o transporte gratuito dos baianos.
No caminho da Lapa ao Acesso Norte, o governador aproveitou para bater um papo com dona Maria Celeste. A pensionista disse que comemorou a chegada do metrô e que se sente mais segura usando o modal. “Ficou muito melhor. Estou muito feliz pelo metrô porque é muito mais seguro e mais confortável que os ônibus coletivos”.

Ampliação no atendimento
Apenas no primeiro dia de operação das estações Pernambués, Imbuí, CAB e Pituaçu, a CCR Metrô Bahia registrou um aumento de cerca de 25% no número de passageiros que utilizaram o sistema metroviário, chegando a 106 mil pessoas nesta quarta-feira (24). A expectativa com o início do funcionamento dos quatro novos pontos de parada é dobrar o número de passageiros diariamente, atingindo 180 mil em um mês de operação.
Fonte - Secom Ba.  24/05/2017

Manifestantes marcham por eleições diretas em Brasília

Política  👀

Organizada por centrais sindicais. A marcha “Ocupa Brasília” teve concentração no estacionamento do estádio Mané Garrincha, onde também estiveram os cerca de 3,5 mil ônibus que trouxeram os manifestantes para a capital.Durante a manhã, usuários se manifestaram pela saída do presidente de facto, contra as reformas da Previdência e trabalhista e pela realização de eleições diretas

Correio do Brasil
Correio do Brasil
Vindas de diversas partes do país, cerca de 25 mil pessoas, segundo a Secretaria de Segurança Pública, marcharam na manhã desta quarta-feira pelo Centro de Brasília pedindo a saída do presidente de facto Michel Temer e eleições diretas. A estimativa da União Geral dos Trabalhadores (UGT) e da Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST) é de que 100 mil pessoas participem do ato.
Organizada por centrais sindicais. A marcha “Ocupa Brasília” teve concentração no estacionamento do estádio Mané Garrincha, onde também estiveram os cerca de 3,5 mil ônibus que trouxeram os manifestantes para a capital.
Carros de som e manifestantes com faixas contrárias às reformas do governo do presidente de facto Michel Temer se deslocaram pelo eixo Rodoviário em direção ao Congresso Nacional.
Cerca de 1,5 mil profissionais da Polícia Civil, Militar e do Corpo de Bombeiros integraram o esquema de segurança.

Protesto
A mobilização convocada pelas principais centrais sindicais do país. Apoiadas pelas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, que ocuparam Brasília nesta quarta-feira, pela saída de Temer (PMDB-SP). Contra as reformas da Previdência e trabalhista, e pela realização de eleições diretas como saída para a crise política. Já repercutiu nas redes sociais. No Twitter, a hashtag #DiretasPorDireitos ficou entre os assuntos mais comentados durante a manhã.
Outras hashtags usadas para promover a adesão à mobilização são #OcupaBrasília e #ReformasNãoDiretasJá
A estimativa dos organizadores foi que a capital federal recebeu até 100 mil manifestantes. A concentração foi nos arredores do Estádio Mané Garrincha, de onde seguiram em marcha até o Congresso Nacional.
– É diretas já com a imediata retirada (das reformas) da pauta. Ou construiremos uma nova greve geral, as centrais e os movimentos organizarão uma greve maior que a do dia 28 (de abril) – afirmou na terça-feira, o presidente da CUT, Vagner Freitas, em Brasília.
Fonte - Correio do Brasil  24/05/2017

Começa a operação da Linha 2 do VLT no Centro do Rio

Transportes sobre trilhos  🚄

Começou a operação comercial da linha dois do VLT, que vai da região da Saara até a Praça XV, no Centro do Rio. Com as duas linhas em operação, o usuário pode fazer a transferência entre elas no período de 1 hora sem nova cobrança.Caso o passageiro precise usar novamente o trem no mesmo sentido, também poderá fazê-lo sem pagar durante esse limite de tempo.

G1 - Abifer
foto - ilustração/arquivo
Começou nesta quarta-feira (24) a operação comercial da linha dois do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que vai da região da Saara até a Praça XV, no Centro do Rio. Com isso, passa a ser cobrada a partir de hoje a tarifa de R$ 3,80, de acordo com o Bom Dia Rio.
Com duas linhas em operação, o usuário pode fazer a transferência entre elas no período de 1 hora sem nova cobrança. Caso o passageiro precise usar novamente o trem no mesmo sentido, também poderá fazê-lo sem pagar durante esse limite de tempo.
O passageiro que não validar a passagem está sujeito à multa de R$ 170, de acordo com a lei municipal 6.065/2016. O valor aumenta para r$ 255 em caso de reincidência (multa mais 50%). A gratuidade está assegurada de acordo com a legislação.
Se houver mudança de sentido na mesma linha, será cobrada outra passagem, mesma dinâmica adotada no trecho entre rodoviária e aeroporto. Para fazer a troca entre as linhas, o ideal é utilizar as paradas Sete de Setembro (linha 1) e Colombo (linha 2), que ficam a poucos metros de distância nos arredores da Avenida Rio Branco.
Importante sempre validar o cartão para garantir que o período de integração siga vigente, mesmo no segundo embarque. Tem integração tarifária também com ônibus municipais, de modo que é possível pegar dois ônibus e na sequência o VLT ou vice-versa e pagar apenas R$ 3,80, desde que dentro do tempo de uso do bilhete único.
Fonte - Abifer  24/05/2017

Produção cai e indústria enfrenta dificuldades para sair da recessão

Economia  📉

Segundo a Sondagem Industrial, divulgada hoje (24) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o setor ainda encontra dificuldades para superar a "recessão econômica" enfrentada pelo país.O emprego e o nível de utilização da capacidade instalada também recuaram no mês passado e os empresários estão menos otimistas em relação a emprego, demanda, exportações e compra de matéria-prima.

Andreia Verdélio
Repórter da Agência Brasil

foto - ilustração
Depois da leve recuperação registrada em março, a produção da indústria brasileira voltou a cair em abril. Segundo a Sondagem Industrial, divulgada hoje (24) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o setor ainda encontra dificuldades para superar a "recessão econômica" enfrentada pelo país.
O emprego e o nível de utilização da capacidade instalada também recuaram no mês passado e os empresários estão menos otimistas em relação a emprego, demanda, exportações e compra de matéria-prima. O indicador de evolução da produção caiu para 41,6 pontos, o de número de empregados ficou em 47 pontos e o de utilização da capacidade instalada, em relação ao usual, diminuiu pra 36,6 pontos.
Os indicadores da pesquisa variam de zero a 100 pontos. Quando estão abaixo de 50 pontos revelam queda. e acima de 50, crescimento.
O estudo destaca que os feriados são responsáveis por parte das quedas registradas no mês. Abril teve 17 dias úteis, ante 23 dias de março. "Embora seja comum uma diminuição da atividade entre os meses de março e abril, a queda registrada em 2017 foi mais intensa do que a usual", diz o estudo.

Expectativa dos empresários
Segundo a CNI, o fraco desempenho reduziu o otimismo dos empresários e a perspectiva é de mais demissões na indústria. Em maio, o indicador de expectativa sobre o número de empregados caiu para 48,7 pontos e continua abaixo da linha divisória dos 50 pontos, que separa o otimismo do pessimismo. Embora estejam acima dos 50 pontos, os indicadores de expectativas para os próximos seis meses sobre a demanda, a quantidade exportada e a compra de matérias-primas recuaram um pouco.
“Sem grandes perspectivas de melhora no cenário econômico, os empresários continuam pouco dispostos a investir”, diz a confederação.
O índice de intenção de investimentos para os próximos seis meses ficou em 46,6 pontos em maio, uma queda de 0,4 ponto na comparação com abril. "Apesar do aumento de 7,2 pontos na comparação com o ano passado, as intenções de investir seguem baixas", afirma a pesquisa.
Fonte - Agência Brasil  24/05/2017

terça-feira, 23 de maio de 2017

Metrô de Salvador terá horário estendido para atender o público na final da Copa do Nordeste

Transportes sobre trilhos  🚇

Para a partida final da Copa do Nordeste entre Bahia e Sport, marcada para 21h45, o Metrô de Salvador estenderá o funcionamento para melhor atender o público que comparecer à Arena Fonte Nova nesta quarta-feira (24)

Da Redação
foto - ilustração/Pregopontocom
O Metrô de Salvador estenderá o funcionamento para melhor atender o público que comparecer à Arena Fonte Nova amanhã (quarta-feira) para a partida final da Copa do Nordeste entre Bahia e Sport, marcada para 21h45. Com a medida, a Estação Campo da Pólvora da Linha 1 permanecerá aberta para embarque até 45 minutos após o encerramento da partida. As demais 14 estações das Linhas 1 e 2, a partir da meia-noite, funcionarão somente para desembarque, inclusive as recém-inauguradas Pernambués, Imbuí, CAB e Pituaçu.
O Metrô é um dos principais meios de transporte para chegar à Arena Fonte Nova e, desde hoje (dia 23/05), também chega até próximo ao Estádio de Pituaçu. A transferência entre as Linhas 1 e 2 deve ser feita na Estação Acesso Norte. O Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas conta agora com 15 estações no total, sendo 8 na Linha 1 e 7 na Linha 2. Ao todo, 16 trens estão em operação, cada um com capacidade para até 1 mil passageiros, com intervalos nos horários de pico de 5 minutos na Linha 2 e 4’40’’ na Linha 1.
Para evitar filas e garantir o uso integrado do metrô com os ônibus, a dica é adquirir o Cartão Integração. Quem já tem o cartão pode antecipar a recarga nas bilheterias das estações em operação ou nas máquinas de autoatendimento disponíveis nas estações Lapa, Campo da Pólvora, Acesso Norte, Rodoviária e Brotas. O cartão avulso, que dá direito a uma única passagem, também pode ser comprado antecipadamente em qualquer bilheteria. A tarifa é R$ 3,60.
A CCR Metrô Bahia reforçou a equipe de segurança nas estações e estará presente no Centro Integrado de Controle e Comando Regional (CICCR), unidade que centraliza as forças públicas de segurança em grandes eventos. O sistema metroviário conta com mais de 1.200 câmeras interligadas ao Centro de Controle Operacional (CCO), que realiza o monitoramento contínuo das estações, trens e áreas de acesso. Haverá reforço de policiamento nas áreas de acesso de algumas estações, conforme alinhado com o Comando de Operações da Policia Militar (COPPM).
Com informações da Secom  23/05/2017

Integração ônibus/Metrô, entre o CAB e a estação do metrô na Paralela será gratuita

Mobilidade  🚌 <>  🚇

Passando pelas passarelas das estações Pituaçu e CAB (próximo ao Colégio Estadual Bolivar Santana), quatro ônibus seguirão o trajeto e vão circular por todas as avenidas do CAB, num intervalo de 15 minutos, chegando a 10 minutos nos horários de pico. Dois ônibus vão iniciar o trajeto no sentido Aeroporto e os outros dois iniciam no sentido Centro. Um letreiro eletrônico fará a identificação dos veículos destinados ao transporte complementar.

Da Redação
foto - ilustração/Secom
Para garantir maior conforto e agilidade aos funcionários e visitantes do Centro Administrativo da Bahia (CAB), o Governo do Estado se responsabiliza, a partir desta terça-feira (23), pelo serviço complementar de ônibus que fará o transporte dos usuários do metrô ao CAB. O serviço é gratuito e estará disponível das 6h às 19h30.
Passando pelas passarelas das estações Pituaçu e CAB (próximo ao Colégio Estadual Bolivar Santana), quatro ônibus seguirão o trajeto e vão circular por todas as avenidas do CAB, num intervalo de 15 minutos, chegando a 10 minutos nos horários de pico. Dois ônibus vão iniciar o trajeto no sentido Aeroporto e os outros dois iniciam no sentido Centro. Um letreiro eletrônico fará a identificação dos veículos destinados ao transporte complementar.

Integração tarifária
Também a partir desta terça-feira (23), 26 linhas metropolitanas de ônibus passam a fazer integração com o metrô na Estação Imbuí, com mudança no itinerário e retorno no viaduto do CAB, a exemplo da linha Portão/Terminal da França (via Rua Queira Deus), nº nº 860L2.
Para a integração com o metropolitano, o usuário deve utilizar Metropasse, SalvadorCard ou o cartão do metrô. Desta forma, ele não precisará pagar mais nada no metrô.
Com informações da Secom  23/05/2017

Confira a relação das linhas integradas ao terminal de Pituaçu:





Sistema Ferry-Boat opera normalmente com 4 embarcações nesta terça (23)

Travessia marítima  🚢

Estão em operação  nesta terça (23) na travessia marítima entre Salvador e a ilha de Itaparica as embarcações, Ivete Sangalo, Agenor Gordilho, Zumbi dos Palmares e Juracy Magalhães Jr., com saídas regulares de hora em hora).

Da Redação
foto - ilustração/arquivo
AITS operadora e  administradora do sistema Ferry-Boat, informa que nesta manhã de terça-feira (23), estão em operação  na travessia marítima entre Salvador e a ilha de Itaparica as embarcações, Ivete Sangalo, Agenor Gordilho, Zumbi dos Palmares e Juracy Magalhães Jr., com saídas regulares de hora em hora).Viagens extras podem ocorrer com o aumento da demanda durante o transcorrer do dia.Até o momento, o fluxo de passageiros e veículos está tranquilo nos dois terminais,em São Joaquim e Bom Despacho.
O sistema de hora marcada também funciona regularmente,para saber a disponibilidade de vagas para embarque nos dois sentidos,o usuário deverá consultar o site da ITS,- portalsits.internacionaltravessias.- e adquirir a passagem através do mesmo,com pagamento através de cartões de débito ou crédito.
Para mais informações,contatos através do Tel 071 3032-0475 e pelo cac@internacionaltravessias.com.br.
Com informações da ITS  23/05/2017

Reforma trabalhista: entregas

Ponto de Vista  🔍

O Brasil é uma das maiores economias do planeta. Tem terras férteis e uma grande fronteira de expansão agrícola, que fazem do País o maior produtor de alimentos do mundo. Minérios e água potável abundantes, biomas que reúnem reservas naturais de valor econômico e ambiental incalculáveis. E a rota vai sendo traçada: caminha-se para entregar o pré-sal, autoriza-se a venda de terras a estrangeiros, eliminando os índios, abrem-se o espaço aéreo e as fronteiras comerciais

Clemente Ganz Lúcio - Portogente
foto - ilustração
Está em curso um projeto de entrega dos principais ativos produtivos do Brasil ao capital estrangeiro. É bem verdade que os donos da riqueza financeira internacional estão satisfeitos com os ganhos que o rentismo brasileiro tem proporcionado, mas sabem que é possível muito mais e por um período maior. O máximo retorno no menor prazo é uma boa forma sintética para descrever o objetivo do capital financeiro pelo mundo, mas, com tudo o que o País tem a oferecer, um investimento mais longo aqui vale muito a pena.
O Brasil é uma das maiores economias do planeta. Tem terras férteis e uma grande fronteira de expansão agrícola, que fazem do País o maior produtor de alimentos do mundo. Minérios e água potável abundantes, biomas que reúnem reservas naturais de valor econômico e ambiental incalculáveis. E a rota vai sendo traçada: caminha-se para entregar o pré-sal, autoriza-se a venda de terras a estrangeiros, eliminando os índios, abrem-se o espaço aéreo e as fronteiras comerciais. Já não detemos propriedade intelectual sobre a inesgotável base natural, somos, ao contrário, devedores eternos de royalties para o capital internacional. A base industrial brasileira, uma das maiores do mundo, foi sucateada e é vendida a “preço de banana”. Os serviços públicos de educação e saúde foram disponibilizados para o interesse privado. A lista é muito longa. O Brasil está barato e a riqueza financeira internacional cada vez mais ávida para achar ativos que a façam crescer. O País se entrega ao capital externo, com concessões de vantagens, crédito e segurança cambial.
Em junho de 2016, o jornal Valor Econômico publicou entrevista com o economista-chefe do banco Santander, Maurício Molan. Ao responder a pergunta sobre investimento estrangeiro no Brasil, cravou: “Converso com empresas multinacionais e a pergunta mais comum é: ‘agora é hora de comprar ativos?’ Eu respondo que sim. O câmbio está em patamar favorável em termos históricos, os preços dos ativos estão baratos. É hora de comprar Brasil”.
Exemplo dessa política de sucateamento e venda de ativos pode ser observado na entrevista que o analista da Janus Capital Group (gestora americana com quase US$ 200 bilhões em fundos - Petrobras, Itaú Unibanco, Iochpe-Maxion, Suzano e Marfing fazem parte da carteira de investimentos no Brasil), Janus Raghoonundon, concedeu ao mesmo Valor Econômico, em 11 de junho de 2016. Sobre a Petrobras, disparou: “Realmente acredito que a companhia tem um valor intrínseco e está barata relativamente a seus ativos. Existe muito potencial para a Petrobras para um investidor de longo prazo”. Avançando sobre as escolhas do País, soltou: “O Brasil tem que decidir se pretende aceitar grandes quantidades de companhias estrangeiras controlando ativos-chave de infraestrutura. E, claro, essas companhias estrangeiras vão ter que ser compensadas pelo risco que vão tomar”.
As condições complementares e essenciais são destacadas no início da entrevista de Janus. A estabilidade política de um novo governo que encaminhará as reformas – assim espera ele – é que dará estabilidade. Os potenciais investidores não querem ver as reformas rejeitadas. E quais seriam essas reformas? Nas palavras de Janus: “Vamos monitorar a aprovação de todas, como a da Previdência e dos benefícios trabalhistas”.
No final do ano passado, uma mudança constitucional limitou o gasto público pelos próximos 20 anos, o que reduzirá, na fala do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o tamanho do Estado pela metade. A eficácia desse projeto depende de uma reforma que reduza o gasto previdenciário. Está em curso no Congresso Nacional, desde dezembro de 2016, proposta de Emenda Constitucional que desmonta todo o sistema de proteção social do País.
Em março de 2017, o presidente Michel Temer sancionou a lei que altera o conceito de trabalho temporário, eliminando o caráter extraordinário desse tipo de contratação, e autoriza a terceirização ampla e irrestrita. Ao mesmo tempo, são reduzidos direitos dos trabalhadores e a capacidade de reação. Com vistas a aumentar garantias e a autonomia das empresas nas relações de trabalho, agora, na pauta do Congresso Nacional, já aprovado na Câmara dos Deputados, o violento e destrutivo projeto de reforma trabalhista. A propositura apresentada pelo deputado Rogério Marinho, relator da Comissão Especial, embora mais pareça roteiro de filme de terror, infelizmente, é bem real e procura responder a interesses concretos, como o indicado pelo analista da Janus.
O projeto, que seguiu para o Senado Federal, altera mais de 100 artigos e outros 200 dispositivos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Entre outros pontos, a nova versão amplia ao limite da Constituição a possibilidade de reduzir direitos trabalhistas, por meio dos Sindicatos, dos representantes no local de trabalho não integrantes da entidade sindical e, diretamente, pelo próprio trabalhador. Estabelece o fim da ultratividade nas negociações coletivas; reforça a negociação individual direta entre empresa e trabalhador e privilegia as negociações por empresa em detrimento das negociações com entidades sindicais. Acaba com o financiamento das entidades sindicais e institui as comissões de representação por empresas. Os trabalhadores poderão eleger os membros dessas comissões, nas quais fica proibida a participação sindical! Elas substituirão os Sindicatos, terão poder de negociação e de quitação de débitos trabalhistas, que também poderão ser quitados pelo próprio trabalhador ao longo do ano. Criam-se as bases para o sindicalismo por empresa, sonho neoliberal do século XXI.
A proposta legaliza diversas práticas de precarização das condições de trabalho e de flexibilização de formas de contratação, estabelecendo a submissão real e formal dos trabalhadores às práticas de redução do custo do trabalho empreendidas pelo capital. No limite, o trabalhador ganha por hora trabalhada e ponto – trabalho intermitente, jornada parcial, teletrabalho, home office, terceirização etc. Saúde e segurança são reduzidas ao custo mínimo e o trabalho explorado ao máximo, com grávidas em locais insalubres, longas horas extras, jornada de trabalho estendida para 12 horas etc.
A Justiça do Trabalho, hoje gratuita, será paga e enquadrada em limites estreitos. Inúmeros instrumentos vão cercear o acesso do trabalhador a ela e limitar o ônus para as empresas. Muitas regras definidas pela Organização Internacional do Trabalho, com o projeto, serão violadas e a Constituição brasileira, rasgada. A CLT será transformada em legislação de proteção das empresas.
O objetivo geral é reduzir ao máximo toda a proteção do Estado e dos Sindicatos aos trabalhadores, destruindo o marco regulatório que cria um padrão civilizatório nas relações sociais de produção. Serão dadas condições para uma redução estrutural do custo do trabalho, garantias de que não haverá pressão redistributiva e de segurança jurídica dos acordos entre empresas e indivíduos ou com os Sindicatos fracos. É realmente uma proposta ousada, porque escancara uma intenção de recolocar as “coisas no devido lugar” – nossa subordinação ao interesse internacional, relações de trabalho flexíveis até atingirem padrões que se aproximem do trabalho escravo, prática que grassa aqui e em muitos países que concorrem com nosso sistema produtivo.
Ao invés de um projeto que apoie a indústria nacional, expanda os resultados da produtividade no País, invente, inove, agregue valor, incremente os salários, amplie o mercado interno de consumo, fortaleça nosso desenvolvimento urbano e rural, o projeto deste governo claramente afirma a opção pela competitividade espúria da precarização, da insegurança, da flexibilização, do arrocho, do desmantelamento da construção institucional e regulatória promovida pelos Sindicatos e pelo Estado.
No histórico 28 de abril de 2017, aumentou o número daqueles que, na sociedade brasileira, afirmaram ser contrários a este projeto encaminhado pelo governo. A luta será longa e a adversidade, enorme. O desafio será, repudiando esta solução oficial, crescer, por em prática um projeto de Nação capaz de colocar o País na rota do desenvolvimento. É uma nova utopia, afirmada nesse contexto histórico, que precisa se constituir em proposta e caminho real. Um projeto pelo qual a nação solidariamente trabalhará e, de maneira soberana, poderá tomar nas mãos o próprio destino.
*Clemente Ganz Lúcio, sociólogo e diretor-técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese)
Fonte - Portogente  23/05/2017

Governo do Ceará devolve área do Terminal de Parangaba, utilizada em obra do VLT ao município de Fortaleza

Transportes sobre trilhos  🚄

A área, que fica entre o terminal de ônibus de Parangaba e a estação da Linha Sul do Metrô de Fortaleza, estava cedida ao Estado desde o início das obras do VLT.Com a conclusão dos trabalhos da estação, a área foi liberada e entregue à Prefeitura de Fortaleza, por meio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza - Etufor. 

Seinfra CE
foto - ilustração
A Sec.de Infraestrutura do Estado do CE, oficializou, na última sexta-feira (19), a entrega da área do município de Fortaleza, cedida para execução da estação Parangaba, do VLT Parangaba – Mucuripe. A área, que fica entre o terminal de ônibus de Parangaba e a estação da Linha Sul do Metrô de Fortaleza, estava cedida ao Estado desde o início das obras do VLT.
Com a conclusão dos trabalhos da estação, a área foi liberada e entregue à Prefeitura de Fortaleza, por meio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza - Etufor. Na área, a SEINFRA realizou serviços de pavimentação e também implantação de meio- fio.
Coordenada pela SEINFRA, a obra de construção do ramal Parangaba – Mucuripe está dividida em três trechos, e avança com mais de 60% de execução. O primeiro a ficar pronto será o trecho 2, que está com 94% de conclusão e fica entre as estações Parangaba e Borges de Melo. Em seguida, deve ser concluído o trecho 1, que contempla a construção da passagem inferior da Avenida Borges de Melo, e já alcança 55% de execução. A previsão é de que esse trecho seja entregue no segundo semestre de 2017.
Já o trecho 3, que compreende o percurso entre as estações Borges de Melo e Iate, está com expectativa de entrega até o início do ano que vem. Os serviços nos três trechos são executados pelo Consórcio VLT Fortaleza, formado pelas empresas AZVI S.A do Brasil e Construtora e Incorporadora Squadro Ltda.
Quando finalizado, o VLT terá 13,4 quilômetros ligando os bairros Parangaba e Mucuripe. Desta extensão, serão 12 quilômetros em superfície e 1,4 quilômetro em elevado. O Ramal atravessará 22 bairros, área que concentra mais de 500 mil moradores de Fortaleza. A previsão de demanda potencial do novo modal é de 90.000 passageiros por dia.
Com informações da Seinfra CE  23/05/2017

Brasil comprometido

Política  👀

A Anamatra, juntamente com diversas entidades da Magistratura e do Ministério Público, pedem a imediata apuração dos fatos e responsabilização dos envolvidos, com pronta suspensão de todas as agendas políticas, em especial as reformas trabalhista e previdenciária, que demandam tranquilidade pública e normalidade institucional.

Editor Portogente
foto - ilustração
A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), juntamente com diversas entidades da Magistratura e do Ministério Público, pedem a imediata apuração dos fatos e responsabilização dos envolvidos, com pronta suspensão de todas as agendas políticas, em especial as reformas trabalhista e previdenciária, que demandam tranquilidade pública e normalidade institucional.
As duas entidades jurídicas afirmam que “as notícias divulgadas pelos órgãos de imprensa, revelando condutas incompatíveis de importantes agentes políticos, inclusive do Presidente da República, se confirmadas, comprometem e inviabilizam, definitivamente, do ponto de vista ético e institucional, a manutenção de um governo já amplamente rejeitado pela opinião pública”.
Segundo os representantes da magistratura brasileira, o que aponta o vasto noticiário dá conta de um claro movimento destinado a obstruir as ações do Poder Judiciário e do Ministério Público, mais que isso, visando comprar o silêncio de réu da Operação Lava-Jato.
Fonte - Portogente   23/05/2017